WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de ilheus



abril 2021
D S T Q Q S S
« mar    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
videos


:: ‘_destaque3’

Ilhéus: Importantes projetos foram aprovados esta semana pela Câmara

Na sessão da quinta-feira (28), o Poder Legislativo de Ilhéus aprovou o Projeto de Resolução n° 001/2020, que institui o Sistema de Informação ao Cidadão no âmbito da Câmara Municipal de Ilhéus, de autoria da Mesa Diretora.

O Serviço de Informação ao Cidadão (SIC) é responsável pela recepção e tratamento de pedidos de acesso à informação registrados na Câmara Municipal de Ilhéus, mediante o qual qualquer interessado poderá solicitar acesso à informação de domínio do órgão e que sejam classificadas como informações públicas, como por exemplo: tramitação legislativa, licitações e outras ações do Poder Legislativo.

O novo sistema pretende aperfeiçoar o diálogo entre o cidadão, órgãos de controle externo e a Câmara Municipal de Ilhéus, sem prejuízo de disponibilização de forma voluntária de todas as informações que devem constar no portal da transparência e acesso à informação.

A Casa Legislativa aprovou também o Projeto de Resolução n° 014/2019, que disciplina procedimento para processamento e julgamento de contas do Poder Executivo Municipal, observando os princípios constitucionais do devido processo legal, do contraditório e da ampla defesa. O projeto é de autoria do vereador Ivo Evangelista.

A Câmara aprovou também o Projeto de Lei n° 015/2020, que abre crédito especial, autorizando o Poder Executivo a executar despesas no montante de R$ 12.788.850,00 para o desenvolvimento de ações em combate ao Covid-19.

A aprovação visa ações de prevenção, preparação e assistência à população, bem como outras despesas necessárias para o enfrentamento do novo coronavírus, tais como, ações de atenção básica, vigilância, média e alta complexidade, aquisição e distribuição de medicamentos e insumos, aquisição de equipamentos, contratação de serviços de saúde, contratação temporária de pessoal, divulgação de informações população, bem como outras despesas necessárias para o enfrentamento do coronavírus.

Fique por dentro: Saiba porque OMS decidiu interromper testes com cloroquina em pacientes com covid-19

Em meio à polêmica sobre o uso da hidroxicloroquina para tratar pacientes com coronavírus, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu suspender os estudos com a droga.

Mas por quê?

Segundo a organização, o objetivo é reavaliar sua segurança antes de retomar as pesquisas.

A decisão ocorre depois de a revista científica Lancet ter publicado pesquisa com 96 mil pessoas internadas com coronavírus em 671 hospitais de seis continentes mostrando que o uso de hidroxicloroquina e cloroquina estava ligado a um risco maior de arritmia e de morte.

Cientistas de universidades como Harvard (EUA) e Heart Center (Suíça), responsáveis pelo estudo, também constataram que não houve benefício no uso das drogas após o diagnóstico de covid-19.

Nos últimos dois meses, a OMS vem coordenando o estudo internacional Solidarity em 18 países para avaliar a segurança e a eficácia de diferentes drogas para combater o coronavírus.

Além de hidroxicloroquina, medicamentos como cloroquina, remdesivir, lopinavir com ritonavir e essas duas drogas combinadas com interferon beta-1a estão sendo testados.

De acordo com a cientista-chefe da OMS, Soumya Swaminathan, a suspensão dos estudos sobre a hidroxicloroquina foi feito por precaução, devido ao fato de o estudo da Lancet ter sido feito com um número expressivo de pacientes e após questionamentos feitos por agências de saúde de vários países.

Segundo ela, será feita uma revisão e o conselho do Solidarity, formado por dez dos países participantes (o Brasil não faz parte da lista) vai decidir, nas próximas duas semanas, se retoma ou não os estudos com a droga.

Seja qual for o resultado, a OMS diz que, por enquanto, cloroquina e hidroxicloroquina só devem ser usadas em experimentos, em hospitais e sob supervisão médica.

Brasil
Apesar da decisão da OMS, no Brasil, o Ministério da Saúde informou que vai manter as orientações que ampliam o uso da cloroquina.

Na semana passada, o órgão, após determinação do presidente Jair Bolsonaro, alterou o protocolo vigente para permitir que o medicamento seja usado também por pacientes com sintomas leves do novo coronavírus. Até então, seu uso era restrito a pacientes graves e críticos e com monitoramento em hospitais.

“Estamos muito tranquilos e serenos em relação a nossa orientação”, disse na segunda-feira (25) Mayra Pinheiro, secretária de gestão em trabalho na saúde e coordenadora da elaboração do documento.

Segundo Pinheiro, “ela (orientação do Ministério da Saúde) segue uma orientação feita pelo Conselho Federal de Medicina que dá autonomia para que os médicos possam prescrever essa medicação para os pacientes que assim desejarem. Isso é o que vamos repetir diariamente. Estamos muito tranquilos a despeito de qualquer entidade internacional cancelar seus estudos com a medicação, estudos de segurança”, afirmou. “Não haverá qualquer modificação na nota que foi feita.”

Pinheiro também afirmou que o estudo da Lancet, na qual a OMS se baseou para tomar sua decisão, “não se trata de ensaio clínico, é apenas um banco de dados coletado de vários países. Isso não entra como critério para servir como referência”, disse.

“Não é metodologicamente aceitável para servir como referência a nenhum país do mundo.”

“Nesses estudos, a forma de seleção dos pacientes, onde não havia uma dose padrão, uma duração padrão e medicação padrão para que possa ser considerado como ensaio clínico, nos faz refutar qualquer possibilidade de usar como referência para o Brasil recuar na sua orientação”, acrescentou.

Pinheiro destacou ainda que a decisão do Ministério da Saúde segue princípios de autonomia para pacientes. Mas ressalvou que o órgão pode rever sua posição se houver novos resultados de estudos.

“Estamos conduzindo pesquisas, e o próprio ministério ajudará na condução de ensaios clínicos. E se constatarmos que não há uma comprovação, podemos recuar da nossa nota”, disse.

Além de Bolsonaro, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, também é um ferrenho defensor da hidroxicloroquina e chegou a dizer que tomava uma dose diária do medicamento como forma de prevenção. No entanto, declarou depois que deixaria de fazer uso da droga.

O estudo publicado na Lancet é um dos maiores já publicados. As descobertas são semelhantes a de outras pesquisas divulgadas nas revistas médicas BMJ, Jama e New England Journal of Medicine. Todas não apontaram benefício e mostraram possíveis danos no uso desse medicamento.

Política: Governo não combate a corrupção, diz Moro ao ‘Fantástico’

Créditos: Catraca livre

Em entrevista ao “Fantástico” deste domingo, 24, Sergio Moro relatou que a agenda anticorrupção não foi apoiada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e que a pasta da Justiça e Segurança Pública foi continuamente esvaziada. Para Moro, essa é uma verdade inconveniente para os apoiadores do governo.

Moro ainda criticou a postura negacionista sobre a pandemia do novo coronavírus. Segundo ele ainda, não é o caso de pessoas saírem armadas para transgredir medidas sanitárias e que houve uma subida de tom gradativa nos últimos meses.

Sobre as falas de Abraham Weintraub e de Ricardo Salles, Moro disse que se calou, mas estava incomodado e que tinha limitações por ser parte do governo naquele momento.

Saída de Moro
Durante a entrevista coletiva de seu pedido de demissão, Sergio Moro disse que Jair Bolsonaro queria trocar o diretor-geral da Polícia Federal para, com um novo nome, conseguir informações sobre inquéritos em andamento.

No “Jornal Nacional” do mesmo dia, Moro mostrou troca de mensagens entre ele e Bolsonaro, onde o presidente envia o link de uma reportagem do site “O Antagonista” sobre a investigação de 10 a 12 deputados bolsonaristas, citando que esse seria “mais um motivo para a troca”, se referindo à mudança na PF.

Moro ainda revelou uma troca de mensagens com a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), apoiadora de Bolsonaro, na qual ela pede ao ex-juiz que aceitasse o nome de Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal em troca de uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

Derivada dessas alegações, o vídeo da reunião de 22 de abril veio a público — originando uma nova crise no governo federal.

Ilhéus: Câmara promove Audiência Pública para prestação de contas da Prefeitura

Na próxima sexta-feira (29), a Câmara Municipal de Ilhéus, em conjunto com a Secretaria da Fazenda e a Controladoria Geral do Município, farão uma audiência pública, que tem como finalidade a demonstração e avaliação das metas fiscais referentes ao 1º quadrimestre do exercício de 2020 do Poder Executivo. A audiência terá início às 10h no Salão Nobre do Palácio Paranaguá.

Tendo em vista a recomendação para evitar aglomeração de pessoas, a população poderá participar enviando perguntas e comentários por meio da transmissão feita pelo Facebook da Câmara de Ilhéus (https://www.facebook.com/camaradeilheus/).

A ação será acompanhada pela Comissão de Finanças, Orçamento, Obras e Serviços Públicos da Câmara de Ilhéus, presidida pelo vereador Ivo Evangelista. O objetivo de realizar audiências como esta é garantir a transparência da administração. A prestação de contas é um dos caminhos da ampliação da cidadania, fortalecendo as relações entre cidadãos e governantes.

A prestação de contas é um dever constitucional imposto a todos que utilizam, arrecadam, guardam, gerenciam ou administram bens e valores públicos. É obrigação da Administração Pública conduzir-se pelos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. Através da audiência e do debate com a sociedade civil organizada, o princípio da publicidade, que determina que a administração deve tornar público todos os seus atos é aplicado.

Ilhéus: Prefeitura e Polícia Militar fiscalizam aglomerações nas praias do norte e zona rural

A Prefeitura de Ilhéus dá continuidade à força-tarefa montada com apoio da Polícia Militar, no intuito de orientar moradores e comerciantes sobre os cuidados para evitar a contaminação do novo coronavírus (Covid-19). A operação conjunta desencadeada por fiscais de Postura, Ambientais, equipe da Fiscalização de Operações Especiais (FOE) e efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM) seguiu durante o último final de semana para diversos bairros da cidade, sendo realizada mediante rondas e recebimentos de denúncias.

No sábado (16), a GCM, a Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA) e a 70ª Companhia Independente de Polícia Militar (70ª CIPM) realizaram o monitoramento nas seguintes localidades: São Domingos, Juerana, Joia do Atlântico, Barrinha, Mamoan, Ponta do Ramo, Iguape, Aritaguá, Sambaituba, Urucutuca, Campinhos, Vila Olímpio, Ribeira das Pedras, finalizando em Castelo Novo.

“As ações são determinações do prefeito Mário Alexandre que visam, acima de tudo, orientar a população sobre as medidas de higiene e prevenção e a importância do distanciamento social. Dialogamos constantemente com a comunidade e pedimos a colaboração de todos. Se for necessário sair, use máscara e evite qualquer tipo de aglomeração”, frisou Leonardo Bandeira, comandante da Guarda.

Notícia boa: Vacina contra coronavírus tem resultados positivos preliminares, diz empresa

Créditos:G1

A empresa americana de biotecnologia Moderna anunciou nesta segunda-feira (18) ter obtido resultados “positivos preliminares” na fase inicial de ensaios clínicos de sua vacina contra o novo coronavírus. Os testes foram feitos em um pequeno número de voluntários.

Segundo a empresa, a vacina produziu resposta imune em oito pacientes que a receberam, afirmou a agência de notícias France Presse.

Há atualmente 118 vacinas contra o coronavírus sendo desenvolvidas, de acordo com um balanço da sexta-feira (15) da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Entre elas, 8 estão em fase clínica (entre elas, a da empresa Moderna) e 110 em fase pré-clínica (leia mais abaixo sobre o processo de produção de vacinas). No Brasil, começam nesta semana os testes de vacina em animais feitos pelo Incor (veja vídeo abaixo).

“A fase provisória 1, embora em estágio inicial, demonstra que a vacinação com o mRNA-1273 produz uma resposta imune da mesma magnitude que a provocada por infecção natural”, disse Tal Zaks, diretor médico da Moderna, em comunicado.

Isso sugere que, embora não seja a prova final, a vacina desencadeia uma resposta imune. Para a empresa, a vacina “tem potencial para prevenir o Covid-19”.

O estudo clínico é realizado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos, onde o governo investiu 500 milhões de dólares para essa potencial vacina.

Durante os testes, os pacientes receberam três doses diferentes da vacina. A fase 3, testando mais pessoas, começará em julho, acrescentou a farmacêutica.

A vacinação contra o coronavírus é uma prioridade global para acabar com a pandemia que deixou mais de 315.270 mortes em todo o mundo e pelo menos 4,7 milhões de casos confirmados.

Na sexta-feira passada, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse esperar ter uma vacina contra o coronavírus até o final do ano.

Estágios de produção de vacinas

Para chegar a uma vacina efetiva, os pesquisadores precisam percorrer diversas etapas. Entre elas está a pesquisa básica – que é o levantamento do tipo de vacina que pode ser feita. Depois, passam para os testes pré-clínicos, que podem ser in vitro ou em animais, para demonstrar a segurança do produto; e depois para os ensaios clínicos, que podem se desdobrar em outras quatro fases:

Fase 1: feita em seres humanos, para verificar a segurança da vacina nestes organismos
Fase 2: onde se estabelece qual a resposta imunológica do organismo (imunogenicidade)
Fase 3: última fase de estudo, para obter o registro sanitário
Fase 4: distribuição para a população

Líder do PSD chama Bolsonaro de ‘psicótico’: “Ele não vai mudar, não vai mudar”

O senador Otto Alencar, líder do PSD, comentou a saída de Nelson Teich.

Para ele, Jair Bolsonaro “não respeita ninguém”.

“Um homem de bem, honrado, digno, com altivez não aceita ter a fraqueza de ser ministro de Bolsonaro. Quem aceita ser ministro de Bolsonaro é fraco.”

Alencar chamou Bolsonaro de “despreparado” e “psicótico”.

“Precisamos urgentemente de um bom psiquiatra para equilibrar o Bolsonaro. Desculpa, mas o Brasil não merecia isso. Ele não vai mudar, não vai mudar. Ele quer enquadrar os protocolos da saúde à caserna, a saúde vai ter que ser enquadrada ao quartel.”

Segunda parcela do auxílio emergencial começará a ser paga na segunda-feira


Brasília – A segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 aos trabalhadores informais, desempregados e microempreendedores individuais (MEIs) começará a ser paga aos beneficiários a partir da próxima segunda-feira. O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou, na noite desta quinta-feira, durante a transmissão semanal do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo Guimarães, o calendário da segunda parcela será feito com base na data de nascimento dos beneficiários. “Dessa forma, vamos ter maior tranquilidade no pagamento”, disse presidente da Caixa Econômica.

Na semana passada, ele já havia dito que o pagamento terá um cronograma diferente para evitar aglomerações na porta das agências bancárias. O cronograma detalhado do pagamento do segundo lote será divulgado na tarde desta sexta-feira, às 15h, por ele e pelo ministro da Cidadania, Onyz Lorenzoni.

“Vamos pagar mais de 50 milhões de pessoas em outro tempo recorde e isso é uma coisa que nos dá muito orgulho. São pessoas que não estavam nem em programas sociais do governo. Vamos abrir para todas as pessoas receberem o dinheiro através da conta digital da Caixa Econômica e fazerem a movimentação dos recursos pelo celular”, afirmou Guimarães.

Ainda segundo o presidente da Caixa, no sábado, o banco vai efetuar o pagamento de mais um “lote” dos beneficiários com direito ao auxílio emergencial referente à primeira parcela. Neste grupo, a previsão é que recebam pessoas com inconsistências no cadastro e que ficaram com o benefício pendente.

Na transmissão, Guimarães não explicou quantas pessoas fazem parte deste lote.
Na tarde desta quinta-feira, a Caixa completou dua semanas sem efetuar novos pagamentos da renda básica.

No último balanço divulgado também ontem pelo banco, às 14h desta quinta-feira, mostrava que foram creditados R$ 35,5 bilhões a 50 milhões de brasileiros, o que corresponde aos mesmos números informados desde o dia 30 do mês passado.

Na transmissão, Bolsonaro voltou a afirmar que os militares que receberam o auxílio emergencial indevidamente serão punidos.

Créditos: Agência Brasil

Ilhéus: ”Queremos salvar vidas e a economia”, afirma o prefeito Mário Alexandre em entrevista

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, em entrevista na manhã desta quarta-feira (13), declarou no programa O Tabuleiro, na rádio Ilhéus FM, que assim que os 56 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estiverem disponíveis, aos poucos, seguimentos do comércio serão flexibilizados na cidade.

“Queremos salvar vidas e a economia”, disse, ao mencionar sobre a reunião realizada na noite de ontem com entidades e representantes do comércio ilheense. Em nenhum momento da entrevista o gestor declarou que Ilhéus poderá adotar toque de recolher.

“Você acha que vou aceitar ver o povo Ilheense na porta dos hospitais morrendo?”, questionou ao entrevistador. O prefeito Mário Alexandre destacou ainda que embora a proporção do aumento do número de casos em Ilhéus esteja sob controle, ainda não é o ideal.

“Temos uma média de 70 atendimentos por dia no Centro de Atendimento Covid-19. Estou com 26 leitos de UTI, todos ocupados. Com esses 30 leitos que vem pra Ilhéus, teremos mais livre a margem de segurança. Mas hoje eu ainda não estou confortável”, continuou o gestor, ao explicar sobre a correspondência entre o aumento do número de leitos de UTI para Ilhéus e a gradativa flexibilização do comércio.

“Assim que tivermos os 56 leitos de UTI, vamos flexibilizar aos poucos”, disse. O gestor mencionou ainda que embora Ilhéus possua 16 óbitos por Covid-19, muitas vidas foram salvas. “Cada vida que a gente salva é uma alegria no meu coração. Cada vida que a gente perde, é uma tristeza para mim e para as famílias”, continuou, ao comentar sobre como muitas vezes fica sem dormir pensando em dar uma melhor assistência para a população.

Bahia tem 6.204 confirmações de Covid-19; Ilhéus registra 326 confirmados

A Bahia registra 6.204 casos confirmados de Covid-19, o que representa 29,91% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 1.644 pacientes recuperados e 225 óbitos, 4.335 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.​
Os casos confirmados ocorreram em 180 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (71,84%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes são Ipiaú (2.485,12), Uruçuca (2.339,30), Ilhéus (1.805,00), Itabuna (1.655,54) e Salvador (1.428,10).​ Na Bahia, 643 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.​
Ilhéus registrou 326 casos confirmados do Covid-19 nesta terça-feira (12).
O boletim epidemiológico registra 10.864 casos descartados e 20.743 notificações em toda a Bahia. Esses dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.​
Taxa de ocupação​
Na Bahia, dos 1.090 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 475 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 44%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 462 leitos exclusivos para o coronavírus, 255 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 55,2%.
Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.​
Exames​
O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 28.720 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 12 de maio de 2020. Atualmente, 2.029 amostras estão em análise laboratorial e os exames são liberados em até 48 horas.​
Óbitos​
A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) contabiliza 225 mortes pelo novo coronavírus em 38 municípios. Esses números contabilizam todos os registros de janeiro até as 17h desta terça-feira (12).  ​
215º óbito – homem, 69 anos, residente em Itabuna, comorbidades: doenças cardíacas crônicas, veio a óbito no dia 05/05, em hospital filantrópico de Itabuna.​
216º óbito – mulher, 86 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, veio a óbito dia 04/05, em hospital da rede pública de Salvador.​
217º óbito – mulher, 46 anos, residente em Salvador, comorbidades: doenças cardiovasculares e diabetes, veio a óbito dia 08/05, em hospital da rede privada de Salvador.​
218º óbito – homem, 44 anos, residente em Salvador, comorbidades diabetes e hipertensão arterial, veio a óbito dia 10/05, em hospital da rede privada de Salvador.​
219º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, comorbidades: diabetes e doença cardiovascular, veio a óbito dia 09/05, em hospital da rede pública de Salvador.​
220º óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, comorbidades: doença pulmonar obstrutiva crônica, doença arterial coronariana, veio a óbito dia 08/05, em hospital da rede privada de Salvador.​
221º óbito – homem, 64 anos, residente em Salvador, comorbidades diabetes, hipertensão arterial, doença cardiovascular crônica, veio a óbito dia 09/05, em hospital da rede pública de Salvador.​
222º óbito – mulher, 85 anos, residente em Ilhéus, comorbidades cardiopatia, diabetes e hipertensão arterial, veio a óbito dia 04/05, em hospital filantrópico de Ilhéus.​
223º óbito – homem, 71 anos, residente em Ilhéus, comorbidade hipertensão arterial, veio a óbito dia 05/05, um unidade de pronto atendimento do município de Ilhéus.​
224º óbito – homem, 44 anos, residente em Salvador, comorbidade diabetes, veio a óbito hoje, dia 12/05, em hospital da rede estadual de Salvador.​
225º óbito – mulher, 68 anos, residente em Ilhéus, comorbidades diabetes, hipertensão arterial, doença renal crônica, veio a óbito dia 28/04, em hospital público de Ilhéus.​
​​
Faixa etária​
Quanto ao sexo dos casos confirmados, 50,98% foram do sexo feminino. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 25,73% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 e mais (772,07/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (695,69/1.000.000 habitantes).​
A Sesab ressalta que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. O boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, está disponível no site da Sesab.










rl consultoria




web