WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura ilheus



agosto 2022
D S T Q Q S S
« jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
videos


ILHÉUS: Liberada licença ambiental para implantação do Grupo Assaí

O prefeito Mário Alexandre considera a concessão da licença ambiental por parte do Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) para implantação do Grupo Assaí como uma vitória de Ilhéus. A partir dessa medida, será acelerado o início das obras da unidade na zona sul da cidade.

O prefeito destaca as diversas audiências e reuniões realizadas nos últimos meses para viabilizar o investimento em Ilhéus, desde a assinatura do protocolo de intenções assinado durante as comemorações pelo aniversário da cidade em 2017. Na oportunidade, estiveram presentes o presidente do grupo Assaí, Belmiro de Figueiredo Gomes, e os diretores Armando Tadeu Boudoux (Expansão) e Karen Casalano (Projetos).

No último mês de maio, o prefeito esteve reunido, em Salvador, com o secretário estadual do Meio Ambiente, Geraldo Reis, e a diretora do Inema, Márcia Telles, ocasião em que pediu celeridade na definição dos pareceres ambientais para a realização das obras do condomínio Cidadelle e do empreendimento Assaí Atacadista, na zona sul, após a assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), por parte das empresas, acatando solicitação do Ministério Público.

“A vinda do grupo atacadista Assaí, um dos grandes empreendimentos nacionais do setor, é uma grande vitória do povo de Ilhéus e do nosso governo, que lutou várias vezes juntos aos secretários de Estado e às empresas, ao lado da Câmara de Vereadores, para possibilitar esse investimento orçado em cerca de R$ 40 milhões, que vai gerar 300 empregos diretos e 150 indiretos. Essa é uma notícia muito positiva”, declarou o prefeito Mário Alexandre.

ITABUNA: Operação “Nebulosa” desarticula facção na região

Agentes das polícias Civil e Militar executaram hoje em Itabuna um passo da operação “Nebulosa”, com a transferência de quatro acusados de envolvimento em uma facção que atua em 19 municípios do sul da Bahia – tanto com tráfico como homicídios. Eles foram levados do Conjunto Penal da cidade para Serrinha, onde estarão sob o RDD (Regime Disciplinar Diferenciado). No momento em que os policiais chegaram ao presídio, detentos começaram a gritar palavras de baixo calão e quebrar coisas dentro das celas.

Os detentos transferidos por homens da CEAP e da GEOP, de Salvador, são: Fábio dos Santos Possidônio, apontado como líder da facção; o sobrinho dele e principal comparsa, “Quinha Possidônio”, que agia no bairro Conceição; “Diego Babão”, comandante do tráfico nos bairros São Roque, Antique e Santa Inês, e “Diego Cabeludo”, nos bairros Califórnia e Nova Califórnia. Estão foragidos e continuam sendo procurados o líder “Gordo Palozo” e “Manoaldo Falcão”.

Enquanto os policiais encaminhavam os detentos do Conjunto Penal, PMs da Cipe-Cacaueira prenderam sete acusados de tráfico em bairros de Itabuna. Eles obedeciam a ordens que vinham direto do presídio. Foram levados, inicialmente para o Complexo: Genilson Santos, vulgo “Gil Bolinha”; José Ronaldo Rocha Reis, conhecido como “Bola”; José Edson Fonseca Tavares, o “Tinguelo”; Luiz dos Santos; Robert Mendes de Jesus, vulgo “Pica-Pau”; Washington Luiz Campos da Silva e William Walace.

Além das prisões, foram apreendidos armas, celulares, dinheiro, drogas, balança de precisão e munição e celulares.

Segundo o delegado André Aragão, coordenador da 6ª Coorpin, o trabalho de investigação começou há um ano. A apuração também levou em conta o comportamento de integrantes da facção, que picham muros com as iniciais F.P, em referência ao Fábio Possidônio.

ITABUNA: Professores anunciam greve para segunda-feira

Os professores da rede municipal de ensino de Itabuna se reuniram em assembleia, na manhã desta quarta-feira, 29, no auditório do Sindicato do Magistério (SIMPI) e decretaram greve por tempo indeterminado, que deverá ser iniciada a partir desta segunda, 3 de setembro. A categoria adotou o movimento grevista como forma de pressionar o Governo a retirar da pauta da Câmara Municipal o projeto de lei nº 015/2018, que visa alterar o regime jurídico de trabalho dos servidores de celetista para estatutário, bem como reivindicar outras situações, como atrasos e reajuste salarial.

De acordo com a Presidente do SIMPI, Profa. Maria do Carmo Oliveira (Carminha) há dois meses que os sindicatos de toda municipalidade estão unidos e mobilizados contra a implantação do regime estatutário, mas infelizmente o prefeito não tem atendido ao clamor dos servidores. “Tivemos uma reunião com mediação do Ministério Público Estadual, fizemos alguns pedidos, como uma audiência pública com a superintendência da Caixa Econômica para tratar da individualização do nosso fundo de garantia, mas nenhum de nossos pedidos foi atendido”, afirma a sindicalista.

Além da luta contra a implantação do regime estatutário, os profissionais da educação se solidarizaram aos professores que se encontram em desvio de função e que estão com os salários atrasados desde o mês de julho. Além disso, a classe pede celeridade nas negociações que tratam da implantação do novo Plano de Carreira da Categoria, bem como do reajuste salarial de 6,81% aos professores de níveis II e III, que é devido desde o mês de abril.

DIÁRIO BAHIA

“Número de homicídios na Bahia pode ser ainda maior do que o oficial”, denuncia Zé Ronaldo

“Número de homicídios na Bahia pode
ser ainda maior do que o oficial”, denuncia Zé Ronaldo


 
Que a Bahia atualmente é o estado mais violento do país, todo mundo já sabe. O que pouca gente sabe é que o número de homicídios praticados no estado pode ser ainda maior do que o oficialmente divulgado pelo governo, é o que aponta o Atlas da Violência 2018, produzido pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

“O governo da Bahia vem registrando homicídios como mortes violentas por causa indeterminada (MVCI) e isso acaba maquiando os dados sobre homicídios”, explica o candidato Zé Ronaldo, da Coligação Coragem para mudar a Bahia, com base nas informações do Atlas. “Isso é muito grave para um estado que já lidera o número de homicídios no Brasil. Estamos vivendo uma verdadeira guerra civil e o atual governo permanece omisso.

Segundo a 10ª revisão da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), adotada pelo Brasil desde 1996, as mortes violentas podem ser divididas em: acidentes; lesões autoprovocadas intencionalmente; agressões; intervenções legais e operações de guerra; além de eventos cuja intenção é indeterminada. As quatro primeiras causas básicas de mortalidade são os acidentes fatais, inclusive mortes no trânsito; suicídios; homicídios (acrescido de latrocínios e lesão corporal dolosa seguida de morte); e mortes decorrentes de intervenção policial.

“As mortes violentas com causa indeterminada são assim classificadas quando o óbito se deu por causa não natural, bem como quando os médicos legistas, gestores da saúde, policiais e peritos criminais não conseguiram informar a motivação primeira que o desencadeou”, informa o estudo. 

A proporção de mortes violentas não esclarecidas em relação ao total de mortes violentas é um dos principais indicadores de qualidade dos sistemas de informação no setor de Segurança. Nos países desenvolvidos, geralmente, as mortes violentas indeterminadas representam um resíduo inferior a 2% do total de mortes por causas externas. Isso ocorre porque, nesses lugares, se reconhece a importância de se descobrir as causas que levaram o indivíduo a óbito como elemento fundamental para evitar novas mortes futuras.
 
Assessoria de Imprensa

ILHÉUS: Moradores podem perder apartamentos do Minha Casa, Minha Vida

Um mercado paralelo de venda, compra, aluguel e cessão de apartamentos subsidiados pelo Minha Casa, Minha Vida tomou conta de conjuntos habitacionais de Ilhéus, e sabemos, que essa modalidade já se espalhou por todo país. Nos condomínios do programa construídos na cidade, beneficiários negociam as chaves dos imóveis por preços que variam entre R$ 10 mil R$ 30 mil e alugueis que variam de R$ 200 a 500 reais.
As moradias fazem parte da faixa 1 do Minha Casa, Minha Vida e foram entregues pelo governo federal a pessoas com renda inferior a R$ 1,8 mil. A venda, o aluguel e cessão é proibida por lei, mas, em Ilhéus e em qualquer lugar do país, não é o que acontece.
Atualmente em Ilhéus, cerca de 200 pessoas podem perder o apartamento no município, exatamente por cousa dessas irregularidades. De acordo com uma fonte, o MPF, tanto Prefeitura e Caixa, têm processos tramitando entre Caixa Econômica Federal e justiça. A qualquer momento, a justiça poderá decretar a rescisão do contrato e a reintegração de posse a qualquer.
Vale ressaltar que as irregularidades incluem a venda e o aluguel do imóvel, além da cessão do apartamento para pessoas que não estão cadastradas, sem contar pessoas que moram fora do país e tem casas na municipalidade.
Também é importante esclarecer, que o beneficiário só pode negociar o imóvel antes de decorridos os dez anos desde que quite previamente a dívida integral, ressarcindo à União os valores recebidos de subsídio. As vendas efetivadas antes de completado os dez anos e sem a quitação prévia do imóvel são consideradas nulas.
Quem vende ou aluga fica obrigado a restituir integralmente os subsídios recebidos e não participará de mais nenhum programa social com recursos federais. Já quem adquire irregularmente perderá o imóvel. Esta condição é informada ao beneficiário no momento da assinatura do contrato.
Como Denunciar
As ocorrências de ociosidade e/ou ocupação irregular podem ser feitas via Prefeitura ou através do programa ‘Caixa de Olho na Qualidade’, que tem objetivo de atender aos beneficiários do ‘Minha Casa, Minha Vida’.
As denúncias podem ser feitas através do telefone 0800 721 6268. Ao receber denúncia de imóvel não ocupado, bem como demais irregularidades, a Caixa notifica os moradores para que comprovem a ocupação regular. Caso fique comprovada a irregularidade, a Caixa adota medidas judiciais para buscar a rescisão do contrato e a reintegração de posse.
verdinho

EDUCAÇÃO: Coelba oferece 700 vagas para curso de eletricista gratuito

A Coelba, empresa do Grupo Neoenergia,  em parceria com o Senai, está com inscrições abertas para curso de eletricistas gratuito. Ao todo, são 700 vagas distribuídas nas cidades de Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista. Os interessados devem fazer as inscrições no site do Senai até o dia 06 de setembro.

Para participar, candidatos (homens e mulheres) precisam ter concluído o ensino médio ou equivalente;  ter no mínimo 18 anos na data de inscrição no processo seletivo; possuir carteira de habilitação definitiva; ter certificado no curso de Eletricista Instalador Residencial de Baixa Tensão, com carga mínima de 120 horas, emitido por uma instituição credenciada pelo MEC e homologada pela Coelba.

O objetivo do curso é capacitar os alunos para a execução de atividades

em instalações elétricas em redes de distribuição de energia. A capacitação, que tem duração de 470h, vai acontecer de segunda a sexta–feira, das 18h às 22h; e aos sábados, das 08h às 12h. A data de início ainda não foi divulgada pela Coelba.

ibahia

ILHÉUS: HRCC vai funcionar como residência médica

Modalidade de ensino de pós-graduação que vale como curso de especialização. Médicos e profissionais da área terão aulas práticas nas especialidades do hospital. O projeto técnico para credenciamento está em fase de conclusão e até o final do mês será enviado.

A estrutura física do HRCC foi projetada para, além do seu funcionamento como hospital de urgência e emergência, de média e alta complexidade, abrigar as atividades de hospital-escola e já tem uma parceria com a Universidade Estadual de Santa Cruz.

O acordo com a Uesc visa atender às necessidades curriculares dos cursos de saúde. Além da residência médica, o hospital oferecerá vagas para os profissionais de enfermagem, fisioterapia, nutrição, psicologia e serviço social.

Capacitação

“A parceria reflete o empenho do Hospital Regional Costa do Cacau em colaborar com a comunidade acadêmica no aprimoramento técnico da formação dos novos profissionais nos diversos segmentos da saúde”, explica o diretor-geral Hernani Vaz Krüger.

Além da Uesc, o HRCC tem condições de atender a outras instituições de ensino que possuem cursos superiores na área de saúde. As vagas são gerenciadas pela Escola Estadual de Saúde Pública, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

Ela é a responsável pelo processo regulatório de estágio do hospital. Krüger explica que “ao projetar o HRCC, o secretário Fábio Vilas-Boas buscou que a unidade tivesse uma atuação integral no atendimento à saúde pública do Sul do Estado”.

MÚSICA: Conheça os verdadeiros compositores dos hits de ‘Segundo Sol’

A trilha sonora de “Segundo sol” é recheada de regravações de grandes sucessos do axé e da MPB. Mas há outras canções que caíram na boca do povo na mesma proporção e foram criadas especialmente para surgirem na trama como composições dos personagens da novela! “Axé Pelô”, “Sal na pele”, “Porto de abraçar”, “O que seria”, “Pra sempre”, “Nosso amanhecer” e “Seu lar” ajudam a contar muitas histórias. Mas você sabe quem escreveu essas obras na vida real?

Recordista de composições para o folhetim, o cantor, compositor e radialista carioca Cassiano Andrade tem sob sua assinatura cinco canções. A que mais pegou foi “Sal na pele”. — A produção pediu para eu fazer a música a partir do perfil de Gorete (Thalita Carauta), que supostamente recebeu uma inspiração do falecido Beto Falcão (Emilio Dantas). O desafio era compor uma canção simples, mas não poderia soar como amadora. Em dez minutos fiz tudo. Acho que acertei na mosca, né? — diverte-se o tijucano de 41 anos, que se apresenta em bares do Rio e já foi gravado por Alcione, Alindo Cruz, Jamz e outros.

Primeiro viral da trama, “Axé Pelô”, grande sucesso da carreira do protagonista, é de Marquinho Osócio e Rô Casé, que são casados. Ele é ex-participante do “The voice Brasil” (2012) e do “SuperStar” (2015). Aos 39 anos, o morador do Cachambi, na Zona Norte do Rio, comemora a visibilidade que tem ganhado e o aumento do número de shows. — A música tem tocado nas rádios, em shows de vários artistas … É minha “Descobridor dos sete mares”— diz ele, referindo-se ao sucesso de Tim Maia.

Em parceria com Carlinhos Brown, o paulistano Junior Meirelles, de 44 anos, assina “O que seria”. Com carreira internacional , ele diz viver um sonho. — Já me apresentei ao lado de muitos artistas, mas agora tenho trabalhado para mim — celebra o cantor, compositor e multi-instrumentista, que já foi da banda de Ney Matogrosso.

“Bafauê”: Aline Barros é processada por ex-funcionária

A cantora Aline Barros foi processada por uma assistente e foi julgada a pagar R$ 200 mil de indenização. De acordo com informações do colunista Leo Dias, do jornal ‘O Dia’, a profissional cobra comissões devidas de shows e trabalhos feitos que não foram pagos.

Segundo a publicação, a justiça determinou que a artista gospel pagasse a quantia, mas a cantora tem oferecido crédito à ex-assistente em ações do marido Gilmar contra o Botafogo, time em que ele jogou.

ibahia

 

ELEIÇÕES 2018: Zé Ronaldo assegura abertura do Hospital Regional, em Ilhéus

A caravana da coligação Coragem para Mudar a Bahia participou de uma caminhada em Ilhéus, no sul da Bahia e o candidato ao governo, Zé Ronaldo, foi parado diversas vezes para ouvir queixas da população sobre a situação da saúde no município. Os moradores relataram que enfrentam dificuldades de atendimento na rede pública de saúde. O governo do PT inaugurou o Hospital do Cacau, mas fechou o Hospital Regional, considerado de extrema importância para a região.

Segundo o bancário Gilmar Bonfim, a substituição piorou a qualidade do serviço na cidade. “O Hospital Regional sempre foi um instrumento de saúde de extrema importância para a nossa região. Não esperávamos que o governo do PT fosse abrir um e fechar o outro. Houve muita propaganda, mas a gente que vive aqui sabe que não melhorou, pois a população tem que se deslocar quilômetros para chegar à nova unidade. Além disso, o número de leitos não é suficiente para atender o nosso povo. Muitas pessoas já morreram e não queremos que isso continue a acontecer”,

Como já tinha dito em outras oportunidades, Zé Ronaldo garantiu que reveria o fechamento do Hospital Regional como uma das primeiras medidas da sua administração a partir do mês de janeiro. “A saúde será prioridade e o povo baiano será respeitado com tratamento de qualidade e mais humano”. O ex-prefeito de Feira de Santana foi apoiado pelo prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto, e pela candidata a vice-governadora, a médica Mônica Bahia, que também firmou compromisso pela melhoria do atendimento na rede de saúde e o fim das filas na regulação.

Milhares de pessoas acompanharam a caminhada de Zé Ronaldo, Mônica, ACM Neto, dos candidatos ao senado irmão Lázaro e Jutahy Junior, candidatos a deputados estadual e federal como Cosme Araújo e vereadores da região pelas ruas do centro de Ilhéus.

“Que acolhimento, que carinho. Obrigado, Ilhéus. Saio com a certeza de que a mudança começa no interior e com mais vontade de trabalhar para devolver a vocês o Hospital Regional”, assegurou Zé Ronaldo. O líder local, Araújo, mostrou confiança nas mudanças propostas pelo candidato. “Quero ver Zé Ronaldo, que é um homem competente e sensível ao clamor do povo, administrando a Bahia, para ver a saúde de Ilhéus e de todo o Estado voltar a funcionar. É a hora da virada. Queremos sim mudança e queremos para melhor. Será Zé Ronaldo para governador”.





web