WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

camara ilheus secom bahia





maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
videos


:: ‘Geral’

Una: Em Salvador, prefeito Tiago Birschnner busca respostas sobre a estrada de Colônia; saiba qual foi o posicionamento do Estado


O prefeito da cidade de Una, Tiago Birschnner, esteve nesta segunda-feira (8) em Salvador levando algumas demandas do município para os deputados Mário Negromonte e Eduardo Salles.

Em Salvador, Tiago, mais uma vez, busca incansavelmente respostas a respeito da tão sonhada estrada de Colônia. Desde seu primeiro mandato, Tiago luta por essa obra. A empresa que será responsável pelo asfaltamento da rodovia já foi licitada, aguardando, apenas, a ordem de serviço pelo Governo do Estado.

Perguntamos para o prefeito qual foi o posicionamento que teve sobre o assunto. “A informação que tenho é que a situação política aqui em Una está pacificada e não há mágoas por parte do governador, como em outras cidades. De acordo com o chefe de gabinete de Jerônimo, teremos um posicionamento do governador acerca da estrada após os festejos juninos,” disse Tiago.

 

Prefeito Tiago com o deputado federal Mário Negromonte Jr.

O prefeito Tiago Dejair também comentou em suas redes sociais a respeito. “Boa noite, minha gente!
Dia de muito trabalho ao lado de nossos deputados.
Durante a manhã tive a oportunidade de alinhar expectativas junto ao deputado federal @marionegromontejr, que recentemente destinou mais 1 milhão de reais para custeio da atenção básica e outras importantes ações em nossa cidade. Como ele sempre diz, Una é prioridade para seu mandato e a expectativa é de mais recursos ainda para esse ano.
Durante a tarde estive na ALBA – Assembleia Legislativa da Bahia, onde protocolei diversos pedidos de associações junto ao deputado estadual @eduardosalles, além de ter um extenso diálogo sobre a situação da estrada Una x Colônia, que já está licitada, aguardando ordem de serviço do Governador.
Aproveitei para rever o amigo e também deputado federal @joaoleao, colaborador de grandes conquistas de nosso povo.
Continuaremos trabalhando com muita diligência para alcançarmos nossos objetivos.”

Una: grande final do campeonato do Outeiro contará com show ao vivo de Ariedson, e paredão; acontece neste domingo (7)


Acontece neste domingo (7), a grande final do terceiro campeonato de futebol do Outeiro, na cidade de Una, Bahia.

Os times finalistas, Outeiro F.C e Rio Doce F.C, concorrerão ao prêmio final de 3 mil reais. O prêmio será dividido entre os jogadores do time vencedor.

 Para animar a torcida, o jogo final terá show ao vivo de Ariedson e, também, um paredão. O jogo começa às 14h, no campo de futebol do distrito do Outeiro. É aberto ao público, ou seja, gratuito.

Bafauê: Looks que roubaram a cena no Comandatuba Summer Fest; veja!

No último domingo (30), foi realizado o evento Comandatuba Summer Fest, em Una. A festa badalou  a véspera de feriado na cidade.

O que chamou atenção nesta balada foram os looks ousados e únicos, usados por algumas mulheres. E três delas roubaram a cena.

A empresária Camile Siquara, apostou em um look ousado e praiano. Ela usou um biquíni cavado e uma saída de crochê, tudo a ver com o tema da festa. Camile, ao lado do seu marido ( Weldo Dantas), chamou atenção e foi admirada por muitos.

Carolina Santos

Já Carol, usou e abusou da sensualidade do seu look causador de discórdia ( como ela mesma intitulou). Segundo ela, queria ser a diferenciada e mostrar todo seu empoderamento feminino.

 


A digital influencer Larissa Figueredo, vestiu saia tule longa de fenda com short preto e biquíni de crochê do reggae. Um look ousado e elegante que foi elogiado por muitos.

Todos esses looks mostra o poder da mulher empoderada. Quando o assunto é empoderamento feminino, um look pode significar muito mais que isso, pode significar a personalidade de quem está usando determinado look.

 

Precisamos também quebrar os tabus referente a algumas expressões: Mulher casada não deve usar essa roupa, essa roupa é para mulheres magras, suas roupas são muito exageradas, entre outras mais…

Parte do texto foi retirado da “A moda e o empoderamento da mulher” ( Diário do Vale).

A Influência da moda com o empoderamento não é apenas voltada para a luta pelo direito de se vestir como quiser, independente se é casada, solteira, jovem ou madura. A influência da moda no empoderamento feminino propõe pensamentos, demonstrações que garantam a liberdade para desconstruir padrões da sociedade ao conquistar o reconhecimento e liberdade para ser quem você desejar.

Cultura: Governo do Estado publica editais do São João da Bahia 2023

O Governo do Estado da Bahia publicou, na edição do Diário Oficial desta quinta-feira (27), quatro editais referentes ao São João da Bahia e demais festejos juninos, que se realizarão nos meses de junho e julho em Salvador. São editais para a seleção e contratação de bandas e artistas, grupos de samba junino, trios/quartetos nordestinos, além do edital de decoração do Centro Histórico da capital baiana.

O projeto São João da Bahia 2023 é promovido pelo Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado da Bahia (Sufotur). Cada edital tem suas particularidades. No entanto, todos têm inscrições abertas em 28 de abril até o dia 12 de junho. O governador Jerônimo Rodrigues usou as redes sociais para falar sobre a publicação do edital, nesta quinta (27). “Turma do São João, que curte e pratica a cultura, estou aqui para anunciar a publicação de edital para os festejos juninos. Investiremos quase R$ 1,5 milhão em quatro editais. Vamos valorizar nossos artistas no maior São João de todos os tempos, em homenagem a Zelito Miranda”.

Nos editais podem participar pessoas jurídicas e físicas que atendam às exigências contidas no texto publicado. Somente serão aceitas inscrições feitas presencialmente e mediante apresentação de todos os documentos requisitados. Podem ser feitas com preenchimento de formulário disponibilizado no endereço eletrônico http://www.sufotur.ba.gov.br, acompanhado da documentação de regularidade jurídico-fiscal e do material artístico, e entregues no protocolo-geral da Sufotur (3ª Avenida, nº 390, Térreo, CAB), das 8h30 às 18h. A divulgação dos selecionados acontece no dia 14 de junho. A seleção tem o objetivo de compor a grade da programação artística dos eventos realizados e patrocinados pelo estado da Bahia entre os dias 22 de junho e 2 de julho em Salvador.

Dos artistas
Pela primeira vez, o Governo da Bahia abre concurso para seleção e contratação de trios ou quartetos nordestinos. O concurso é valido para grupos formados por três ou quatro artistas, executando músicas com instrumentos típicos (triângulo, zabumba e sanfona ou violão). Identificadas popularmente como trios nordestinos, as atrações fazem parte dos tradicionais festejos juninos, com repertório composto com as matrizes tradicionais/cancioneiro nordestino, a exemplo do baião, xote, arrasta-pé, xaxado, coco, forró e toada. Ao todo, neste edital, referente a Salvador, serão investidos 255 mil reais divididos entre 30 atrações, que recebem oito mil e quinhentos reais cada.

Para os grupos de samba junino, o Estado da Bahia investe 250 mil reais, que serão divididos entre 34 atrações artísticas, distribuídas entre quatro categorias que premiam de 5 mil até 15 mil reais. Serão analisados critérios como portfólio (release, currículo, clipagem, meios de comunicação diversos); audição do material disponibilizado em áudio (CD) ou vídeo (DVD) e análise da concepção artística do candidato, envolvendo performance no palco, figurino, empatia com o público e produção geral.

Para bandas e artistas, no material para inscrição, é necessário conter release, material fonográfico, por meio de pen-drive, CD, DVD ou links de plataformas digitais, fotos durante apresentações anteriormente realizadas e, quando possível, registro audiovisual e recortes de jornais, revistas, clipagem de sites e outros meios que possam comprovar a atuação do artista. Ao todo, neste edital, serão investidos 400 mil reais, divididos entre 34 atrações, em quatro categorias que recebem de 5 mil a 15 mil reais.

Da decoração

Para o concurso de decoração do Centro Histórico de Salvador, o Governo do Estado disponibiliza 500 mil reais. A proposta deve conter a planta situacional da área decorada, com a distribuição das peças decorativas; detalhamento das peças decorativas individualmente e perspectiva de cada tipo de peça decorativa no local onde será fixada. Serão avaliados critérios como: estética junina (decoração que estiver reproduzindo a cultura típica e clima de São João. Ex.: bandeirolas, balões, fogueira, milho e bonecos caipiras), originalidade, criatividade e inovação (capacidade inventiva e de ineditismo da proposta, a originalidade e a utilização de materiais inusitados na composição da ornamentação, bem como a criatividade no emprego de tais materiais em torno do tema junino).

Economia: Shein anuncia investimento de R$ 750 milhões e criação de 100 mil empregos para produzir roupas no Brasil


A varejista asiática Shein anunciou na tarde desta 5ª feira (20.abr) que vai começar a fabricar seus produtos de moda, beleza e acessórios no Brasil. A empresa vai investir  “inicialmente” R$ 750 milhões nos próximos anos para estabelecer uma rede com milhares de fabricantes do setor têxtil no país.

O plano é até 2026 ter 85% dos produtos comercializados no Brasil vindo da fabricação local e apenas 20% sendo importado da China.A Shein pretende fazer parceria com 2 mil fabricantes no país o que deve gerar 100 mil empregos nos próximos três anos.

“Isto permitirá aos produtores locais gerenciar melhor os pedidos, reduzir o desperdício e diminuir o excesso de estoque, resultando em uma maior agilidade para responder à demanda do mercado. Além de beneficiar as comunidades locais, o onshoring (produção no mercado onde o bem será consumido) da manufatura também contribuirá para a competitividade geral da indústria têxtil com o potencial de aumentar as exportações”, afirma a companhia chinesa em comunicado.

A companhia também anunciou abertura de um marketplace para vendedores locais. Em vez de comprar produtos diretamente da China, os consumidores poderão comprar produtos vendidos por outros brasileiros. Segundo a asiática, o modelo começou a ser testado no país em 2022. Essa medida possibilitaria a criação de 100 mil empregos no país.

Plano de Conformidade

Mais cedo, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, após reunião com representantes da empresa em São Paulo, afirmou que a plataforma de varejo chegou a um acordo com o governo para se adequar ao Programa de Conformidade Tributária da Receita Federal.
O acordo foi intermediado pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Josué Gomes da Silva.

“Uma coisa pra nós muito importante é que eles vejam o Brasil não só apenas como um mercado consumidor, mas como uma economia de produção”, disse Haddad.Segundo o ministro o plano de conformidade vai seguir o exemplo “dos países desenvolvidos”.

“É o que se chama no exterior de digital tax, um imposto digital. Ou seja, quando o consumidor comprar, ele está desonerado de qualquer recolhimento de tributo. A tributação terá sido feita pela empresa sem repassar para o consumidor nenhum custo adicional”, informou Haddad.

Atualmente, todos os produtos da marca própria da Shein são fabricados na China, em fábricas afiliadas, e exportados para os 150 países onde a empresa tem atuação.

Por Prof. Emenson Silva: A situação dos povos indígenas no Brasil é dramática. O que comemorar?

Emenson Silva é fundador e coordenador do Projeto e Curso Gabaritando, iniciativa social desenvolvida na cidade de Ilhéus desde 2014, que tem como meta transformar a vida dos alunos através da aprovação em concursos públicos.

Apesar de avanços conquistados com a Constituição de 1988, a situação dos povos indígenas do Brasil é extremamente preocupante, dramática e humilhante. E posso aqui garantir que essa lamentável situação advém da política indigenista pregada e executada de forma cruel pelo governo passado do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Quem não teve o desprazer de conhecer a triste realidade dos índios Yanomami? 570 crianças Yanomami morreram de fome nos últimos quatro anos e centenas de Yanomami idosos e crianças estão em situação de desnutrição aguda, e esse número pode ser bem maior já que os órgãos que deveriam monitorar a situação foram completamente desestruturados na gestão de Bolsonaro, que desmontou inclusive a Funai.

“Os mecanismos constitucionais garantiram que houvesse uma maior proteção aos indígenas brasileiros. Mas vemos um retrocesso brutal, sofrido nos últimos quatro últimos anos. O governo rasgou a Constituição no que se refere à proteção aos povos indígenas e originários. Há três fatores que geram grande preocupação: o desmonte da Funai, a falta de atendimento especializado à população indígena em face da pandemia do novo coronavírus e a crescente ameaça da tomada das terras indígenas”, garante o professor Emenson Silva.

Para o docente, é necessário o apoio à luta dos povos indígenas/originários. “Na Austrália, por exemplo, nas recentes manifestações sociais, houve uma atenção especial com a proteção dos direitos dos povos aborígenes. E é importante que isso também ocorra no Brasil”, acrescenta.

O futuro dos povos indígenas, comunidades quilombolas e ribeirinhas está gravemente ameaçado no Brasil. Na verdade, o futuro de todos nós. Os povos originários garantem a proteção das florestas que, por sua vez, regulam o clima e abrigam a maior biodiversidade do planeta, fonte de novos medicamentos e curas. A paralisação da demarcação dos territórios destas populações e o questionamento de seus direitos em Brasília se somam ao agravamento dos conflitos no campo.

Cresce o número de invasões de madeireiros, grileiros e garimpeiros, o desmatamento e a destruição da floresta, rios, suas culturas e modos de vida. Aumenta o risco de um futuro incerto para nossos filhos e netos.

Hoje, 19 de abril, lembrado como o dia dos povos indígenas, cabe o seguinte questionamento:

O que comemorar?

A política da segregação desse povo?

O fechamento das instituições de proteção?

A ausência na execução das políticas públicas para esses povos?

A ausência da demarcação das terras indígenas, problema crônico a ser resolvido?

E agora? O que fazer?

Educação: Governo do Estado investe R$ 38,6 milhões em transporte escolar para estudantes indígenas

No mês em que se celebra o Dia dos Povos Indígenas (19 de abril), o governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação (SEC), anuncia o investimento de R$ 38,6 milhões de recursos próprios em transporte escolar para estudantes indígenas. A contratação do serviço atende a uma demanda de 16 comunidades, nos municípios de Ilhéus, Pau Brasil, Buerarema, Santa Cruz de Cabrália, Glória, Euclides da Cunha, Banzaê e Prado.

A partir das demandas e especificidades da Educação Escolar Indígena, levando em conta rotas e horários de locomoção dos estudantes, por exemplo, a SEC realizou uma licitação, considerando empresas com capacidade técnica e experiência no atendimento aos povos indígenas. Outras exigências também foram estabelecidas, como o bom estado de conservação dos veículos e apropriados para o transporte escolar.

A superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar da SEC, Suely Miranda, explicou que a oferta do transporte escolar é uma estratégia que visa garantir o direito de aprender dos estudantes. “Sabemos que a oferta desse serviço evita a evasão escolar e queremos garantir, também, o acesso dos estudantes de forma segura e confortável à unidade de ensino”.

O coordenador da Educação Escolar Indígena da SEC, Niotxarú Pataxó, ressaltou que a localização dos territórios, muitos dos quais em áreas rurais, exige estratégias para contemplar todas as aldeias e facilitar tanto o acesso das crianças, quanto dos jovens e dos adultos indígenas à escola. “A efetivação do transporte escolar é fruto de uma luta das comunidades indígenas e mostra a sensibilidade da gestão estadual, por meio da SEC, que compreendeu a importância e o que isso representa para os povos indígena”, destacou.

Abrangência – O serviço está sendo oferecido em 21 escolas que abrigam mais de seis mil estudantes em todo o Estado. No Colégio Estadual Indígena de Coroa Vermelha, por exemplo, dos 580 alunos, 300 utilizam o transporte escolar, tanto na sede, em Santa Cruz de Cabrália, nos três turnos, como em cinco anexos, localizados em Porto Seguro, que funcionam à noite.
“A oferta deste serviço é fundamental para a nossa autonomia e, assim, dinamizar as atividades no cumprimento do calendário, incluindo os eventos extracurriculares”, explica Railson Sena Braz Conceição, diretor da unidade, lembrando também que os cinco anexos ficam em áreas mais distantes, na zona rural.

União Baiana de Vereadores (UBV) é criada e vereador Jerbson Moraes toma posse como vice-presidente

Durante assembleia realizada na manhã de hoje (18), no Auditório Jornalista Jorge Calmon, da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), foi criada a União Baiana de Vereadores (UBV), bem como escolhida e empossada a sua diretoria para um mandato de dois anos. O vereador de Ilhéus e ex presidente da Câmara de Vereadores, Jerbson Moraes (PSD), foi escolhido para ser vice-presidente da União e tomou posse durante o encontro. A nova entidade surge com o propósito de representar coletivamente vereadores (as), ex-vereadores (as) e Câmaras Municipais de toda a Bahia.

O presidente eleito foi Lucas Willian, ex-vereador de Riachão do Jacuípe e advogado. Para ele, a entidade vem para suprir o vácuo de representatividade dos vereadores no âmbito das discussões municipalistas e para ser a maior e mais forte instituição do estado da Bahia. “A intenção é fundar uma entidade de todos e todas que queiram participar e construir o debate na visão dos vereadores para o municipalismo. Aqui está assegurada a participação de todos os vereadores e vereadoras de todos os municípios da Bahia”, destacou o presidente, ao falar que o simples fato de haver uma associação não dá o sentimento de pertencimento se não houver representatividade e espaços para participação.

Além do presidente, a UBV é constituída de três vice-presidências, compostas por Talyta Trindade, vereadora mais jovem da Bahia e presidente da Câmara de Várzea da Roça; Geovane Passos, presidente da Câmara de Remanso; Jerbson Moraes, vereador e ex-presidente da Câmara de Ilhéus; além do vereador Neto de Tinho, de Gavião, como tesoureiro; Ivan Júnior, vereador de Itajuípe, como 1º secretário; e Tagner Cerqueira, vereador de Camaçari, como diretor-executivo.

A UBV também conta com 27 diretorias territoriais e já inicia com a parceria de mais de trinta câmaras municipais. A meta da entidade é filiar duzentas casas legislativas baianas até o final do ano. De acordo com seus idealizadores, a entidade é fundada por quem viveu e vive essencialmente a condição da vereança, como ex-vereadores e vereadores de mandato. A instituição promete dar todo o suporte necessário, como capacitação, suporte jurídico, de marketing e comunicação, para se firmar como uma entidade em sua completude.


Diversos políticos marcaram presença no evento, como o deputado federal Daniel Almeida; os deputados estaduais Alex da Piatã, Hassan, Zó, Laerte do Vando e José de Arimatéia; além do secretário de Desenvolvimento Rural (SDR), Osni Cardoso; do superintendente de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), Heber Santana; dos prefeitos de Retirolândia, Vonte do Merim, e de Santa Luzia, Fernando Brito; além da vereadora de Salvador Marta Rodrigues.

Com cerca de 6 mil vereadores por toda a Bahia, aproximadamente 40 municípios foram representados no evento, entre eles, Feira de Santana, Riachão do Jacuípe, Santa Luz, Itajuípe, Retirolândia, Conceição do Coité, Capim Grosso, Serrinha, Sento Sé, Santa Luzia, Juazeiro, Cícero Dantas, Fátima, Camaçari, Vitória da Conquista, Ichu, Santo Estêvão, Mascote, Mundo Novo, Mairi e Campo Alegre de Lourdes. O evento contou com uma palestra sobre marketing político, ministrada pelo estrategista político Laércio Menegaz Júnior.

Oportunidade: Ministério da Saúde publica edital com mais de 6 mil vagas para o ‘Mais Médicos’

Promessa do governo é garantir assistência à população de baixa renda e reforçar o SUS | Agência Brasil

O Ministério da Saúde, por intermédio da Secretaria de Atenção Primária à Saúde, publicou nesta 3ª feira (18.abr) o edital do Programa Mais Médico, relançado pelo governo Lula em 20 de março. São ofertadas 6.252 vagas para as cidades que quiserem renovar a participação ou aderir ao programa.

O objetivo do governo é preencher vagas no Sistema Único de Saúde, para atendimentos em Unidades Básicas de Saúde. Outro edital ainda será lançado para que os médicos possam aderir ao programa.

Cerca de 2.074 municípios estão elegíveis para receber médicos do programa. Cada um recebeu um número limite de vagas. Os que optarem por participar deverão informar o total de profissionais que irão receber. Número que pode ser menor do que o autorizado pelo governo.

As capitais do país têm o maior número de vaga. Para a cidade de Manaus são 256 vagas; São Paulo, 150; Boa Vista, 134; Fortaleza, 91; Rio de Janeiro, 79; Porto Alegre, 67; Belém, 62; Brasília, 52; Macapá, 37; Natal e Rio Branco, 32;  Cuiabá, 23; Curitiba, 20; Goiânia, 16; Porto Velho e Recife, 15; Belo Horizonte, 14; São Luís, 13; Salvador, 11; Campo Grande (9), João Pessoa (8), Florianópolis (5), Aracaju (4), Vitoria (3) e Palmas (1) também constam na lista. Maceió e Teresina não possuem vaga neste edital.

A nova versão do programa prevê a abertura de 16 mil vagas, 6.252 agora em abril, financiadas pelo Ministério da Saúde, e 10 mil até o fim do ano, em um formato que prevê contrapartida dos municípios. Essa forma de contratação garante às prefeituras menor custo, maior agilidade na reposição do profissional e condições de permanência nessas localidades.

Segundo o governo, o objetivo é de que até o fim do ano cerca de 28 mil profissionais estejam trabalhando no programa, principalmente em áreas de extrema pobreza do país. Com a retomada do Mais Médicos, 96 milhões de brasileiros terão garantia de atendimento médico na atenção primária, porta de entrada do SUS.

O Mais Médicos terá, nessa retomada, uma série de incentivos para que os médicos permaneçam no programa:

  • Licença-maternidade

Como era?
Deixava de receber a bolsa durante o período de licença, passando a receber auxílio do INSS

Como fica?
Recebe a bolsa para completar o valor do auxílio do INSS durante o período de até seis meses

  • Licença-paternidade

Como era?
Sem previsão de afastamento

Como fica?
Recebe a bolsa durante o período de até vinte dias

  • Incentivo de fixação (ao permanecer ao menos 36 meses)

Como era?
Não havia

Como fica?
Pode receber adicional de 10% a 20% da soma total das bolsas de todo o período que esteve no programa, a depender da vulnerabilidade do município.

  • Incentivo de fixação para médico do FIES (ao permanecer pelo menos 12 meses)

Como era?
Não havia

Como fica?
Pode receber adicional de 40% a 80% da soma total das bolsas de todo o período que esteve no programa, a depender da vulnerabilidade do município. Será pago em quatro parcelas: 10% por ano durante os três primeiros anos, e os 70% restantes ao completar 48 meses

  • Incentivo para o médico do FIES residente de Medicina de Família e Comunidade

Como era?
Não havia

Como fica?
Vagas para os médicos-residentes de Medicina de Família e Comunidade que foram beneficiados pelo FIES, auxiliando no pagamento total do valor da dívida

  • Tempo de Participação no Programa

Como era?
Ciclo de três anos, prorrogável por igual período

Como fica?
Ciclo de quatro anos, prorrogável por igual período

  • Oferta Educacional

Como era?
Especialização

Como fica?
Especialização, Mestrado ou Aperfeiçoamento

  • Pontuação adicional de 10% na seleção de programas de residência

Como era?
Não havia

Como fica?
Será concedida aos médicos que concluírem a Residência de Medicina de Família e Comunidade

Aurelino Leal: Ex-prefeita Liu Andrade tem contas rejeitadas pela Câmara de Vereadores

As contas foram rejeitadas por 6 a 3

Em sessão legislativa ocorrida na última segunda-feira (17), os vereadores de Aurelino Leal rejeitaram as contas de 2020 da ex-prefeita Elizângela Ramos Andrade Garcia, conhecida como Liu Andrade. As contas já tinham sido julgadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia (TCM-BA).

Na oportunidade, o conselheiro relator Mário Negromonte apresentou Deliberação de Imputação de Débito na qual aplicou multa de R$ 2,5 mil à gestora pelas ressalvas contidas no parecer.

Segundo os seis vereadores que votaram contra as contas da ex-gestora, as ressalvas apontam uma grande quantia paga pela Prefeitura de Aurelino Leal no ano de 2020, valores que chegaram a mais de R$ 4 milhões, sendo os pagamentos efetuados em vários depósitos. Em seu discurso, a vereadora Patrícia Inglada Sanchez afirmou que o próprio TCM ressaltou indícios de irresponsabilidades. Conforme a parlamentar, foram pagos os seguintes valores.

Valores que o Tribunal aponta que não têm notas nem justificativas

10/02/2020 foram pagos R$ 100.000,00

10/03/2020 foram pagos R$ 250.000,00

10/04/2020 foram pagos R$ 18.349,95

10/08/2020 foram pagos R$ 36.797,94

11/05/2020 foram pagos R$ 165.000,00

11/06/2020 foram pagos R$ 53.000,00

17/07/2020 foram pagos R$ 177.600,00

11/08/2020 foram pagos R$ 44.600,00

Valor que não foi prestado contas – Déficit de R$ 4.088.983,00

Vereadores que participaram da sessão

1º João do Som (PSD) – ELEITO (498 votos, com porcentagem de 6,66%);

2º Fabinho Kalid (PP) – ELEITO (452 votos, com a porcentagem de 6,05%);

3º Rosana Fontes (PP) – ELEITO (444 votos, com a porcentagem de 5,94%);

4º Zé Birata (PP) – ELEITO (331 votos, com a porcentagem de 4,43%);

5º Nego Wil (PSD) – ELEITO (322 votos, com a porcentagem de 4,31%);

6º Pati (PT) – ELEITO (289 votos, com a porcentagem de 3,87%);

7º Binho de Viz (REPUBLICANOS) – ELEITO (288 votos, com a porcentagem de 3,85%);

8º Sérgio do Bonga (REPUBLICANOS) – ELEITO (220 votos, com a porcentagem de 2,94%);

9º Osvaldo Nery (PSOL) – ELEITO (132 votos com, a porcentagem de 1,77%)





web