WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

pm ilheus



novembro 2020
D S T Q Q S S
« out    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
videos


:: ‘Itabuna’

ILHÉUS/ITABUNA: Gestão péssima faz eleitor rejeitar “Cuma” e Marão

POR: A REGIÃO

Fernando Gomes e Marão – prefeitos das duas maiores cidades do sul da Bahia. Duas pesquisas, feitas pela respeitável Sócio Estatística, mostram um panorama nada animador para os dois e justificam porque Itabuna perdeu mais de 7 mil habitantes e Ilhéus 14 mil.

As taxas de rejeição são recorde. O prefeito de Itabuna, Fernando “Cuma” Gomes, é considerado péssimo por 54,48% dos entrevistados e ruim por outros 16,79%, somando 71,27%. Na outra ponta, apenas 4,98% o consideram bom e 1,37%, ótimo.

Em Ilhéus, a pesquisa da Sócio Estatística mostra que a gestão do prefeito Mário Alexandre Souza, o “Marão”, é considerada péssima por 34,86% e ruim por outros 18,33%, somando 53,19% de rejeição. Apenas 2,49% o acham ótimo e 10,56%, bom.

História repetida

Nas outras vezes em que Gomes foi prefeito de Itabuna, a história se repetiu. Em todas ele saiu do governo com altíssimas taxas de rejeição, deixando no rastro dívidas monumentais, salários em atraso, a cidade abandonada e destruída. Nada indica que será diferente em 2020.

A população se queixa de praticamente todos os setores, mas elencou como os mais prejudicados pela gestão de Gomes a segurança, a saúde, o desemprego, a educação, o saneamento básico, a pavimentação das ruas e o transporte público.

Mas ele não está sozinho. Perguntados em quem não votariam de jeito nenhum, os entrevistados colocaram os ex-prefeitos Geraldo Simões e Vane no topo da lista, com mais de 70%. Depois vem Azevedo (outro ex-prefeito), Son Gomes, Capitão Fábio, Davidson Magalhães e Augusto Castro.

Polarização

As intenções de voto indicam uma polarização entre Dr. Mangabeira (20,6%) e Capitão Azevedo (17,2%), com Augusto Castro (12,4%) perto deles. O resultado é igual na pesquisa estimulada e na espontânea, com uma margem de erro de 4,5%.

No cenário mais provável, eles são seguidos de Geraldo Simões com 5,8% e Fernando Gomes com 4%. Depois tem Eric Júnior, Edmilton Carneiro e Charliane Sousa com 1,9% cada; Jairo Araújo com 1,2%, Babá Cearense com 0,7% e Maruse Xavier com 0,2%.

Na espontânea, onde o entrevistado lembra livremente de um nome, Mangabeira tem 14,55%, Azevedo 13,06% e Augusto Castro 8,46%. São seguidos de Fernando Gomes (3,61%), Geraldo simões (3,36%), Dr Eric e Edmilton Carneiro (1,49%) e Charliane (1,12%). Os outros tem menos de 1%.

EM ILHÉUS

Pesquisa de opinião da empresa Sócio Estatística realizada de 13 a 17 de agosto, em Ilhéus, mostra um empate técnico entre Cacá Colchões, Valderico Júnior, Jabes Ribeiro, Marão quatro dos principais nomes que podem disputar o comando da prefeitura em 2020. Foram entrevistadas 1004 pessoas e a margem de erro é de 3% para mais ou menos.

Na pergunta estimulada: “Se a eleição fosse hoje e os candidatos fossem estes, em quem votaria?”, os resultados foram os seguintes:

Cacá Colchões 9.86%;

Valderico Júnior 9.36%,

Jabes Ribeiro 8.47%

Mário Alexandre  – Marão 8.07%

Cosme Araujo 7.87%

Bebeto 5.38%

Outro 3.49%

Jorge Luís 3.29%

Professor Reinaldo 3.09%

Nazal 2.79%

Alcides Krushewsky 2.79%

Nilton Cruz 1.49%

Marlon Silveira 0.90%

Adélia Pinheiro 0.80%

Luís Uaquim 0.30%

Na espontânea: “Já tem candidato a prefeito?” a Sócio Estatística colheu os seguintes resultados:

Não 70.52%

Não respondeu 15.34%

Marão/Mário 4.18%

Cacá/Cacá Colchões 2.99%

Valderico Júnior/Valderico/Jr  1.89%

Cosme Araujo/Cosme 1.16%

Jabes/Jabes Ribeiro 1.0 %

Bebeto 0.50%

Nazal 0.50%

Alcides 0.30%

Rui 0.30%

Professor 0.20%

Augustão 0.10%

Jorge/Jorge Luiz 0.20%

Pro Reinaldo 0.10%

Sim. Quem? 0.10%

O uso do ponto em numerações com casas decimais remete à formatação original do relatório da Sócio Estatística.

ITABUNA: População sofre com crise na Saúde; Dois hospitais fechados e três sob ameaça de encerrar atividades nos próximos dias

POR: A TARDE

Dois hospitais fechados e três sob ameaça de encerrar atividades nos próximos dias. Unidades Básicas de Saúde que sofrem com falta de pessoal e de insumo, além de uma UPA e um hospital municipal que convivem com superlotação. Esse é o cenário da saúde pública em Itabuna (438 km da capital, no sul do estado), que já teve cinco secretários em dois anos e meio de gestão. Hoje, o município possui um titular interino na pasta, Geraldo Pedrassoli, que acumula a função junto com a diretoria financeira.

A crise estourou após a prefeitura  encerrar o contrato com o Hospital Infantil e Centro Médico Pediátrico de Itabuna (Cemepi), da iniciativa privada, e não renovar o convênio com o Hospital São Lucas, unidade filantrópica gerida pela Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, em 2018. Ambos acabaram fechando as portas.

Aumento na demanda

O fechamento das duas unidades causou um aumento exponencial da demanda nos outros hospitais filantrópicos da Santa Casa, o Calixto Midlej Filho e o Manoel Novais, e no Hospital Maternidade Ester Gomes, da Fundação Fernando Gomes, organização filantrópica criada pelo atual prefeito, Fernando Gomes (sem partido).

Com o aumento da demanda, os hospitais filantrópicos cobraram da Secretaria de Saúde um acréscimo no valor do repasse. A primeira cobrança aconteceu em maio deste ano, quando venceu o convênio do hospital Manoel Novaes. Sem condição para fazer um repasse de R$ 1,5 milhão a mais, a Secretaria de Saúde fez um acordo com a Santa Casa para encerrar o atendimento de portas abertas.

Hoje, a Santa Casa vive com endividamento pelo subfinanciamento da tabela SUS”André Wermann, diretor da Santa Casa

“Optou-se pelo fim da demanda aberta e adesão a uma demanda regulada. Essa unidade recebia 92% dos pacientes via SUS, um total de 260 pessoas por dia. Essa emergência nos custava R$ 650 mil por mês e nós tínhamos um repasse de 68 mil para ela”, revelou André Wermann, diretor administrativo da Santa Casa de Itabuna.

O contrato do município  com os hospitais da Santa Casa encerrou-se  dia 31 de julho. O atual cenário é de incerteza. Os funcionários das unidades convivem com atrasos no salário e os pacientes com a falta de medicamentos e interrupção de alguns atendimentos.

Wermann reclama do repasse de 1.2 da tabela SUS (unidade de referência da ministério) para a Santa Casa, e afirma que o caminho para resolver a crise é um financiamento tripartite, como estabelece a lei do  SUS.

“Essa tabela precisa ser custeada pela União, Estado e município. Não estamos pedindo nada para locupletar ninguém. Gastamos o resultado dos prestadores particulares com o SUS em nossas unidades. Estamos endividados e estruturando linhas bancárias para conseguir fôlego e não encerrar as atividades, pois R$ 68 mil/mês não arcam com uma equipe trabalhando 24 horas em uma emergência. Não dá para trabalhar com 1.2 da tabela SUS”, salientou o diretor.

É duro sair de Ipiaú para fazer quimioterapia e não ter remédio. O Calixto precisa de atenção”Samuel Correia, aposentado

O aposentado Samuel Correia, 73, saiu de Ipiaú – a cerca de 120 km de Itabuna – na última quarta-feira para fazer o tratamento de um câncer no hospital Calixto Midlej Filho, referência em oncologia na região, mas foi informado de que não poderia realizar o procedimento, por falta de um medicamento.

“Saí quatro horas da manhã de Ipiaú para chegar aqui e não ser atendido. A situação do hospital está complicada, tem boato de que há médicos que estão sem receber e que planejam sair, tenho receio de não  terminar meu tratamento”, lamentou.

Pedidos do gestor

A situação do Hospital Maternidade Ester Gomes é ainda mais complicada. O prazo para renovação do contrato  acabou no dia 29 de julho, sem  atualização.

Um ofício enviado pelo secretário interino de saúde, Geraldo Pedrassoli, última sexta-feira, pedia que o hospital não encerrasse as atividades que o município se comprometia a pagar os serviços de pediatria e obstetrícia. Até o fechamento desta edição, a unidade seguia atendendo.

A maternidade possui  estrutura para baixa complexidade e não dispõe de equipamentos auxiliares no  diagnóstico, como raio-x, segundo informou a auxiliar de produção Larissa Souza, que passou por uma situação delicada com a filha de 2 anos no local. A menina foi diagnóstica com pneumonia  e regulada para o Hospital Manoel Novaes. Ao chegar lá, o médico de plantão não aceitou a criança, pois precisava de um raio-x anexado ao relatório. “Eu tive que sair com minha filha doente nos braços até uma clínica particular, onde paguei 60 reais para fazer a radiografia e conseguir a internação. Isso é um absurdo, uma humilhação”, desabafou.

A dona de casa Ruth Rodrigues foi atendida na Maternidade Ester Gomes, que não comporta a elevada demanda e fica situada em um local distante da cidade. Ela afirmou que “depois que ocorreu o fechamento do Cemepi e do Manoel Novais a saúde do município virou um completo caos”.

EM MEIO AO CAOS, PREFEITO CULPA GESTÕES PASSADAS

O prefeito Fernando Gomes concedeu uma entrevista coletiva última quarta-feira, 28, e acusou gestões anteriores, repasses insuficientes do SUS e  prometeu usar a UPA como emergência pediátrica e obstétrica, caso ocorra o fechamento da maternidade que leva o nome dele. “Ser prefeito hoje é difícil com os recursos que temos.  Administrar uma falência por incompetência do passado é complicado. Vou fazer uma auditoria para apurar tudo, quero ver se o dinheiro está sendo gasto com medicamentos, se tem gente recebendo sem trabalhar”, afirmou Gomes.

O secretário interino da área, Geraldo Pedrassoli, disse que as  filantrópicas estão “querendo um valor muito alto, e que a secretaria não consegue repassar”. Ele revelou que deixará a pasta por não haver condições técnicas de continuar na função.

O vereador Jaime Araújo (PCdoB), entrou com uma representação no Ministério Público (MP-BA), pedindo que a prefeitura restabeleça a demanda aberta no Hospital Manoel Novaes e criticou a fala do prefeito: “O povo de Itabuna sofre com essa má gestão, principalmente quem faz tratamento contínuo. A saúde na cidade está um caos por causa da redução da oferta, e agora ele fala de auditoria, como ele é o prefeito e não sabe como está a pasta?”.

A crise afeta também as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Falta de pessoal, médicos, insumos e medicamentos prejudicam o funcionamento.

O MP entrou com  ação pedindo que a prefeitura restabeleça os serviços. A 1ª Vara da Fazenda Pública concedeu liminar exigindo que o município  reestabeleça o funcionamento no prazo de seis meses, sob pena de multa de R$ 5 mil por dia.

Em meio ao caos,  sofrem as mães, como Cirlândia Ferreira, que não   marcou  tratamento com  fonoaudiólogo e  fisioterapeuta para  o filho, com paralisia crônica. A  estudante Ana Clara sofreu para ser atendida na UPA, tendo que carregar por longo tempo a filha de cinco meses nos braços.

FERNANDO GOMES RESPONDE A PROCESSOS NA JUSTIÇA

No quinto mandato como prefeito de Itabuna, o primeiro deles em 1977, Fernando Gomes parece ter a saúde como centro de problemas nas gestões. A área, inclusive, foi responsável por dois dos vários processos judiciais aos quais ele responde atualmente.

Uma das ações, movida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), refere-se ao mandato  entre os anos de 1997 e 2000. Ele é réu por irregularidades na aplicação de recursos do Piso de Assistência Básica do Sistema Único de Saúde (PAB/SUS), nos exercícios de 1999 e 2000. As ilegalidades foram verificadas em fiscalização feita pelo Ministério da Saúde. O caso acabou sendo alvo de processo no Tribunal de Contas da União (TCU) para apurar responsabilidades por danos à administração pública.

A ação do MP-BA, no valor de R$ 270,3 mil, está em tramitação na 1ª Vara da Fazenda Pública de Itabuna. A última movimentação no processo foi em abril de 2018.

 

Agricultura familiar

O prefeito é réu em outro processo na mesma Vara, por irregularidades  em um convênio com valor de R$ 2,1 milhões.

A verba veio do então Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome para um programa de agricultura familiar. O caso está em andamento.

Questionado sobre os processos, Gomes disse que não falaria sobre o assunto.

A dança das cadeiras na Secretaria de Saúde de Itabuna começou em 2017, primeiro ano da gestão do prefeito Fernando Gomes,  quando Vitor Lavinsky pediu exoneração e escreveu uma carta aberta criticando o prefeito, alegando que na condução da coisa pública,  “a forma sugerida, muitas vezes, fugia ao que mandam os preceitos da legalidade”.

Ele foi substituído pela enfermeira Lísias Miranda, que ainda em 2017 denunciou a diretora da Central de Regulação, Maria José da Gama, de estar cometendo irregularidades que envolviam contratação de funcionários fantasmas, liberação de consultas, exames acima da cota permitida e por conluio com fornecedores – entre eles um instituto de tomografia com sede no Espírito Santo.

ITABUNA: JOVEM É MORTO A TIROS NO ALTO DA CONQUISTA

POR; VERDINHO ITABUNA

O final de semana em Itabuna começou, e com ela a violência. Uma pessoa  foi assassinada a tiros por volta das 18 horas, no bairro Alto da Conquista, que fica ao lado do bairro Maria Pinheiro.

O SAMU 192 foi até o local, e deu óbito da vítima.  A polícia militar está isolou o local do crime até a chegada do Departamento de Polícia técnica.

A vítima foi identificada como Matheus Venâncio de Souza, de 23 anos. Ele foi assassinado por três tiros, em frente à escola Grupo Escolar Maria Pinheiro na Rua São Jorge do bairro Alto da Conquista.

Mateus não morava no bairro onde foi assassinado, mas tinha parentes próximo onde foi executado. De acordo com informação do tio de Matheus, ele era morador do Loteamento Gegeu Rocha, no bairro Fonseca em Itabuna.

No local do assassinato, o Departamento de Polícia Técnica encontraram três cápsulas de pistola calibre 380. O corpo foi removido e encaminhado para o IML de Itabuna.

A polícia ainda não sabe quem tirou a vida de Matheus que também era conhecido no mundo do crime como “Gino”.

ITABUNA: I Salão de Empreendedorismo será realizado no dia 27 no Teatro Municipal

A primeira edição do Salão de Empreendedorismo de Itabuna será realizado na próxima terça-feira (27), no Teatro Municipal Candinha Dórea. Promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE), com a parceria da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), o evento tem o objetivo de divulgar as políticas públicas de fomento ao empreendedorismo em suas diversas modalidades.

Aberta ao público, a programação acontece das 8 às 17 horas, com relatos de experiências de sucesso; debates sobre gestão, tendências de mercado e oportunidade de negócios; mesa de diálogo com jovens empreendedores da área de Tecnologia da Informação (TI); e apresentação de iniciativas como o CrediBahia, os Centros Públicos de Economia Solidária (CESOL), o programa Qualifica Bahia, o Contrate.BA e a Rede SineBahia.

Também serão expostas ações de fomento ao empreendedorismo executadas por universidades, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), Agência de Fomento do Estado da Bahia S/A (Desenbahia) e Cooperativas de Crédito.

“O empreendedorismo é hoje responsável por parcela significativa na geração de renda e desenvolvimento regional e o Governo da Bahia quer fomentá-lo ainda mais. Este salão, a exemplo de outros que realizaremos pelo interior, é uma excelente oportunidade para os empreendedores locais tomarem conhecimento das várias políticas que a SETRE desenvolve, para dar-lhes apoio, crédito, assistência técnica e mais visibilidade e perspectivas para seus negócios”, destacou o secretário da pasta, Davidson Magalhães.

ITABUNA: Competição busca soluções para cadeia produtiva do chocolate

“Como produzir e vender mais chocolate?”. Este é o tema do projeto Desafio Semeando Soluções, que acolhe projetos de estudantes ou profissionais de qualquer área, maiores de 18 anos, com foco no aperfeiçoamento da logística, produção e exportação do chocolate no contexto regional da Costa do Cacau. As duas melhores soluções ganharão vagas para o Empretec do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), cujo valor do programa é de R$1 mil, e as terceira e quarta colocações garantirão vagas para o programa Liderar Futuro. As inscrições para o desafio estão abertas até o dia 20 de agosto.

Iniciativa do Governo do Estado, com execução da Liga Universitária de Empreendedorismo, da Associação de Startups da Bahia e da Junior Achievement, a competição integra a programação do Salão de Empreendedorismo, que será realizado pelas secretarias estaduais do Trabalho Emprego, Renda e Esporte (SETRE) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), no Teatro Municipal Candinha Dórea, em Itabuna, no dia 27 de agosto.

As inscrições podem ser feitas por meio do endereço eletrônico http://bit.ly/semeandosol. O regulamento pode ser conferido em http://bit.ly/Semeandosolucoes.

ITABUNA: Sindicato dos Rodoviários dá calote em empresário de Ilhéus

Denúncia gravíssima dando conta que o Sindicato dos Rodoviários de Itabuna (SINDROD), filiado à Força Sindical, que tem como presidente, Arlensen Antero Sousa, emitiu um cheque no valor de R$ 5.500,00 (cinco mil e quinhentos reais), para pagamento a um empresário de Ilhéus, porém o banco não processou o pagamento em decorrência de divergência ou insuficiência da assinatura, possivelmente, a assinatura no cheque foi adulterada, foi recebida pelo site do Fabio Roberto.

De acordo com o empresário, o cheque foi emitido pelo Sindicato dos Rodoviários de Itabuna no dia 12 de julho de 2018, sendo que já completou 01 ano e, até o momento, a entidade não quitou a dívida, que só faz render juros.

 

Indignado, o empresário afirma que já perdeu a conta das vezes que ligou para tesouraria do Sindicato cobrando o pagamento, e, de tanto ser enganado, acredita que praticamente perdeu o dinheiro e que sofreu calote do Sindicato dos Rodoviários de Itabuna.

 

POR: FABIO ROBERTO

O banco, por sua vez, se negou a pagar, devido à divergência na assinatura, e para que o pagamento seja efetuado, o Sindicato deve dar um cheque novo com a assinatura correta, já que o documento não pode ser representado por conta da irregularidade.

ITABUNA: Prefeitura conclui pavimentação em 15 km de ruas e avenidas nos bairros Jorge Amado e Maria Matos

A Prefeitura Municipal de Itabuna concluiu os trabalhos de saneamento básico e pavimentação asfáltica nos bairros Jorge Amado e Maria Matos (Rua de Palha). Ao total, foram recuperados 15 km nas duas localidades, beneficiando a população que passou a contar com maior mobilidade urbana e melhoria na qualidade de vida. A próxima etapa do projeto que prevê a requalificação e humanização de sete bairros da zona oeste do município irá contemplar as comunidades dos bairros Santa Catarina, Nova Itabuna, Lomanto Júnior, Sinval Palmeira e Bananeira.

Com recursos originados do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC II (Pacão) – do Governo Federal, o projeto recebeu uma ação complementar da Empresa Municipal de Águas e Saneamento de Itabuna (Emasa), que realizou a construção de caixas domiciliares, além das ligações dos imóveis com a rede geral de esgotos. Em locais que possuem apenas os terrenos sem imóvel construído foram feitos os ramais que facilitarão as ligações da rede geral no futuro.

O secretário de Administração, Dinailson Oliveira, pontua que esses investimentos foram viabilizados após o esforço do município em reaver recursos do PAC II, perdidos em decorrência da falência da empresa licitada anteriormente. A partir de agora, segundo Dinailson, “a prefeitura esta fiscalizando in loco cada detalhe operacional das obras, cumprindo uma determinação prefeito Fernando Gomes, que sempre vistoria e acompanha a execução das obras no município, garantido a qualidade do serviço”, ressalta.

Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da população, o prefeito Fernando Gomes tem desempenhado esforços para que a administração municipal possa intervir nos bairros mais afastados do centro da cidade. Nesta semana, o projeto de requalificação e humanização dos bairros da zona oeste de Itabuna segue em execução no bairro Santa Catarina, com a pretensão de melhorar não somente a mobilidade urbana, mas criar opções de lazer para a comunidade, garantindo segurança e uma vida melhor.

ITABUNA: Após deboche, falso dentista blogueiro é alvo de mandado de busca e apreensão

Uma ação policial cumpriu mandados de busca e apreensão no consultório onde um estudante de odontologia atendia pacientes irregularmente, na manhã desta terça-feira (30), em Itabuna, sul da Bahia. O alvo da operação não foi preso.

O estudante Paulo Henrico Almeida, que tem 38 anos, é investigado pelo crime de exercício ilegal da profissão em Itabuna e em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. Em Conquista, em maio deste ano, o Conselho Regional de Odontologia (CRO) o denunciou pela atuação irregular.

Além do cumprimento dos mandados de busca e apreensão no consultório onde Paulo Henrico atendia pacientes, a polícia também proibiu o suspeito de frequentar a clínica, se comunicar com as testemunhas e de exercer qualquer atividade na área odontológica até a finalização do inquérito policial.

Conforme o delegado Humberto Matos, responsável pelo caso, apesar de atuar em Itabuna como dentista, Henrico Almeida ainda não concluiu o curso. Durante as buscas no consultório, foram encontrados documentos que comprovam que o homem vinha atendendo pacientes mesmo sem a diplomação.

Estudante já havia sido denunciado em Vitória da Conquista — Foto: Reprodução/Redes SociaisEstudante já havia sido denunciado em Vitória da Conquista — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Estudante já havia sido denunciado em Vitória da Conquista — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Segundo o delegado, além do consultório, que fica na Rua Avenida Princesa Isabel, onde foram apreendidos recibos e computadores, a polícia também realizou buscas na casa de Henrico.

Ainda de acordo com Humberto Matos, o estudante também vai ser investigado pelo crime de estelionato.

“Tem várias pessoas, vítimas, que representaram contra ele. Além do exercício ilegal, ele ameaçava os pacientes que reclamam das consultas. Sem falar no crime de estelionato. Muitas vezes ele passava um valor acima do combinado nas máquinas de cartão de crédito e débito”, disse o delegado.

De acordo com a polícia, Paulo Henrico tem passagem pela Justiça Federal por desvio de verba e associação criminosa.

Conforme o advogado de Paulo Henrico, ainda não há uma denuncia concreta da polícia contra o cliente dele, que não atuava como dentista nas clínicas, mas como administrador

Vitória da Conquista

O homem foi denunciado pela primeira vez em maio de 2019, quando ele atendia em uma clínica de Vitória da Conquista.

Na época, o CRO disse que o estudante não poderia exercer a profissão, mas postava várias fotos em redes sociais, onde aparecia atuando como dentista. O conselho informou ainda que várias pessoas procuraram o órgão para denunciar o rapaz.

Na época, em entrevista à TV Sudoeste, afiliada da TV Bahia em Vitória da Conquista, Henrico disse, por telefone, que não atua como dentista, e que é estudante e dono da clínica. No seu perfil em rede social, no entanto, ele se autointitula doutor e oferece serviços de implantes dentários, lentes de contato dentárias, bem como aplicação de botox e ácido na biografia da rede.

No mesmo perfil, Henrico compartilhava fotos de procedimentos sendo realizados. Depois da denúncia do CRO, ele compartilhou mensagem nas redes sociais em que diz que está sendo apedrejado porque está entre os melhores. “Toda vez que vocês falam de mim, eu fico mais rico”, diz um trecho do post. [Veja publicação abaixo]

Ele diz ainda que gosta da fama e da ascensão e que, enquanto as pessoas denunciam, ele está comprando vários apartamentos em Miami, nos Estados Unidos.

Conselho de odontologia denuncia estudante por atuação irregular e jovem comenta na web: ‘Toda vez que falam eu fico mais rico’ — Foto: Reprodução/Redes Sociais

INF: G1

ITABUNA: Mulheres roubam loja de roupas e são presas em hotel

Duas mulheres são suspeitas de roubar roupas na loja Max Shop, na Avenida Cinquentenário, centro de Itabuna, no sul da Bahia. De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 10h, policiais do 15º Batalhão de Polícia Militar foram acionados pelo Cicom.

Durante rondas na Avenida Cinquentenário, a guarnição prendeu as duas envolvidas que estavam escondidas em um hotel localizado nas imediações.

Ainda de acordo com a PM, com a dupla, foram encontradas várias peças de roupas. Após a prisão, as mulheres foram apresentadas na delegacia da cidade, onde a ocorrência foi registrada.

INF: BNEWS

ITABUNA: IVETE SANGALO E SIMONE E SIMARIA FARÃO SHOW DE INAUGURAÇÃO DO TEATRO

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes deverá anunciar ainda nesta quarta-feira (17) as atrações para o dia da cidade deste ano. Segundo informações, Ivete Sangalo  fará um show no interior do Teatro Municipal, que será inaugurado no próximo dia 26, e após o show de Ivete, a dupla sertaneja Simone e Simaria fará o show na área externa do teatro, aberto ao público.

Já no dia 27, a festa continua na área externa com outras atrações, dentre elas a cantora Cris Mel e provavelmente  Chiclete com Banana.

INF: POLÍTICOS DO SUL











rl consultoria




web