WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

pm ilheus



outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
videos


:: ‘PREFEITO MARIO ALEXANDRE’

Ilhéus: A entrega da Ponte Jorge Amado; uma questão de ordem pública

A tese que defende a entrega da Ponte Jorge Amado no aniversário dos 486 anos de Ilhéus sem a presença da autoridade maior do município e comissário do povo ilheense, o Prefeito Mário Alexandre, só pode ser produto de quem quer colocar Ilhéus na lata do desprezo. Afinal, isso seria o mesmo que a negação pelo povo do seu próprio poder, legitimidade e representação; a renúncia expressa do recebimento de um presente, produto do próprio suor e trabalho.

Em pleno século onde a ordem democrática deve ser defendida, há aqueles que desprezam a legitimidade dada pelo povo de Ilhéus ao seu enviado político, para que este o represente conforme o consentimento conferido pelas urnas.

No entanto, todos sabemos que o que está em questão não é o brio do povo ilheense, o orgulho no peito de pertencer à uma terra abençoada, pois isso o ilheense tem de sobra, mas o que há são as façanhas e politicagem dos que não respeitam o princípio democrático e a ordem pública, na busca de subverter o respeito que o povo tem e deve ter por si mesmo.

O ilheense não é besta, por isso, não vos enganeis! Pois ninguém é aniversariante de uma festa e se recusa a receber os parabéns, a apagar as velinhas e a cortar o bolo. Somente um povo muito sem noção, gostaria de cometer uma aberração política dessa e de ser usurpado do próprio direito, seu por legitimidade! O prefeito Mário Alexandre é a liderança, a voz e a presença do povo ilheense.

Obrigado prefeito Marão por fazer por Ilhéus, por lutar pela realização desse grande sonho que é a entrega da primeira ponte estaiada da Bahia e a maior obra já realizada na história da cidade, gravada na sua gestão! Obrigado por logo no início do seu governo, em audiência pessoal com o Governador, ter requerido a celeridade da obra da nova ponte, que estava bem devagar. E com o pedido aceito, num aperto de mãos com o Governador, sensibilidade e sintonia unidas para o bem de Ilhéus, hoje esse sonho virou realidade! O povo sabe do seu trabalho e contribuição! Obrigada por cuidar todos os dias de sua gente! O sentimento do ilheense é que o senhor se recupere logo e realize junto com Rui Costa essa entrega tão sonhada!

Por: Léo Novais

Ilhéus: Prefeito solicita ao Governo do Estado melhorias de trafegabilidade em acesso à nova ponte

Dando continuidade às obras da nova ponte e visando melhores condições de trafegabilidade, o prefeito Mário Alexandre requereu junto à Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia (Seinfra) alternativas para o trânsito na região central, com a construção de alça de retorno na altura da Praça Misael Tavares, no bairro Cidade Nova. O serviço viabilizará ao condutor acesso com maior fluidez a outras vias da cidade.

“A Prefeitura realiza um trabalho pontual de engenharia, consolidado em um plano de mobilidade urbana que visa proporcionar trânsito seguro e bem-estar à população”, destacou Mário Alexandre.

Os veículos que transitam da zona Sul à zona Norte, com passagem pela nova ponte, terão essa opção, sem necessariamente concentrar o fluxo na Avenida Soares Lopes. O serviço também contempla a pavimentação da Avenida Vereador Marcus Paiva, que fará a interligação com a Avenida Canavieiras e possibilitará o retorno ao Centro.

Ilhéus e Itabuna com indicadores de má gestão pública no índice de Gestão Fiscal

POR: A REGIÃO

Itabuna e Ilhéus não sustentam a sua estrutura burocrática, de servidores da Prefeitura e a Câmara Municipal. Ilhéus, com Índice Firjan de Gestão IFG de 0,1850, e Itabuna (0,2988) estão entre os 1.856 municípios que não se sustentam porque a receita local não é suficiente para cobrir os gastos com a própria estrutura e a Câmara de Vereadores.

Na média, esses municípios gastaram em 2018 R$ 4,5 milhões com estas despesas, mas só tiveram receita local de R$ 3 milhões. Os indicadores negativos da má gestão pública estão publicados no Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) 2019, com base nos dados fiscais de 2018.

Ele é composto dos indicadores Autonomia, Gastos com Pessoal, Liquidez e Investimentos. A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) avaliou o desempenho econômico de 5.337 cidades brasileiras. A conclusão é que 73,9% estão em situação fiscal difícil ou crítica.

Nestas cidades, o gasto total para sustentar a estrutura administrativa correspondente a R$ 12 bilhões, próxima do destinado à Saúde, que ficou em R$ 14 bilhões. Isso mostra que o federalismo fiscal falhou. “Há algo errado no federalismo”, observou o gerente de estudos econômicos Jonathas Goulart.

Cidades sem autonomia

O pior resultado entre os indicadores foi o de Autonomia, que verifica a relação entre as receitas com origem na atividade econômica do município e os custos para a manutenção da administração. Para equilibrar, as cidades precisam aumentar em 50% os recursos próprios.

Mas isso, na visão da entidade, é improvável, uma vez que nos últimos 5 anos suas receitas locais tiveram aumento real de apenas 9,6%. O índice Firjan aponta que apenas 4 municípios baianos atingiram o nível de “gestão de excelência”.

Estão na lista seleta Salvador, também primeira entre capitais; Candeias, na RMS; Barrocas, na região sisaleira, e Feira de Santana. As quatros atingiram níveis superiores a 0,8 ponto no Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFJF). A pontuação vai de 0 a 1.

Praticamente 90% das cidades baianas têm gestão fiscal difícil ou crítica. O relatório mostra dificuldade de caixa nas prefeituras, negligência na administração das verbas, aumento da folha, comprometimento com restos a pagar e pouca ou nenhuma capacidade de investimeno.

Os piores municípios

Entre os municípios com pior gestão, 265 cidades (63,5%), sendo que Anagé, no Sudoeste, é o pior, seguido de Coaraci, Itaquara, Dário Meira, Itambé, Jeremoabo, Senhor do Bonfim, Coração de Maria, Água Fria e Santanópolis. Todos eles estão abaixo de 0,4.

Na condição de “dificuldades” estão 108 municípios, ou 25,9%. Os piores nesta faixa são Itaguaçu da Bahia, Cabaceiras do Paraguaçu, Canarana, Nova Itarana, Sebastião Laranjeiras, Monte Santo, Itapetinga, Riacho de Santana, Serra do Ramalho e Juazeiro.

O IFG Autonomia mostrou que 71% das prefeituras do Nordeste e 45,6% do Norte não se sustentam. O desempenho foi melhor só em 3,2% das cidades do NE e 6,1% do N. Na região Sul, 6,6% receberam zero no indicador, no Centro-Oeste 16,4% e no sudeste, 18,6%.

Para os economistas da Firjan, a baixa geração de receita no município explica as disparidades regionais. No Nordeste e no Norte, a receita local líquida por pessoa é um terço das outras. A menor é a do Nordeste (R$ 298) e a maior a do Sul (R$ 1.294).

Ilhéus: Porto Sul estima colocar a Bahia como 3º maior produtor de minério de ferro do país

O Porto Sul será instalado em Ilhéus, no sul da Bahia, e colocará a Bahia como terceiro produtor de minério de ferro do País. A estimativa é da Bahia Mineração (Bamin), empresa responsável pelo projeto, que prevê produzir 18 milhões de toneladas/ano para o mercado internacional. Na tarde de segunda-feira (9), o prefeito Mário Alexandre recebeu uma equipe da TV Santa Cruz, emissora afiliada à Rede Globo para falar sobre o tema.

Quando perguntado sobre a expectativa de uma obra que beneficiará todo a Bahia, sendo Ilhéus a “cereja do bolo”, o prefeito classificou a obra como viável e promissora, principalmente na geração de emprego e renda. “São quase dez bilhões em investimentos, e isso gera uma expectativa na cidade. Ainda no primeiro semestre de 2020, acompanharemos o início dessa obra. Estamos lutando junto aos governos estadual e federal”, arrematou Mário Alexandre.

Passo importante – Os bons ventos do desenvolvimento cravaram avanços. Em Ilhéus, os resultados aproximam o projeto da sua concretização. Em maio último, o governador Rui Costa e representantes da Bamin assinaram o termo de unificação dos terminais do Porto Sul e a constituição da Sociedade de Propósito Específico (SPE), para a construção do empreendimento. A assinatura do termo permite o início do processo de desapropriações necessário à implantação do Porto.

A unificação dos terminais deve assegurar o aumento da eficiência operacional do Porto Sul, a partir do uso compartilhado, pelo Estado e a companhia, das estruturas marítimas e terrestres do equipamento. O projeto Pedra de Ferro, é um projeto greenfield integrado que inclui mina, ferrovia e porto, combinados a alta qualidade e tecnologia. A previsão de implantação da Mina Pedra de Ferro é para o segundo semestre de 2020 e das operações em 2024.

Empregabilidade – A obra do Porto Sul é considerada fundamental para a exportação do minério de ferro, proveniente da mina Pedra de Ferro, que fica no município de Caetité. Os empreendimentos devem gerar milhares de empregos diretos e indiretos na implantação, e 1.500 empregos diretos e 9 mil indiretos na operação. Comprometida com o desenvolvimento regional, a empresa tem como meta a contratação de pelo menos 60% da mão de obra local.

Para alcançar esta meta, a empresa possui um programa de qualificação profissional em parceria com o Senai, o Mina de Talentos, que tem como objetivo preparar a mão de obra local para as oportunidades de trabalho que surgirão nas regiões, tanto nas operações da BAMIN quanto em outros empreendimentos. O programa já qualificou mais de 1,3 mil trabalhadores e este ano já promoveu duas etapas em Ilhéus com 180 trabalhadores qualificados em funções que serão demandadas na construção do Porto Sul.

Sobre o Porto Sul – O Porto Sul, localizado no distrito de Aritaguá, na zona sul de Ilhéus, receberá as cargas transportadas pela Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL) para seguir para os mercados internacionais. O Estado da Bahia e BAMIN são sócios, com responsabilidade e papéis diferentes, no entanto ambos têm participação ativa nas decisões que envolvem o empreendimento.

ILHÉUS: Manifestação em prol da saúde infantil desfilará no 7 de setembro

EM MEMÓRIA DESSES ANJOS.

Familiares de crianças que morreram no Hospital Vida Memorial, mães, pais e ilheenses estarão neste 7 de setembro fazendo uma nova manifestação em prol de todas crianças da cidade de Ilhéus.

O intuito principal desse manifesto é cobrar do prefeito, dos vereadores e da secretária de saúde de nossa cidade um posicionamento e ações efetivas sobre:

  1. Os casos de óbitos que ocorreram e ainda não foram investigados.
  2. A falta de profissionais Pediatras atendendo no hospital.
  3. A falta de diagnósticos corretos e precisos.
  4. A falta de atenção e a demora nos atendimentos às crianças.
  5. Necessidade de uma UTI Móvel disponível para o atendimento infantil.
  6. Urgência na construção de UTI neonatal e pediátrica que conforme acordo estadual será implantada na nossa cidade.
  7. A falta de fiscalização dos atendimentos prestados pelo hospital responsável pelo atendimento SUS pediátrico.

“Convocamos você que assim como nós pais, mães e familiares cansados de ver as injustiças acontecendo na nossa cidade. Vamos dizer um basta para todo esse descaso que está acontecendo com a saúde de nossas crianças”, disse Uallesong, um dos responsável pela organização do manifesto, em entrevista a RADIO SANTA CRUZ AM.

ILHÉUS: Prefeitura e Sindicato dos Servidores Públicos assinam acordo coletivo 2019

Foi assinado na manhã desta sexta-feira (16), o acordo coletivo entre a Prefeitura Municipal e o Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos de Ilhéus (Sinsepi). Além do prefeito Mário Alexandre, o ato contou com a presença do presidente do sindicato, Joaques Silva (Joca) e representantes sindicais da categoria.

Os avanços foram conquistados durante as reuniões da mesa de negociação pela atual Administração. Com a assinatura do acordo coletivo, pela terceira vez consecutiva, houve revisão geral anual que evitou perda inflacionária do salário do servidor municipal, acumulando ganhos de 13,36%, sendo 3,75% da campanha deste ano.

Durante o encontro, o chefe do Executivo ilheense lembrou aos representantes sindicais, as conquistas obtidas pela categoria, a exemplo dos reajustes no ticket alimentação nos últimos dois anos e sete meses do seu governo, o que resultou um ganho expressivo de 125% a mais sobre o valor creditado se comparado com a antiga gestão.

Na oportunidade, informou que já encaminhou à Câmara, projeto de lei que reconhece os servidores gerais, o ofício de salva-vidas. “O interesse do município é ver o servidor realizado, o que não se via antes, quando por quase cem dias, ficavam parados na porta da Prefeitura em greve de fome, esperando o prefeito atender”, lembrou o prefeito.

E completou. “O que representava no passado medo e perseguição, hoje, estou como um prefeito, reconhecido por dialogar em meu gabinete, como faço com vocês, os verdadeiros representantes dos servidores, por entender que o maior patrimônio de uma cidade é o servidor”.

Foi garantido no acordo o envio de Projeto de Lei para dar gratificações e auxilio proteção solar para os servidores que trabalham na varrição, além de assegurar melhorias no ambiente de trabalho, promovendo mais segurança e qualidade de vida aos servidores municipais.

Por sua vez, o presidente do Sinsepi, Joaques Silva (Joca) afirmou que “o município de Ilhéus tem um prefeito que realmente cumpre com suas obrigações como gestor, reconhece a importância do servidor e o ajuda. Foi um ano de vitória e ano que vem teremos mais vitórias para o servidor público municipal”.

Ilhéus: MARÃO MUDA DE IDEIA E EXONERA VALMIR FREITAS, PRESO NA OPERAÇÃO CHAVE E

Por volta das 18h de ontem (15), a Prefeitura Municipal de Ilhéus encaminhou uma nota oficial em que afirmava que o secretário de agricultura, Valmir Freitas, preso preventivamente na Operação Chave E, deflagrada na manhã do dia anterior, seria “afastado provisoriamente” de sua função. No entanto, às 20h50 o Diário Oficial do município anunciou a exoneração de Valmir. Na nota, o prefeito justificava que o afastamento de Valmir se dava pela sua impossibilidade de exercer as funções inerentes ao cargo de secretário.

O tabuleiro

ILHÉUS: Prefeito faz balanço positivo, destaca potencialidade ambiental e projeta Ilhéus para o mundo

No final do encontro que reuniu cidades brasileiras e estrangeiras para debater biodiversidade, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre afirma que conseguiu integrar temas importantes ligados ao planejamento urbano de forma mais efetiva e estratégica. Satisfeito com os resultados, Mário apresentou, em Washington, um conjunto de boas práticas que classificam Ilhéus como um município verde. O evento Plataforma Global para Cidades Sustentáveis (GPSC) foi realizado de 8 a 10 de maio, na sede do Banco Mundial, nos Estados Unidos.

No encontro, especialistas de cidades brasileiras e estrangeiras participaram de diferentes grupos para trocar experiências e propostas em variadas perspectivas. “Os fóruns eram marcados por muitos debates. Nas mesas, os desafios, soluções e sugestões para a implementação de uma agenda verde para os próximos dez anos. Durante nossa apresentação, as atenções se voltaram para Ilhéus, e as propostas de manter nosso capital natural preservado ultrapassaram as expectativas”, destacou o prefeito.

Para o chefe do executivo ilheense, o encontrou nos Estados Unidos trouxe ganhos exponenciais para Ilhéus e a Bahia. “O governador Rui Costa assinou um memorando de entendimentos com a Forever Oceans, para instalação de empreendimento de maricultura na Bahia. A empresa norte-americana pretende investir U$ 60 milhões na criação de peixes na costa de Ilhéus, ou seja, serão gerados cem empregos diretos e quatrocentos empregos indiretos”, comemorou.

Mário Alexandre salienta ainda que agendas como a GPS, priorizam a integração da biodiversidade e do capital natural no processo de planejamento urbano local. “Tudo isso incentiva a geração de benefícios econômicos e sociais. Ilhéus é uma cidade competitiva em vários aspectos. Possui ótimo índice de qualidade de vida e bem-estar e isso desperta o interesse de instituições como o Banco Mundial e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em apoiar projetos como o nosso”.

Apresentação – Para o evento, o município preparou uma apresentação falando sobre a história da antiga Capitania Hereditária, que se tornou vila e conhecida por ambientar os romances de Jorge Amado. No conteúdo, a cidade é conhecida como a capital do cacau e baseia-se, atualmente, na agricultura, turismo e indústrias. A estratégia contém ainda os investimentos que o município recebeu em infraestrutura, além do levantamento de todo o capital natural que endossa o lugar como um município verde.

Investimentos – Na apresentação, os planos de mobilidade urbana implantadas pela atual gestão dão direito de se deslocar pela cidade e acessar os diversos serviços que ela oferece. Destaques para os investimentos na Orla Sul; Hospital Regional Costa do Cacau; primeira ponte estaiada da Bahia; duplicação da BR-415, Rodovia Jorge Amado; Porto Sul e Fiol.

Com o Programa de Metas, o município de Ilhéus foi a terceira cidade do Brasil a ter a Lei do Plano de Metas como uma obrigatoriedade estabelecida em sua Lei Orgânica (art. 73, Emenda de Junho de 2008). O inventário arbóreo catalogou cerca de 5.131 árvores, com 326 espécies identificadas. Além disso, o plantio de mil mudas nativas em áreas urbanas coloca Ilhéus na rota das prioridades ambientais.

No bojo da potencialidade ambiental, a estratégia apresentou ainda o maior parque urbano do país de mata primária – Parque Natural Municipal da Boa Esperança, Parque Municipal marinho Pedra dos Ilhéus, Corredor Ecológico lagoa Encantada – Serra do Condurú; APA da Lagoa Encantada e Rio Almada; Parque Estadual Serra do Condurú; Reserva da Vida Silvestre de Una.

O Programa de Serviços Ambientais estima a construção de uma governança para a sustentabilidade. Mananciais da Bacia do Iguape que abastece hoje 70% do município. Por sua vez, o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB).A cidade possui 53% de cobertura vegetal, 48% de cobertura da rede de esgoto com tratamento de 80%.

Outro ponto forte foi a apresentação do Plano Municipal de Recuperação da Mata Atlântica, que contempla o diagnóstico da situação atual da Mata Atlântica e seus ecossistemas associados do município de Ilhéus e indica ações prioritárias para a conservação e recuperação da vegetação nativa e da biodiversidade da Mata Atlântica no município.

Por fim, o apoio à Cooperativa de Catadores de material reciclável, com a inclusão social dos catadores de material reciclável tem de contar com o apoio de todas as esferas de governo para que possa realmente se efetivar a sua atividade. Atuação na promoção da reciclagem e destinação dos resíduos, permitindo o seu retorno à cadeia produtiva.

Com isso, Ilhéus pretende integrar as estratégias de biodiversidade no planejamento urbano e assegurar a operacionalização da preservação do capital natural. O município tem o desafio de quantificar sua biodiversidade, dentro da agenda do plano de Desenvolvimento Urbano Verde, a fim de se tornar uma cidade piloto apoiado pela Plataforma Global para Cidades Sustentáveis (GPSC).

ILHÉUS: MARÃO VAI ANUNCIAR NOVOS SECRETÁRIOS

O prefeito de Ilhéus, Marão (PSD), deverá anunciar ainda essa semana a mudança no primeiro escalão do seu governo. O prefeito viajou para Brasília e quando retornar deverá fazer as mudanças no seu secretariado.

O prefeito está conversando com vários partidos com o objetivo de ampliar sua base e dá o novo gás ao governo. A expectativa é grande dentro do governo.

POLÍTICOSDOSUL

Ilhéus: Prefeitura orienta sobre novas regras de concessão de passagens e diárias para servidores públicos

A Prefeitura de Ilhéus promoverá, nesta quarta-feira (13/2), o 9° Ciclo de Orientações CGM, com o tema “Novas regras para autorização de viagens oficiais de agentes públicos no âmbito do Poder Executivo do Município, com concessão de passagens e diárias”.

O evento tem por objetivo orientar os servidores municipais que desempenham atividades de elaboração de solicitações de passagens e diárias destinadas aos agentes públicos do Município de Ilhéus, bem como suas respectivas comprovações, quando estes realizarem viagens oficiais de interesse ou a serviço da Administração Municipal, em virtude da nova regulamentação estabelecida pelo Decreto n°. 014/2019, assinado pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre.

O novo decreto visa dar eficiência ao processo de solicitação e concessão de passagens e diárias, implantar mecanismos de controle mais eficazes nas comprovações e implementar boas práticas de transparência na utilização de recursos públicos com estas finalidades.

A capacitação será ministrado pela Controladoria-Geral do Município, com início às 15h, no Auditório da Prefeitura (localizado do bairro Conquista).











rl consultoria




web