WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

camara ilheus secom bahia





maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
videos


:: ‘SÃO PAULO’

Carnaval 2024: Macetando o apocalipse; queda de carro alegórico; prefeito soltinho; e mais. Vem ver o resumão das folias pelo Brasil

Quarta-feira de cinzas chegou, e nós viemos fazer um resumão no que aconteceu de mais bafauês pelos Carnavais do Brasil, confira:

Ivete macetou o apocalipe

Foto: Joilson César/Ag. Picnews

Começamos “macetando o apocalipse”, no sábado (10), em passagem pelo circuito da Barra-Ondina, em Salvador, Ivete Sangalo se encontrou com Baby do Brasil, durante o diálogo Baby falou:

– Todos atentos porque nós entramos em apocalipse, o arrebatamento tem tudo para acontecer entre cinco e 10 anos. Procure o Senhor, enquanto é possível achar.

Ivete bem clara, respondeu:

– Eu não vou deixar acontecer, porque não tem apocalipse certo quando a gente maceta o apocalipse.

O momento viralizou nas redes sociais, e até Márcio Victor, do Psirico, durante a sua passagem pelo circuito comentou “Precisa tomar o remédio”, se referindo a Baby do Brasil.

___

Trio elétrico inclinou

Continuando sobre Ivete, na segunda (12), um tubo de gás carbônico explodiu e deixou duas pessoas feridas, além disso, o trio teve uma inclinação, por conta da superlotação, o que foi resolvido rapidamente.

____

A onça da sapucaí

Paolla Oliveira, no carnaval do Rio de Janeiro, virou onça. A rainha de bateria da Grande Rio, acionou um mecanismo que baixou uma máscara por alguns segundos, “transformadora, devoradora, do jeito que é o nosso enredo” disse ela.

Imagens: Rede Globo

__

Queda de carro alegórico

Uma destaque da escola Estação Primeira de Mangueira caiu durante o desfile, carro que estava, inclusive, a cantora Alcione. Outra mulher ficou pendurada, mas foi socorrida rapidamente, segundo o hospital, as duas mulheres estão bem.

___

Prefeito platinou e dançou brega funk

O prefeito do Recife tomou as redes sociais durante o carnaval na cidade. Além de platinar o cabelo, João Campos, subiu no palco e dançou o passinho de brega funk.

___

Lotação e calor

Pabllo Vittar, pelo segundo ano consecutivo, terminou antes do horário planejado o “Bloco da Pabllo” por conta da superlotação. Além do atraso, o calor de 32 graus na capital paulista fez mais de três mil pessoas serem atendidas nas estruturas de apoio. As altas temperaturas fizeram os foliões passarem mal. Vestida de Joelma, Pabllo aproveitou a folia.

Boa notícia: Vacina do Butantan contra o coronavírus entra na terceira fase de testes

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou hoje que a vacina contra o coronavírus desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac obteve autorização para iniciar a terceira fase de estudos clínicos.

Doria divulgou a novidade em seu perfil oficial do Twitter, informando que a autorização foi dada pela Conep (Comissão Nacional de Ética em Pesquisa), do CNS (Conselho Nacional de Saúde). Nessa fase, a vacina poderá ser testada em um grupo maior de pessoas.

Pelo acordo com a Sinovac, 60 milhões de doses estarão disponíveis a partir de setembro, mas a distribuição só ocorrerá uma vez que a eficácia da vacina for comprovada e houver o registro. Na segunda-feira (6), após obter aval da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o governo de São Paulo já havia dito que os testes da CoronaVac vão começar no dia 20 de julho.

Somente profissionais da saúde vão participar dessa fase de testes e as inscrições abrem na próxima segunda-feira (13).

O estudo clínico envolverá 9 mil voluntários distribuídos nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná, além do Distrito Federal. Parte delas receberá a vacina e outro grupo deve receber um placebo, sem efeito. O objetivo é verificar se há o estímulo à produção de anticorpo para proteção contra o vírus.

Expectativa

Anteontem, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse à CBN que acredita que a vacina já estará disponível no começo do ano que vem. Covas classificou a vacina como uma “nova esperança” e disse que ela está numa fase adiantada de seu desenvolvimento.

Segundo ele, estudos preliminares mostram que ela consegue dar proteção acima de 90% aos indivíduos. “Particularmente estou muito otimista em relação à disponibilização dessa vacina aqui pro Brasil no final desse ano, começo do ano que vem”, afirmou.

ESPORTE: Daniel Alves diz que pode ajudar o São Paulo a melhorar, mas alerta: “Não sou o salvador da pátria”

O São Paulo perdeu mais uma partida no Campeonato Brasileiro após vir de um resultado positivo na rodada anterior (vitória sobre a Chapecoense). Na última quinta-feira, no estádio do Morumbi, o Tricolor foi derrotado por 2 a 0 pelo Fluminense. Depois do jogo, Daniel Alves analisou o momento do time.

Como a oscilação vem se tornando um hábito da equipe em 2019, o lateral pediu força mental ao elenco para que o time possa alcançar a vaga direta na fase de grupos da Libertadores, objetivo principal.

– A gente busca ter uma atuação equilibrada, porque isso que vai te manter nos objetivos. Eu acredito que temos que saber que somos uma equipe sobretudo no mental, são coisas que a gente tem que melhorar, tem que ter a frieza de ter um controle sobre si para não gerar as instabilidade que se cria dentro de um clube. Você pode errar, pode acertar, mas não pode desistir. É um sentimento que eu tenho e vou cometer erros, acertos, mas eu não vou desistir dos meus objetivos – afirmou Daniel Alves.

O lateral-direito teve mais uma atuação apagada contra o Fluminense. Pouco efetivo, ele teve dificuldades nos apoios ao ataque e ainda cometeu a falta que originou o primeiro gol do time carioca.

O rendimento ruim, porém, não foi só de Daniel Alves. No todo, o São Paulo fez uma de suas piores atuações sob o comando de Fernando Diniz. Mesmo com Alexandre Pato, Pablo, Hernanes e o próprio Dani Alves em campo, o jogo são-paulino não fluiu.

POR: GE

– Não sou o salvador da pátria, mas sou o que vai ajudar que a pátria seja um pouquinho melhor. Dentro dessa leitura a gente tem que seguir forte mentalmente. A gente sabe que o clube atravessa um momento não dos melhores da sua história. É normal que os torcedores e as pessoas exijam, porque o sentimento que eles têm é o mesmo que a gente tem de querer que o clube crie uma estabilidade, que o clube represente a história, volte a representar a história. Por isso que viemos para cá – afirmou o lateral.

A derrota da última quinta tirou o São Paulo do G-4 do Brasileirão. O Grêmio venceu o CSA, foi aos 53 pontos e abriu um ponto de vantagem para o Tricolor paulista, que agora é o quinto colocado.

– A margem está pequena, mas a gente está no comando do Diniz e a margem ela vai encurtando o espaço, porque os adversários de baixo também eles pressionam, são adversários qualificados também. Então a gente tem que pensar em nós e tentar melhorar as situações, tentar as vitórias e criar essa maturidade como equipe. A gente precisa entender o clube que a gente está e a necessidade do clube, senão você vai gerar sempre essa cobrança a mais – finalizou.

O São Paulo se reapresenta na manhã desta sexta para iniciar a preparação para o duelo contra o Athletico-PR, no próximo domingo, às 16h, no Morumbi, pela 32ª rodada do Brasileirão.





web