WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

pm ilheus



outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
videos


:: ‘Covid-19’

Ilhéus: Prefeitura desmente informações repassadas pela deputada Carla Zambelli sobre verba Covid-19

Um vídeo recente da deputada federal, Carla Zambelli, tem sido amplamente divulgado nas redes sociais e Whats App com informações financeiras equivocadas a respeito de repasse de verba federal para o Município de Ilhéus, em relação à Portaria n° 1.666, de junho de 2020, do Ministério da Saúde, referente à crédito extraordinário para enfrentamento da pandemia. Ao declarar que foi acionada por internautas baianos, inclusive de Ilhéus com supostas reclamações de que “não tem dinheiro para fazer leitos de UTI”, a congressista errou apresentando dados que não correspondem aos valores transferidos para o município de Ilhéus, da referida portaria, para o enfrentamento da emergência em saúde.

De acordo com os números constantes no Portal Transparência, e que podem ser acessados por qualquer cidadão, o crédito extraordinário Covid-19 da Portaria n° 1.666 repassado para o Fundo Municipal de Saúde de Ilhéus, foi no valor de R$ 1.600.025,00, quatro vezes menor em relação à quantia de R$ 6.459.000,00, como declarado pela congressista, que é o valor previsto no instrumento.

A título de verba federal Covid-19, a Secretaria de Saúde do Município (Sesau) informa, que até a presente data, recebeu um total de R$ 4.955.982,25. O órgão municipal de saúde repassou, ainda, exclusivamente para a Santa Casa de Misericórdia do Hospital São José, a quantia de R$ 4.888.231,24.

O titular da Sesau, Geraldo Magela destaca que Ilhéus é o município do interior do Estado com o maior número de leitos específicos para Covid-19, com 133 leitos ao todo, sendo 65 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 5 leitos semi-intensivos, e 63 leitos clínicos, todos do Sistema Único de Saúde (SUS). Estes leitos estão distribuídos nas unidades hospitalares de referência para atendimento Covid-19 em Ilhéus, como o Centro de Atendimento Covid-19 no Centro de Convenções, que conta com 10 leitos de UTI, 5 leitos semi-intensivos e 9 leitos clínicos; no Hospital de Ilhéus, com 11 leitos de UTI e 11 leitos clínicos; no Hospital Vida Memorial com 10 leitos de UTI e 20 leitos clínicos; no Hospital São José com 5 leitos de UTI e 5 leitos clínicos; e o Hospital Regional Costa do Cacau, com 29 leitos de UTI e 18 leitos clínicos.

Os recursos repassados para a saúde do município de Ilhéus, além de serem investidos na implantação de leitos, também foram destinados para a instalação do Centro de Atendimento Covid-19 em parceria com o Governo do Estado, custeio de equipamentos como o Abrigo de pacientes com Covid-19 e em situação de vulnerabilidade socioeconômica, estruturado em Mamoan, nas compras de testes rápidos, ventiladores pulmonares, equipamentos de proteção individual como máscaras de proteção (cirúrgicas e face shield) e luvas, remuneração de profissionais de saúde, locação de equipamentos, entre outras despesas afins, necessárias para a saúde e enfrentamento da Covid-19 no município.

Boa notícia: Vacina do Butantan contra o coronavírus entra na terceira fase de testes

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou hoje que a vacina contra o coronavírus desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac obteve autorização para iniciar a terceira fase de estudos clínicos.

Doria divulgou a novidade em seu perfil oficial do Twitter, informando que a autorização foi dada pela Conep (Comissão Nacional de Ética em Pesquisa), do CNS (Conselho Nacional de Saúde). Nessa fase, a vacina poderá ser testada em um grupo maior de pessoas.

Pelo acordo com a Sinovac, 60 milhões de doses estarão disponíveis a partir de setembro, mas a distribuição só ocorrerá uma vez que a eficácia da vacina for comprovada e houver o registro. Na segunda-feira (6), após obter aval da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o governo de São Paulo já havia dito que os testes da CoronaVac vão começar no dia 20 de julho.

Somente profissionais da saúde vão participar dessa fase de testes e as inscrições abrem na próxima segunda-feira (13).

O estudo clínico envolverá 9 mil voluntários distribuídos nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná, além do Distrito Federal. Parte delas receberá a vacina e outro grupo deve receber um placebo, sem efeito. O objetivo é verificar se há o estímulo à produção de anticorpo para proteção contra o vírus.

Expectativa

Anteontem, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse à CBN que acredita que a vacina já estará disponível no começo do ano que vem. Covas classificou a vacina como uma “nova esperança” e disse que ela está numa fase adiantada de seu desenvolvimento.

Segundo ele, estudos preliminares mostram que ela consegue dar proteção acima de 90% aos indivíduos. “Particularmente estou muito otimista em relação à disponibilização dessa vacina aqui pro Brasil no final desse ano, começo do ano que vem”, afirmou.

Covid-19: Bares reabrem e causa grande aglomeração na noite desta quinta-feira no RJ; veja o vídeo

A cidade do Rio de Janeiro está na terceira fase de retomada das atividades. Seguindo restrições, academias puderam reabrir, assim como bares e restaurantes, mas o que se viu foi aglomeração na noite desta quinta-feira (2).

 A primeira noite da reabertura do setor gastronômico da cidade mostrou que a retomada será um desafio para empresários, clientes e poder público. Os bares começaram a ver a boemia de volta depois das 22h, quando alguns pontos tradicionais, como o Pavão Azul, em Copacabana, ficaram lotados.

Na Praça Cazuza, no Leblon, a Guarda Municipal precisou intervir: determinou que bares do entorno fechassem suas portas para tentar dispersar cerca de 300 pessoas que, aglomeradas, bebiam sem máscara e descumpriram as regras de isolamento social na calçada.  O Guimas, na Gávea, ficou com a varanda cheia, mas a parte interna ficou vazia.

 

Com bares fechados, uma banca de jornal e ambulantes continuaram vendendo bebidas alcóolicas na praça, o que contribui para a permanência das pessoas. A Polícia Militar foi acionada. A aglomeração permaneceu até por volta da meia-noite. Pela regra de reabertura, o horário de funcionamento de bares e restaurantes é até 23h.

Mais cedo, dentro dos bares, segundo a Guarda Municipal, o distanciamento entre os clientes e a regras de segurança foram mantidas. Mas uma das dificuldades para os estabelecimentos é que os clientes precisam usar máscaras enquanto não estiverem consumindo. Ou seja, a cada gole de chope, é preciso retirar a proteção. Depois, recolocá-la para então retirá-la de novo.

 

Itabuna: Aproximadamente 8 mil testes para detecção da COVID-19 foram feitos na cidade

A Prefeitura Municipal de Itabuna já realizou 7.951, testes para detecção da COVID-19. De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, deste total de 5.851 foram na modalidade “teste rápido”, 2.100 tipo PCR – técnica mais específica, que consiste na coleta de secreções do nariz e garganta, permitindo detectar o vírus causador da COVID-19 com altíssima precisão nos primeiros dias dos sintomas graves, encaminhados pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia – SESAB. Vale ressaltar que neste universo de quase oito mil exames, foram testados profissionais da segurança pública, profissionais de saúde, servidores públicos municipais, pessoas monitoradas e suspeitas, idosos e população de rua, dentre outros. Segundo o Secretário de Saúde, Uildson Nascimento, o município ainda adquiriu mais 20 mil testes rápidos e 5 mil swab material utilizado para coleta de amostras clínicas para realização de exames microbiológicos, que é outro método de detecção do novo coronavírus. Os testes rápidos, serão utilizados em ações como drive thru, barreiras sanitárias, conjuntos habitacionais e ações itinerantes. “Os recursos financeiros utilizados foram oriundos do Ministério da Saúde”, lembrou o Secretário.

Ilhéus: “É notório os nossos avanços, e vamos continuar melhorando,” disse Mário Alexandre

O prefeito Mário Alexandre  esteve reunido com equipe técnica de saúde para avaliar o quadro da situação atual da Covid-19 no município de Ilhéus.

“É notório os nossos avanços, e vamos continuar melhorando gradativamente no enfrentamento à esse terrível vírus,” disse o prefeito.

O infectologista Gustavo Cunha, esteve presente e elogiou a agilidade e eficácias das ações em Ilhéus.

Segundo Mário, houve uma grande redução no percentual de transmissão do vírus, através de medidas como barreiras sanitárias nos bairros.

“Não tem porque realizar barreira sanitária nas entradas do município, porque a transmissão hoje é comunitária, e estamos diariamente atuando nesses bairros, para diminuir a propagação. E unidos nós venceremos, o isolamento social continua sendo a nossa maior arma. “

Ipiaú: Família de bebê contesta morte por covid-19: “Não acredito de jeito nenhum”

A família do bebê que teria morrido em decorrência da covid-19 em Ipiaú, contesta a informação divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde e confirmada pela Secretaria do município. “Não acredito de jeito nenhum, a nenê morreu foi da anemia causada pela bactéria que ela pegou”, assegurou a avó da criança de dois meses.

Ela contou ao site GIRO Ipiaú, que o atestado de óbito aponta anemia grave, choque hemorrágico e toxoplasmose como causas da morte do bebê ocorrido no dia 30 de abril no Hospital Prado Valadares, em Jequié, um dia após ser internada. “A gente tem o atestado de óbito em mãos e não tem nada disso aí (covid-19)”, disse.

A avó da bebê informou ainda que na unidade hospitalar foi realizado um teste rápido no bebê e que apontou negativo para a covid-19. Após o falecimento, uma profissional do hospital teria assegurado a família que a criança não estava com o vírus. “Eu perguntei se podia levar o corpinho dela pra casa e ela (enfermeira) disse que se dependesse dela poderia sim, pois não tinha risco algum, ai a outra enfermeira falou que aconselhava a não velar por causa de aglomeração. Ai concordei e disse que a gente ia direto para o cemitério, foi o que a gente fez”, relatou a avó que completou. “Essa mentira está causando mais dor na nossa família”.

A mulher ainda contou  que uma equipe da Secretaria de Saúde de Ipiaú esteve na tarde de ontem na residência da família e realizou testes rápidos que confirmou covid-19 nela, no filho e nos pais da bebê. Todos residem na mesma casa e estão em quarentena.

A secretária de Saúde de Ipiaú, Larissa Dias informou que o teste pós morte no bebê foi realizado pelo Hospital Geral Prado Valadares e que “infelizmente detectou covid-19”. Na noite de segunda-feira, o município registrou 16 novos casos confirmados do novo coronavírus, elevando para 53 o total.

Créditos: Giro Ipiaú











rl consultoria




web