WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

camara ilheus



dezembro 2021
D S T Q Q S S
« nov    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
videos


:: ‘SUS’

ILHÉUS: Prefeitura disponibiliza tratamento gratuito para cirurgia bariátrica

A cirurgia bariátrica, mais conhecida como cirurgia de redução de estômago passará a ser oferecida pela rede municipal de saúde. O procedimento será realizado através da contratualização junto ao Hospital de Ilhéus, onde os pacientes são encaminhados. Aproximadamente 200 pessoas necessitam do procedimento. Para o supervisor da Central de Regulação, Fábio Mantena essa é uma conquista significativa da atual gestão.

“Estamos atendendo uma média de 20 pessoas, todos os sábados, por meio dos programas de saúde. A Sesau – Secretaria Municipal de Saúde está realizando esse mutirão de exames para que nas próximas semanas os pacientes já possam ser avaliados pelo especialista. Estamos adiantando o processo e tirando eles da fila”, informou.  Conforme Mantena, a assinatura do contrato já está em fase final, que se torna um avanço expressivo para a cidade.

“Entre o final de outubro e início de novembro já daremos início ao serviço. Com isso, conseguiremos fortalecer a rede, e no período de seis meses, teremos uma resposta gigantesca junto à população. Saímos de 180 para 700 ultrassonografias, e com a contratação dos especialistas a estimativa é atingir mil exames, além das ultrassonografias realizadas na rede conveniada que somam mais de 1.200 exames”, frisou.

Oportunidade que chega – Everaldo Barbosa Santos é morador do bairro Novo Ilhéus. Há anos sofre com a obesidade e é um dos pacientes que aguarda a cirurgia. “Eu não estou conseguindo dormir, sinto muitas dores na perna. Mas graças a Deus a Prefeitura está dando essa força. Eu só tenho a agradecer. Estou muito feliz. É o caminho da vitória”, contou.

O médico clínico e especialista em ultrassonografia, Antônio Carlos Pitanga explicou que a apneia do sono está relacionada à obesidade mórbida e pode levar o paciente a óbito no momento em que está dormindo. “A obesidade mórbida está associada a múltiplas doenças, principalmente à neoplasia maligna, chamada de câncer, que está envolvida em 50% dos casos. A cirurgia bariátrica não era ofertada pelo SUS, mas agora, pacientes têm essa oportunidade, graças ao Município, cirurgiões e equipe multidisciplinar”.

“A região pancreática precisa ser bem avaliada antes da cirurgia. As outras estruturas do aparelho digestivo, os vasos abdominais e a bexiga. O paciente será submetido a uma cirurgia de grande porte. Então, o cirurgião necessita ter, previamente, o resultado do exame, para saber o que irá encontrar quando tiver acesso à cavidade abdominal para realizar a cirurgia bariátrica, que vai alterar o trânsito intestinal e a parte do estômago”, completou.

De acordo com o especialista, além da ultrassonografia, o paciente precisa realizar exames laboratoriais. Ele explica que o paciente com faixa etária acima de 40 anos precisa realizar também PSA, endoscopia digestiva alta, pesquisa de H.pylori, colonoscopia, polissonografia, que detecta a apneia, eletrocardiograma e ecocardiograma com doppler.

“O pós-operatório é tão importante quanto o procedimento. Alcoolismo, compulsão por compras, em alguns casos depressão, síndrome do pânico e dentes quebradiços são algumas das patologias inerentes, principalmente, após os cinco primeiros anos. É preciso ter um cuidado muito grande, com acompanhamento psicológico e nutricional para que a cirurgia traga de fato uma expectativa de vida bem ampla ao paciente”, alertou.

Segundo Mantena, a Sesau irá realizar uma reunião com o setor de planejamento, a fim de viabilizar aos sábados, nas unidades de saúde Sarah Kubitschek e Hernani Sá, a realização do exame de ultrassonográfica obstétrica, em atendimento às gestantes do município. “Não queremos mais gestantes em fila nos postos de saúde. Através do Programa Saúde da Mulher, realizamos o estudo levantando o número de gestantes, para que esses exames estejam no pré-natal”, explicou.

ILHÉUS: Mais de cinco mil pacientes deixam de comparecer a exames

Muitas pessoas aguardam por vagas para realizar exames laboratoriais, contudo a Central de Regulação, departamento da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), explica que a oferta está sendo comprometida em virtude da crescente ausência aos agendamentos. De acordo com dados levantados pelo setor, no mês de agosto foram totalizadas mais 5.300 desistências, fato que agrava a fila de espera do município.

O supervisor da Central de Regulação da Sesau, Fábio Mantena destaca que além de acarretar problemas para a população em geral, a falta de comparecimento prejudica o trabalho dos prestadores de serviços conveniados pelo SUS – Sistema Único de Saúde, uma vez que não alcançam o teto financeiro estipulado para faturamento dos serviços.

“A ausência gera uma lacuna na oferta de serviços e resulta em prejuízos nos recursos públicos direcionados ao atendimento da população e o trabalho, que de certa forma, é reprimido. Algumas especialidades demandam um período de espera maior e não é possível transferir o agendamento em tempo hábil para outros pacientes. Por esse motivo é importante que o usuário compareça”, alertou.

Agendamentos – Para melhorar o atendimento, a Prefeitura de Ilhéus construiu e reformou dezenas de Unidades Básicas de Saúde (UBS) e ampliou a oferta de procedimentos e serviços. Mantena esclarece ainda que a média diária de abstenção é de 40 agendamentos. O paciente faltoso recebe uma advertência e fica suspenso do sistema de marcação pelo período de três meses.

A Sesau recentemente aumentou o número de unidades de saúde com marcadores, a exemplo do Alto do Coqueiro e Banco da Vitória, que continuará a atender a comunidade residente no Morada do Porto, Vila Cachoeira e distrito do Japu. A unidade de saúde de Sambaituba também atenderá as comunidades de Aritaguá, Vila São João, Vila Olímpio e Ribeira das Pedras, na zona norte.

Mantena reforça que a regulação de baixa complexidade é realizada diretamente nas UBSs, e após o fechamento da agenda, o paciente precisa aguardar o intervalo de cinco dias para retornar à unidade e realizar a marcação. Todavia, as datas e os serviços estão disponibilizados para consulta. Os serviços de média e alta complexidade são regulados através do Sistema Lista Única da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

A Central de Regulação de Ilhéus avisa que possui um endereço na rede social Instagram. Na plataforma estão disponíveis informações diárias, com calendário, especialidades e exames liberados para agendamento.

SUS lança curso online (gratuito!) sobre medicina natural

Cansado de tomar tanto remédio? O Sistema Único de Saúde está investindo também na fitoterapia, que tem por objetivo cuidar da saúdeusando plantas medicinais (e deixando a farmácia apenas para emergências!). Paty dos Alferes, uma cidade do Estado do Rio de Janeiro que tem apenas 25 mil habitantes, por exemplo, já ganhou uma horta de remédios naturais.

Agora o site do AVASUS (Ambiente Virtual de Aprendizagem do SUS) oferece um curso 100% online e gratuito voltados a Agentes Comunitários da Saúde. Para participar, basta clicar neste link e se inscrever.

Com o total de 60 horas de conteúdo e mais de 13 mil alunos inscritos, o objetivo do curso é  orientar os agentes de saúde sobre a importância do uso correto de plantas medicinais e fitoterápicos. Para tanto, o curso disponibiliza informações básicas sobre cultivo de plantas medicinais, bem como orientações sobre a preparação e o uso de remédios caseiros.





web