WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de ilheus



abril 2021
D S T Q Q S S
« mar    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
videos


:: ‘Geral’

Ilhéus: Agentes de trânsito debatem legislação sobre divisão territorial de Ilhéus

Cerca de 43 agentes de Trânsito do município de Ilhéus participaram de uma aula sobre a “Divisão Político-Administrativo e Territorial de Ilhéus – bairros e distritos”, ministrada pelo vice-prefeito José Nazal Soub. A iniciativa faz parte do Programa de Instrução Permanente (PIP), elaborado pela Superintendência de Trânsito (Sutran) da Prefeitura de Ilhéus em parceria com o Sindicato dos Agentes de Trânsito da Bahia (Sindatran BA). O evento foi realizado, esta semana, no auditório do Centro Administrativo, na Conquista.

O programa tem como objetivo estimular e alcançar todos os servidores que atuam no trânsito de Ilhéus, através da formação teórica e prática das atividades de coordenação do trânsito, além de incentivar o estudo sobre atualizações no Código de Trânsito Brasileiro e legislações pertinentes também em níveis estadual e municipal. A exposição do vice-prefeito abordou a formação da lei estadual 12.638\13 e das leis municipais 3.476\09, 3.554\11, 3.606\12 e 3.890\13, que versam sobre a divisão territorial de Ilhéus, inclusive no que refere aos bairros e distritos.

Nazal falou sobre a história da divisão político-administrativo, desde as Capitanias Hereditárias, passando pela Ponta dos Garcês até as atuais leis municipais sobre o assunto. Segundo suas observações, alguns distritos ilheenses sofreram – e ainda sofrem – perdas territoriais consideráveis com o passar dos anos. Ele cita o caso de Castelo Novo, Banco Central e Sambaituba, na zona norte do município e avalia, conforme a pesquisa, a perspectiva de que mais 10 distritos são atingidos por esse fenômeno.  .

Capacitação contínua – “Quanto mais servidores interessados em saber sobre a formação territorial do município, teremos uma equipe exercendo seu papel com excelência para a prestação dos serviços que lhe foram incumbidos perante a sociedade”, comentou José Nazal. Na ocasião, respondeu a perguntas sobre o tema, principalmente sobre o trecho que será acrescido às vias urbanas de Ilhéus, à margem da BR-415 – Rodovia Jorge Amado. Recentemente, a Prefeitura de Ilhéus solicitou do Governo do Estado a realização de obras estruturantes de requalificação e iluminação em toda aquela artéria, que vai da Estação Rodoviária até o quilômetro 9, passando pelo Hospital Regional Costa do Cacau e seguindo até o Banco da Vitória, na zona oeste. O executivo baiano prevê que as obras comecem em 2019.

Secom – Prefeitura de Ilhéus

SINDPOC denuncia situação de abandono das delegacias do interior e da capital baiana

del interior6
A 1° Delegacia Territorial de Alagoinhas é mais um exemplo do abandono das unidades policiais do Estado da Bahia. Carros abandonados que estão sendo utilizados como depósito de mosquitos que geram diversas doenças como dengue, chicungunha, mato alto, problemas hidráulicos, elétricos e ambiente insalubre para o trabalho.


Essa  falta de investimento por parte da Secretaria de Segurança Pública e do Governo do Estado nas unidades policiais, não se restringe ao interior baiano. Em Salvador, o Complexo Policial dos Barris, a POLINTER, apresenta diversos problemas estruturais, reflexos da falta de assistência dos órgãos públicos.

” A delegacia precisa fazer uma reforma no telhado em questão de urgência. Quando chove, alaga toda unidade, molha os processos e deterioram os móveis. Infelizmente, esse é o retrato da Segurança Pública da Bahia que está abandonada. A Bahia é o Estado mais violento do Brasil. Campeã consecutiva da quantidade de mortes violentas, intencionais, em números absolutos”, denuncia o Presidente do SINDPOC, Eustácio Lopes.

O SINDPOC protocolou junto ao  Ministério Público Estadual um pedido de intervenção da delegacia de Alagoinhas, Feira de Santana e do Complexo dos barris.

ASCOM SINDPOC











rl consultoria




web