WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

camara de ilheus



maio 2021
D S T Q Q S S
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
videos


:: ‘Casa de fogos de artifício explode na Bahia; Duas pessoas morrem’

Vídeo: Casa de fogos de artifício explode na Bahia; Duas pessoas morrem

Na tarde de quarta-feira (15.abr), um depósito e fábrica de fogos de artifício explodiu na cidade de Crisópolis, a cerca de 212 km da capital da Bahia, Salvador. Duas pessoas morreram e oito pessoas ficaram feridas. Várias casas foram destruídas.

De acordo com o corpo de bombeiros, das 10 vítimas atingidas, 2 foram encontradas já sem vida nos escombros, — Ebervan Souza Reis, de 49 anos e Fernanda Santana Batista, de 35 anos. Além disso, a filha do casal, uma adolescente de 13 anos, foi resgatada com vida e levada para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador.

O imóvel que explodiu – um prédio de 2 andares – fica na avenida Nelson Santiago, uma das principais avenidas da cidade. Três casas próximas foram atingidas, sendo que destas, duas ficaram totalmente destruídas e uma ficou em chamas, que foram controladas pelos homens dos Bombeiros da Bahia.

De acordo com a Defesa Civil do Estado da Bahia (Sudec), o superintendente do órgão, Paulo Luz, está a caminho do município de Crisópolis, juntamente com o coordenador de reconstrução, Alik Júnior, para avaliar os danos causados pela explosão e para prestar assistência às vítimas.

Ainda segundo a Sudec, outros cinco imóveis da região tiveram as estruturas abaladas pela explosão.

A prefeitura de Crisópolis informou que uma parte da energia elétrica da cidade foi desligada para não ocorrer acidentes.

Dono do depósito foi preso

Segundo a Delegacia Territorial de Crisópolis e a 2ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Alagoinhas) o dono da fábrica clandestina de fogos de artifício foi preso na cidade na tarde de quarta-feira (14.abr).

Neste momento, equipes do Departamento de Polícia Técnica (DPT) realizam a perícia no local. A delegada-titular da Delegacia Territorial de Crisópolis, Débora Vânia Cruz Ferro, instaurou inquérito policial para investigar o caso.











rl consultoria




web