WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

camara ilheus secom bahia





abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
videos


:: ‘_destaque5’

ILHÉUS: Lavagem das escadarias da Catedral e chegada de MSC Fantasia agitam a cidade nesta quinta, 16

A lavagem das escadarias da Catedral é um dos eventos mais aguardados dentro do calendário turístico de Ilhéus, marcas registradas da cultura local e se caracterizam pelo sincretismo religioso com a mistura de elementos sagrados e profanos. A manifestação acontece nesta quinta-feira (16), mesmo dia em que o navio cruzeiro MSC Fantasia atraca no Porto de Malhado, trazendo a bordo 4.032 passageiros.

A concentração está prevista para às 10h, em frente ao Sindicato dos Estivadores, situado à Avenida 2 de Julho, no Centro. Os povos de terreiro farão a abertura do cortejo, que sairá às 11h, puxado pelos blocos afro Dilazenze; Mini Congo; Rastafari e Zambiaxé. O percurso sairá sentido Praça Cairu, passando em frente à Caixa Econômica, Biblioteca Municipal Adonias Filho, Praça Castro Alves até chegar à Catedral de São Sebastião.

A previsão é de que a lavagem comece por volta de 13h, animada ao som do mini trio puxado pela cantora Silvandira, do grupo Samba de Treta. A festa contará ainda com recepção das baianas e queima de fogos.

O prefeito Mário Alexandre frisa que o evento atrai fiéis, simpatizantes para uma das festas populares mais expressivas da cidade. “A lavagem é a manutenção da tradição, mas também passa uma mensagem de tolerância e união, afinal, queremos que as pessoas se sintam representadas dentro da sua própria cultura. A festa também faz referência à inserção das religiões de matriz africana nas manifestações culturais da nossa cidade”.

O titular da Cultura e Turismo, Fábio Manzi Junior, destaca o sincretismo presente no evento. “A popular festa da lavagem das escadarias conta com a presença da comunidade ilheense, mas também mobiliza turistas de diferentes nacionalidades, religiões e classes sociais, unidas na busca por aquilo que anseiam, mas, sobretudo, na busca pela paz e pela tolerância”.

O evento é uma realização da Prefeitura, por meio da Secretaria da Cultura e do Turismo (Secult); Sindicato dos Estivadores de Ilhéus; Blocos Afro Dilazenze, Mini Congo, Rastafari e Zambiaxé; terreiros Sultão das Matas, de Mãe Carmosina; Ilê Axé de Iemanjá, de Mãe Vilma; Ilê Axé Guaniá, de Oiá de Mãe Laura e terreiro Ilê Axé Ballomi, de Pai Toinho.

Aparato – Efetivos da 68ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), Corpo de Bombeiros Militar e Guarda Civil Municipal (GCM) farão a segurança do evento, além da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), que disponibilizará ambulância e corpo técnico. A estrutura contará ainda com banheiros químicos, toldo e carro pipa.

Itabuna: Sinal digital da TVE chega na cidade nesta quinta-feira (9)

Os moradores de Itabuna, no sul da Bahia, passam a acompanhar o sinal digital da TVE no canal 6.1. A solenidade de inauguração está marcada para esta quinta-feira (9), às 10h, no pátio da Prefeitura Municipal de Itabuna, com as presenças do secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, e do diretor-geral do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb), Flávio Gonçalves. O Irdeb faz parte da estrutura organizacional da Secretaria da Educação do Estado.
As novas estações de retransmissão digital, atualizadas com o que há de mais moderno em termos de tecnologia, estão sendo implantadas no interior do estado e chegarão a mais 5 milhões de baianos. O investimento do Governo do Estado na nova estação retransmissora digital da TVE foi de R$ 208.899,55.
A TV pública da Bahia, há 34 anos no ar, apresenta um conteúdo qualificado que vai desde o jornalismo, shows e esportes, a programas infantis, educativos e culturais. A emissora vem firmando parcerias importantes e exibe conteúdos produzidos pelas universidades púbicas estaduais e federais da Bahia, além de conteúdos internacionais.

Mesmo condenado, goleiro Bruno é tietado por torcedores do Flamengo: ”Me senti acolhido!”

Por: Caras

Mesmo condenado pela morte de Eliza Samudio, o goleiro Bruno conquistou uma legião de fãs do Flamengo, clube em que jogava na época em que a tragédia aconteceu.

Na última segunda-feira, dia 23, o atleta foi a um shopping de Cabo Frio, no Rio de Janeiro, fazer as compras de Natal e foi tietado por torcedores do time carioca, que continuam o admirando.

Em seu Instagram, ele compartilhou uma foto ao lado dos admiradores em frente a uma loja do Flamengo e agradeceu por todo carinho que recebeu.

“Queria agradecer a receptividade, carinho de todos! Me senti muito amado, querido, acolhido e muito feliz! Que Deus possa abençoar a cada pessoa que veio até mim hoje, que pediu uma foto, autógrafo, ou que simplesmente veio apertar a minha mão, me desejar sorte, me parabenizar pelo meu recomeço!”, escreveu.

“Obrigado por cada rosto que sorriu pra mim, e que foram muitos, muitos mesmo! Fico até emocionado. Vocês encheram meu coração de alegria, e me deram mais combustível para correr atrás dos meus sonhos! Estou lisonjeado”, concluiu.

Bruno foi condenado a 20 anos pelo homicídio de Elisa Samudio, mas deixou a prisão em julho deste ano após 9 anos preso.

Após sua saída, foi contratado pelo Poços de Caldas, de Minas Gerais, mas não teve sequência no clube. O próprio goleiro rescindiu contrato devido a alguns problemas.

ILHÉUS: Bairros São Domingos e S. Miguel recebem pedras utilizadas na construção da ponte

As pedras utilizadas na base da construção da nova ponte começaram a chegar aos bairros São Domingos e São Miguel, no litoral norte de Ilhéus. Desde do dia 19 último, a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Defesa Civil (Seinfra) coordena a relocação das rochas. Até o momento, já foram transportadas 22 caçambas, sendo 16 para o São Domingos e seis para o São Miguel. A ação tranquiliza os moradores.

De acordo com Joandre Neres, coordenador da Defesa Civil, as pedras estão sendo posicionadas nas entradas de ruas atingidas com a ação da maré alta. Neres informou ainda que o órgão preparou relatório indicando os pontos de maior incidência, mas ressaltou que a operação de posicionamento do material, depende do cronograma de retirada feito pela OAS, empresa responsável pela obra.

 

Ação resposta – O decreto de emergência emitido pelo Município e homologado pelo Governo do Estado contemplou o bairro São Miguel, uma das localidades mais atingidas pela erosão marinha. O documento prevê a execução imediata da operação. Ainda assim, o órgão intensifica as atividades de vistoria nas áreas de modo a garantir a segurança da população.

Para além da precipitação e agitação marítima, o local ainda sofre com as consequências causadas pelas chuvas. Em agosto último, algumas barreiras foram colocadas para evitar a derrubada das casas. “Estamos vivendo um momento histórico no município de Ilhéus com a chegada dessas pedras. Aos poucos, os efeitos serão notados”, pontua o coordenador.

Empresário pagará taxa única na abertura de filiais

 

Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), gerida pela Receita Federal, implantou funcionalidade que passou a permitir a abertura, alteração ou baixa de filiais a partir da junta comercial da matriz.

A partir de agora, além de evitar deslocamentos às juntas comerciais em outros estados para abertura de filiais, o empresário recolherá uma única taxa na circunscrição da matriz. A novidade está alinhada à diretriz governamental de reduzir a burocracia e facilitar a vida do empreendedor.

Até pouco tempo, a abertura de filiais em outros estados era um processo demorado em que o empresário precisava, inicialmente, ir à junta comercial da matriz e fazer uma alteração contratual. Em seguida, após o pedido ser aprovado, esse mesmo empresário deveria ir à junta comercial da cidade da filial para fazer o registro.

Redesim

A Redesim possui mais de 83% de integração no País e permite a abertura de negócios em menos de três dias, em média, e de alguns minutos, em muitos casos.

Na Receita Federal, a Redesim é um projeto estratégico liderado pela Coordenação-Geral de Gestão de Cadastros (Cocad) da Subsecretaria de Arrecadação Cadastros e Atendimento (Suara) em curso desde 2007.

 

ILHÉUS: Prefeitura amplia serviço de ultrassonografia obstétrica na rede municipal de saúde

A Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) ofertou no último sábado (23) exames de ultrassom para gestantes, na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Hernani Sá, zona sul de Ilhéus. O lançamento do ultrassom é feito na unidade de saúde mais próxima e todos os exames de pré-natal são autorizados em uma média de até três dias.

“O projeto ‘Fila zero para gestantes’ é uma iniciativa do prefeito Mário Alexandre, cuja finalidade é agilizar o atendimento prestado às mulheres grávidas. A proposta também pretende contribuir para uma contínua melhoria do acesso e da qualidade na Atenção Básica, garantindo um cuidado integral em articulação com toda a rede de saúde”, esclareceu Fábio Mantena, supervisor da Central de Regulação do Município.

Ele enfatiza que o bom gerenciamento do SUS no município faz com que Ilhéus tenha uma rede de atendimento fortalecida, com médicos, recursos e aparelhos próprios, além de prestadores conveniados. O médico obstetra Alexandre Randall explica que é necessário acompanhamento da evolução da gestação e da saúde do feto.

“A atitude do prefeito Mário Alexandre é de suma importância, porque atende às gestantes que muitas vezes não têm condições de pagar o exame. Além de não permitir fila de espera, o atendimento possibilita que seja feito o acompanhamento pré-natal. O ultrassom é realizado para visualizar as características do feto, detectar possíveis anomalias, má-formação e posicionamento do feto, no intuito de identificar o tipo de parto”.

Randall destaca que é importante que a gestante realize ultrassom com periodicidade. No primeiro trimestre para analisar a viabilidade da gravidez; no segundo trimestre para detecção de possíveis patologias; e no terceiro trimestre o ultrassom é realizado para analisar posicionamento do feto, placenta, cordão umbilical e líquido amniótico.

SAÚDE: Tratamento de pacientes infectados por tuberculose e HIV é simplificado pelo Ministério da Saúde

A partir de agora, as pessoas com HIV/aids poderão manter o tratamento com o antirretroviral dolutegravir se também contraírem a tuberculose. Antes, o uso desse fármaco era contraindicado durante o tratamento da tuberculose. Assim, era preciso adequar o esquema terapêutico para o HIV, ou seja, substituir por outro antirretroviral, para, então, iniciar o tratamento da coinfecção por HIV e tuberculose. A iniciativa foi possível após estudos científicos indicarem a eficácia e segurança do uso do dolutegravir combinado aos medicamentos para tratar pessoas infectadas por tuberculose. O dolutegravir, considerado um dos mais modernos do mundo, é ofertado no Sistema Único de Saúde (SUS), desde 2017 para pessoas vivendo com HIV.

“O SUS, mais uma vez, demonstra que está preocupado em oferecer o que há de melhor para os brasileiros, sempre atualizando tratamentos e incorporando novos medicamentos para garantir o melhor cuidado ao cidadão”, destacou o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira.

A ampliação do uso do medicamento nos casos de infecção dupla (HIV/tuberculose), publicada neste mês pelo Ministério da Saúde, permitirá reduzir a ocorrência de complicações durante o tratamento, além da possibilidade de alcançar mais rapidamente uma melhor qualidade de vida para o paciente na comparação com outros antirretrovirais usados no tratamento de HIV.

Antes de ser aprovada, a ampliação do uso do dolutegravir passou por consulta pública para que entidades médicas e pacientes pudessem opinar sobre a iniciativa. Esta reformulação foi conduzida pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologia no SUS (Conitec), após pedido da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, para atualização do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT), que orienta o diagnóstico e tratamento das doenças.

Riscos

As pessoas que vivem com o HIV têm 25 vezes mais risco de desenvolverem tuberculose quando comparado a pessoas que não têm o vírus. Isso acontece por causa da fragilidade do sistema imunológico, responsável por defender o organismo contra doenças. No Brasil, em 2017, dos 74,8 mil novos casos registrados de tuberculose, 11,4% apresentaram resultado positivo também para o HIV, o que representa 8,5 mil pessoas infectadas pelas duas doenças (TB-HIV). Apesar de ainda representativo, este é o menor percentual registrado desde 2014, quando 12,4% (8,8 mil) das pessoas identificadas com tuberculose também viviam com HIV.

Desde então, o país vem conseguindo diminuir a coinfecção a partir da ampliação do diagnóstico e tratamento disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS), gratuitamente, para as duas doenças. Em 2009, eram 3.162 pacientes em uso de medicamentos antirretrovirais para HIV durante o tratamento da tuberculose. Em 2017, esse número passou para 5.155 pacientes, um aumento de 63%.

Além disso, ao longo dos anos, o Ministério da Saúde tem ampliado o número de teste rápidos de HIV distribuídos aos estados. Em 2014, foram 6,4 milhões de testes distribuídos e, em 2019, foram 13,8 milhões, um aumento de 116%.

O risco de óbito em pessoas com infecção dupla, por tuberculose e HIV, é 3,08 vezes maior do que o risco de mortes em pessoas apenas com tuberculose, sem HIV. Dentre as pessoas com HIV e tuberculose, 19% evoluem para óbito, enquanto que entre aquelas que possuem apenas tuberculose, sem a presença do vírus HIV, o percentual é de 6,2%.

Tratamento

O tratamento da tuberculose é disponibilizado no SUS e deve ser realizado, preferencialmente em regime de Tratamento Diretamente Observado (TDO), que é indicado como principal ação de apoio e monitoramento do tratamento das pessoas com tuberculose. Em pessoas vivendo com HIV, o Ministério da Saúde orienta o monitoramento das interações medicamentosas e eventuais efeitos adversos.

Apesar da doença ter cura, o abandono do tratamento é o principal motivo para a tuberculose ainda continuar fazendo vítimas fatais: cerca de 4,5 mil por ano. O tratamento dura, em média, seis meses. E, apesar da melhora dos sintomas já nas primeiras semanas após início, a cura só é garantida ao final do esquema terapêutico. A interrupção do tratamento antes da conclusão pode levar à resistência aos antibióticos ou mesmo a complicações que podem levar a óbito.

ILHÉUS: UPA da Conquista registra mais de 23 mil atendimentos

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA24h) do bairro Conquista, em Ilhéus, contabilizou 23.690 atendimentos, no período compreendido entre janeiro e outubro do ano em curso. De acordo com a unidade, no mesmo período, cerca de 1.937 pacientes ficaram em observação por até 24 horas, e outros 2.783 foram medicados e liberados.

Somente no mês de outubro foram realizados 275 procedimentos, com destaque para o processo de nebulização. A UPA é coordenada pela enfermeira Shirlen Carvalho e possui equipe formada por médico clínico emergencista, enfermeiros, técnico de enfermagem e Serviço Social. São oferecidos serviços de urgência e emergência, eletrocardiograma, ultrassonografia e raios-X.

A unidade conta com uma ambulância 24h para garantir melhor atenção à população.

MUNDO VIRTUAL: Recurso do Whats agora impede que você seja adicionado em grupos

Meses depois de iniciar alguns testes, o WhatsApp finalmente traz para o Brasil (e para o mundo) um dos recursos mais esperados do momento: ter o poder de escolher quem pode nos adicionar nos grupos do serviço de mensagens. Com a novidade, ninguém vai mais conseguir ser adicionado em nada aleatoriamente. O usuário terá a opção de escolher os contatos cadastrados em sua agenda que podem ou não inclui-lo nos grupos (antigos ou novos).

O novo sistema de convites começou a funcionar globalmente nesta semana e a atualização deve começar a funcionar aos poucos para os usuários. O sonho virando realidade O WhatsApp finalmente ouviu os seus usuários. A mudança representa um marco quando o assunto é ter mais controle e privacidade (e paz, obviamente). Até então, só era possível impedir a inclusão em determinado grupo se o usuário bloqueasse o administrador ou os administradores. Outra opção era sair de uma conversa por pelo menos duas vezes. O WhatsApp bloqueava o convite e a pessoa não era mais perturbada com isso. Bem burocrático, não?

Agora é só abrir o WhatsApp e ir nas configurações:

Entre na “Conta” e procure a opção “Privacidade”

Em seguida, vá nos “Grupos” e selecione uma das opções abaixo:

– “Todos”: qualquer pessoa pode adicionar você em grupos sem que você autorize;

– “Meus contatos”: somente as pessoas que você salvou na sua lista de contatos poderão adicioná-lo nos grupos;

– “Meus contatos, exceto”: você escolhe os contatos específicos cadastrados em sua agenda que não poderão incluir você nos grupos.

Nos dois últimos itens, você vai receber um convite individual – em uma conversa privada — informando que alguém deseja incluir o seu perfil dentro de determinado grupo. O prazo para o aceite é de três dias.

Depois disso, ele expira. Mais mudanças vindo por aí? Os planos do WhatsApp de dar mais controle para os usuários passam pela ideia de tornar as informações que circulam na ferramenta mais claras e transparentes. Alguns testes, por exemplo, envolvem não só limitar a capacidade que temos de encaminhar um conteúdo para os nossos contatos, mas proibir de vez que ele apareça nos grupos.

Duas das estratégias do WhatsApp na luta contra a disseminação de boatos é começar a mostrar quantas vezes uma mesma mensagem foi encaminhada. E, se ela tiver sido reenviada mais de cinco vezes, uma marcação com os dizeres “encaminhadas com frequência” passa a ficar em destaque para o usuário. Com isso, o internauta ficaria mais alerta e com maior controle para refletir se determinada informação pode ser falsa ou verdadeira. Na parte dos grupos, um outro teste envolve impedir que as mensagens encaminhadas muitas vezes sejam compartilhadas dentro deles. O poder fica ainda na mão dos administradores do grupo, que passam a ter a opção de escolher se os conteúdos reenviados mais de cinco vezes podem ser postados por lá.

ESPORTE: Faltam seis jogos: veja agenda do Vitória até o final da Série B

POR: O CORREIO

Novembro é o mês final da Série B. Com 32 das 38 rodadas já disputadas, o Vitória tem pela frente apenas mais seis jogos no campeonato. A briga intensa contra o rebaixamento está perto do seu desfecho, no dia 30 de novembro.

A seguir, veja a agenda rubro-negra nesta reta final de 2019. Serão mais três partidas como visitante e três em casa, a começar pelo Brasil de Pelotas, nessa terça-feira (5), às 20h30, no Barradão. Jordy Caicedo, suspenso, desfalca o rubro-negro, que terá o volante Léo Gomes de volta.

Os outros dois jogos como mandante cairão numa terça-feira e num sábado. Como visitante, o Leão entrará em campo nas duas próximas sextas-feiras e numa terça.

Depois de passar por uma sequência de confrontos diretos, o Vitória enfrentará daqui para frente quatro times na briga intensa pelo acesso (Paraná, CRB, América-MG e Coritiba) e um que corre por fora, o Operário-PR. Próximo adversário, o Brasil de Pelotas tem 42 pontos e está praticamente sem pretensões na disputa, com chances igualmente remotas de acesso e de rebaixamento.

33ª rodada
5/11 Vitória x Brasil de Pelotas
Barradão – 20h30

34ª rodada
8/11 Paraná x Vitória
Vila Capanema – 19h15

35ª rodada
12/11 Vitória x CRB
Barradão – 19h15

36ª rodada
15/11 América-MG x Vitória
Independência – 16h

37ª rodada
19/11 Operário-PR x Vitória
Germano Kruger – 21h30

38ª rodada
30/11 Vitória x Coritiba
Barradão – 16h30





web