WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de ilheus



abril 2021
D S T Q Q S S
« mar    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
videos


:: ‘_destaque2’

DIREITO DO CONSUMIDOR: EMPRÉSTIMO CONSIGNADO EM CARTÃO DE CRÉDITO É CONSIDERADO ABUSIVO

Diante da grave crise econômica potencializada pela pandemia causada pelo novo coronavírus, muitos brasileiros têm recorrido a linhas de crédito.

Em virtude da alta demanda, surgiu uma nova modalidade de crédito concedido principalmente a aposentados e pensionistas: o cartão de crédito consignado. Caso o consumidor não consiga pagar a fatura, é descontado um valor de até 5% do benefício direto pela fonte pagadora, a exemplo do INSS.

Apesar de o desconto ser autorizado em lei, o especialista George Araújo, Advogado e Consultor Jurídico em Direito do Consumidor, dá algumas dicas para evitar o superendividamento.

Perfil de risco: quem busca o crédito consignado terá os descontos efetuados nos contracheques ou no benefício do INSS. “Aí está o primeiro risco: a maioria desses consumidores são aposentados ou pensionistas do INSS, geralmente idosos e pessoas com uma renda baixa”, destaca George, alertando ainda que esses consumidores são classificados como hipervulneráveis, já que em razão da sua condição especial – a exemplo da avançada idade – são mais sensíveis ao consumo desses serviços.

A estratégia de induzir a erro: aproveitando a avançada idade e a condição social de muitos consumidores, essas empresas oferecem um contrato atípico de cartão de crédito, para que seja descontado da fonte pagadora apenas o valor mínimo da fatura do cartão. “O erro já começa quando o contratante pensa que está contraindo um empréstimo, enquanto na verdade se cuida de um contrato atípico de cartão de crédito. Quando pensa que está conseguindo diminuir a dívida, ela só aumenta mês a mês”, frisa o advogado.

Dívida interminável: as empresas prometem um cartão de crédito consignado e induzem o saque do valor disponibilizado como limite em uma única vez. Apesar de pagar mensalmente as parcelas, não há amortização do débito. “A empresa desconta apenas o mínimo da fatura, fazendo o cliente entrar no crédito rotativo. Com isso, a dívida só aumenta e nunca é quitada”, destaca o advogado. Isso acontece porque, quando o consumidor não consegue pagar a dívida, é descontado até 5% do seu benefício para pagar a fatura do cartão.

Falta de informação: Além da enorme vantagem econômica das empresas que praticam essa modalidade, outra irregularidade comum é a ausência de informações sobre a quantidade de prestações devidas e do seu termo final. “Muitas pessoas reclamam que já pagaram de duas até três vezes o valor da dívida e ainda possuem débitos junto à instituição. A informação é direito básico do consumidor”, pontua o especialista.

Enriquecimento sem causa: a prática abusiva que prevê desconto do mínimo diretamente da folha de pagamento, enganando e ludibriando o cliente, é entendida como enriquecimento sem causa, hipótese proibida na legislação.

O que fazer em nesses casos: nas hipóteses em que o consumidor é induzido a erro, contratando um serviço diverso do ofertado, é possível a restituição em dobro. “Se não houver engano justificável, a empresa poderá ser condenada a devolver o dobro do valor cobrado de maneira ilícita. É importante guardar o maior número de dados da contratação daquele serviço e registrar uma reclamação no Procon. Se o problema não for solucionado administrativamente, é possível buscar a reparação perante a Justiça”, reforça o consultor.

George Araújo é Advogado e Consultor Jurídico militante na área de Direito do Consumidor, tendo atuado no quadro técnico da Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor do Estado da Bahia, nas áreas de assessoria, educação e fiscalização.

Boletim Covid-19 Ilhéus: 2763 pessoas já estão curadas do vírus

2.763 pessoas já estão curadas da Covid-19 em Ilhéus até este domingo (2). 442 pacientes cumprem isolamento, 56 pacientes estão internados na UTI, 141 óbitos, infelizmente, 413 pessoas aguardam resultado da coleta. São 11.666 casos descartados até o momento.

Ilhéus é o município do interior do Estado com o maior número de leitos específicos para Covid-19, com 133 leitos ao todo, sendo 65 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 5 leitos semi-intensivos, e 63 leitos clínicos, todos do Sistema Único de Saúde (SUS). Estes leitos estão distribuídos nas unidades hospitalares de referência para atendimento Covid-19 em Ilhéus, como o Centro de Atendimento Covid-19 no Centro de Convenções, que conta com 10 leitos de UTI, 5 leitos semi-intensivos e 9 leitos clínicos; no Hospital de Ilhéus, com 11 leitos de UTI e 11 leitos clínicos; no Hospital Vida Memorial com 10 leitos de UTI e 20 leitos clínicos; no Hospital São José com 5 leitos de UTI e 5 leitos clínicos; e o Hospital Regional Costa do Cacau, com 29 leitos de UTI e 18 leitos clínicos.

Se for necessário sair, use máscara de proteção, respeite o distanciamento e evite aglomerações.

Eleições 2020: ‘A pandemia afetou fortemente a atividade de pesquisa eleitoral’

Importante instrumento para compreensão da conjuntura política e das expectativas do eleitorado, a pesquisa eleitoral deve ganhar importância ímpar na eleição de 2020. A necessidade de distanciamento social e a impossibilidade de aglomerações como formas para evitar o contágio do novo coronavírus impactam candidaturas, deixando os candidatos a prefeito e vereadores em um cenário de incerteza em relação a melhor forma de condução de sua campanha à vitoria. Para entender os caminhos ao sucesso eleitoral, o A TARDE entrevistou o professor universitário, estatístico e diretor da Potencial Pesquisa, Zeca Martins. Ele é filiado a Associação de Consultores Políticos (ABCOP), especialista em Marketing Eleitoral e em Pesquisa de Opinião e de Mercado, ele possui pós-graduação em Data Science e Analytics.

Como a pandemia do novo coronavírus vai afetar a realização de pesquisas eleitorais e como os institutos estão contornando essa dificuldade para manter esse importante termômetro da democracia?

De fato, as pesquisas eleitorais são muito importantes para colaborar com os cidadãos a se manterem informados durante as eleições. O que exige ainda mais responsabilidade, compromisso ético e moral das empresas de pesquisas, dos jornalistas e veículos de comunicação na realização das pesquisas e divulgação dos resultados.

A pandemia afetou fortemente a atividade de pesquisa de mercado e opinião, especialmente na utilização das técnicas onde o contato pessoal é relevante, que ficou muito restrito por conta das limitações impostas pelo isolamento social. Tanto os profissionais que trabalham fazendo as entrevistas, quanto os cidadãos; Potenciais entrevistados devem ser preservados e é prudente não os expor aos riscos inerentes da pandemia.

Os institutos que estavam estruturados antes da pandemia, caso da Potencial, conseguiram uma rápida adaptação ao momento, principalmente com a intensificação da utilização da técnica de entrevistas telefônicas. A tecnologia também tem ajudado bastante, não só para o desenvolvimento de novos caminhos para alcançar o público-alvo, mas para adaptação de técnicas tradicionais, sejam elas do método quantitativo ou qualitativo.

Sem a pesquisa presencial, quais alternativas que se apresentam e como atestar sua efetividade, já que há sempre críticas a pesquisas que não são realizadas no corpo a corpo?

Importante ressaltar que toda e qualquer técnica de pesquisa de mercado e opinião tem suas vantagens, benefícios e suas limitações. Então, a interpretação dos resultados sempre deve levar em consideração estes aspectos, independente do método ou da técnica. Com a intensificação de pesquisas onde as entrevistas são realizadas por telefone, surgiram também uma enxurrada de críticas, que, em minha opinião, em alguns casos chegam a ser exageradas.

A pesquisa com entrevistas por telefone é uma realidade já algum tempo. É conhecido e notório do mercado que grandes empresas nacionais e internacionais também utilizam a referida técnica para coleta de dados. Hoje em dia, não só pela tecnologia disponível e acessível, mas também pelos impactos que a pandemia do novo coronavírus causou no mundo.

Sobre as pesquisas telefônicas, é importante fazer algumas considerações. Segundo o IBGE, hoje, 98% dos domicílios brasileiros têm pelo menos uma pessoa com linha de telefone celular, ou seja, quase totalidade das residências é alcançada. Também não conseguimos, através de pesquisas presenciais, alcançar todos os domicílios, seja por questões operacionais ou até mesmo estruturais das cidades. E o telefone é uma alternativa para superar este obstáculo da pesquisa presencial, permitindo abranger um número muito maior de bairros e localidades.

Muitos tendem a aceitar a pesquisa por telefone para fins comerciais e rejeitar ou desconfiar quando a abordagem é eleitoral. Quais os motivos para essa desconfiança e ela é, de fato, justificável?

Em relação às pesquisas de intenção de votos, a abordagem por telefone recebe críticas pela impossibilidade do entrevistador apresentar aos entrevistados um cartão circular de resposta com a lista de candidatos para garantir a aleatoriedade e eliminar possíveis vieses. Nas pesquisas por telefone, o entrevistador é obrigado a ler os nomes que serão investigados. Para os críticos desse método, a ordem da leitura pode contaminar o resultado. No entanto, devem desconhecer a tecnologia dos sistemas de coleta de dados que são utilizados; Por exemplo, o sistema da Potencial faz a apresentação dos nomes de forma randômica, toda vez que o entrevistador está fazendo uma entrevista os candidatos aparecem em ordem totalmente aleatória para a leitura do entrevistado, eliminando qualquer viés de ordem com mais eficiência que a apresentação do cartão circular.

Também existe crítica quanto à possibilidade do entrevistado se cansar, ficar aborrecido com o entrevistador, desistir no meio ou escolher qualquer resposta só para encurtar a conversa. Essa possibilidade é muito maior em pesquisas presenciais, onde os instrumentos de coleta de dados, o questionário, tendem a ter um número muito elevado de questões o que causa, consequentemente, uma duração mais longa da entrevista. Os questionários que são aplicados em pesquisas telefônicas devem ser muito objetivos, com 8 a 10 perguntas no máximo, minimizando esta possibilidade.

Outra questão da pesquisa por telefone e que, aí sim, pode vir a se tornar uma forte limitação,quando a pesquisa lembra um telemarketing, onde a entrevista é feita por uma voz mecânica (URA), o que é muito rejeitado pelos brasileiros, podendo contaminar o resultado final da apuração. Nas pesquisas realizadas pela Potencial, as entrevistas são feitas por uma equipe de entrevistadores devidamentes treinados para este tipo específico de abordagem; A coleta de dados é registrada em um sistema de pesquisa específico para esta modalidade. Todas as nossas entrevistas são fiscalizadas in loco por uma equipe de supervisão, além de verificadas e criticadas em 100%, através de monitoramento on-line via sistema e, aproximadamente, 30% das entrevistas são auditadas.

Toda pesquisa por telefone é legítima, correta e representativa desde que a ponderação amostral representa a população alvo em estudo, e que também é condição sine qua non para estudos presenciais. Em relação a este aspecto, o sistema utilizado gera automaticamente e aleatoriamente os números de telefones para ligação com base na ponderação necessária, o que é devidamente programada no sistema com os parâmetros e variáveis específicas para o estudo.

Muito se fala do erro amostral, da margem amostral, no que diz respeito à precisão estatística da estimativa obtida com aquela amostra, e pouco se preocupam com os erros não amostrais, que de fato são os que mais trazem vieses e incorreções para os resultados. Neste aspecto, o controle de erros não amostrais é muito mais fácil de conduzir em pesquisas telefônicas.

Você tem lembrança de uma pesquisa por telefone com um resultado surpreendente?

Nas eleições de 2006 para governador da Bahia. Eu fui o responsável por desenvolver o único estudo cujo resultado apontou o candidato Jaques Wagner vencendo no 1º. turno. A técnica utilizada para realização das entrevistas foi a telefônica, o que nos permitiu alcançar mais de 160 municípios; Presencialmente, é praticamente inviável isso, não só pelo custo envolvido, mas também pelo tamanho do estado da Bahia e o tempo necessário para alcançar um quantidade enorme de localidades.

De lá para cá, a tecnologia permitiu e o enriquecimento de dados evoluiu muito nos últimos anos. Empresas com expertise nessa área disponibilizam informações cadastrais atualizadíssimas, e não estou falando apenas de nome e número de telefone, são muitas outras informações sócio-demográficas como sexo, idade, estado civil, grau de instrução, renda familiar, endereço residencial, do trabalho, profissão, formação etc.

Indo além, as empresas de maior credibilidade no mercado já se anteciparam e seguem as normas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) pessoais. Em suas pesquisas, a depender do tamanho da população a ser investigada, a Potencial tem utilizado cadastros com mais de 50 mil registros.

Qual é a importância de se realizar pesquisa eleitoral, para os candidatos a vereador e prefeito, principalmente em um contexto de pandemia que exige distanciamento social e proíbe aglomerações?

Em todas as eleições, as pesquisas estão presentes para subsidiar os candidatos com informações sobre os eleitores, avaliar o comportamento da população e a preferência de votos do eleitorado. Neste contexto de quarentena e pandemia vão ser mais importantes ainda, visto que as maneiras de se realizar a pré-campanhas e a campanhas foram afetadas e estão fortemente comprometidas.

A pesquisa é uma ferramenta muito útil para a gestão das empresas e não é diferente para a condução de uma campanha eleitoral. Não é simplesmente ter um grande volume de informações nas mãos, é necessário que se pense estrategicamente, planeje e organize de acordo com as necessidades do candidato/candidatura, para que ele e sua equipe possam focar as atenções em informações relevantes para tomar as decisões mais assertivas.

As pesquisas permitem a obtenção de muitas informações, tanto do perfil dos seus eleitores e de seus adversários na corrida eleitoral, quanto do impacto que suas ações e campanhas têm causado. É um trabalho fundamental! Sem informações precisas, sólidas, fica ainda mais difícil ganhar uma eleição, aumentando a chance de se cometer erros tomando decisões através do “achismo” ou ouvindo os “sabe tudo de plantão”, que rondam os candidatos nestes momentos.

Em um contexto de migração em massa de pessoas para o ambiente digital, através de redes sociais e aplicativos de mensageria eletrônica, a pesquisa realizada via internet ganha uma importância maior?

Sem dúvida as redes sociais e os aplicativos de mensagens eletrônicas são um caminho cada vez mais importante para obtenção de informações, mas temos que ter muitos cuidados e entender o que está sendo realizado através da internet e compreender as limitações impostas pelo ambiente digital para que se possa fazer o uso adequado das informações obtidas. Certamente, ainda não é um caminho adequado para aferir a intenção de voto; A opção por um estudo com este objetivo, por este caminho, poderia ficar comprometido.

O ambiente digital nos proporciona fazer pesquisas através de técnicas não tradicionais. Podemos através dos meios sociais digitais fazer análises exploratórias que indiquem tendências ou comportamentos, mas que não são conclusivas. É possível avaliar qualitativamente a presença dos pré-candidatos e candidatos nas redes sociais, suas popularidades, percepções sobre suas imagens, dentre outras informações; Chamamos de Social Listening. Com as informações obtidas torna-se possível desenvolver ações estratégicas de comunicação nos canais sociais. Esta técnica permite ainda a avaliação da polarização sobre temas diversos, perfil de seguidores engajados, análise da estratégia da concorrência, gestão de eventuais crises que prejudiquem a imagem, análise semântica, dentre outras. O diagnóstico é baseado em um volume de milhares de menções e citações.

Em relação às técnicas tradicionais de pesquisa, o que vem se fazendo, até mesmo antes da pandemia, são adaptações utilizando a tecnologia, a internet. No campo da metodologia qualitativa, grupos focais e entrevistas semi-estruturadas estão sendo operacionalizadas com os recursos de ambientes virtuais, que, apesar das limitações, tem trazido resultados satisfatórios. Em relação às técnicas de pesquisa quantitativa, tem se intensificado as pesquisas por autopreenchimento, através de questionários enviados por e-mail, SMS, Whatsapp e até por leitura de QR Code.

Muitos especialistas apontam que com o distanciamento social e proibição de aglomerações, a pesquisa de campo, presencial, se torna difícil, complicada e deve perder força nesta eleição. Concorda?

Existe ainda a preocupação que, com a reabertura do comércio, fim da quarentena, e consequente diminuição do isolamento social, os índices de contaminação pelo coronavírus voltem a aumentar. Caso isso não ocorra, o que esperamos, e com o adiamento das eleições para novembro, todos nós vamos ficar um pouco mais confiantes e seguros, podendo fazer com que as pesquisas presenciais voltem a serem realizadas mesmo que de forma gradual.

Em relação às técnicas não presenciais, especialmente por entrevistas telefônicas, tenho certeza que aqueles que contrataram com empresas responsáveis, sérias, vão obter resultados muito positivos, precisos e que vão continuar optando por essa técnica em estudos futuros; Que ganhará ainda mais força e credibilidade quando a LGPD começar a vigorar.

Bahia: Tremor de magnitude 3.5 no litoral!

Um tremor de 3,5 graus na Escala Richter foi registrado na costa da Bahia, na manhã desta quarta-feira (29). Segundo o Laboratório Sismológico (Labsis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o evento aconteceu por volta das 5h19.

Como o tremor aconteceu no mar e teve magnitude considerada baixa, não houve relatos de que tenha sido sentido no continente – a cidade mais próxima do raio do epicentro é Ilhéus, a 100 km leste do município. No caso da capital baiana, a distância para o centro do tremor é de 200 km a sudeste.

“Apesar de a magnitude não ser pequena, o epicentro está a aproximadamente 100 km do continente. A essa distância, é possível, mas é muito difícil que ele seja sentido no continente“, afirmou o professor Eduardo Menezes, geofísico e sismólogo do Labsis.

Embora o fenômeno tenha ocorrido na região costeira, Menezes tranquilizou a população sobre um possível risco de tsunami. “Tremores com essa ordem de grandeza não causam tsunamis, aquelas ondas altas. Não há energia suficiente para isso. O risco de tsunami é com magnitudes mais altas, geralmente a partir de 7.0”, detalhou, em entrevista ao Bahia Notícias.

O professor ainda atribuiu o tremor a uma possível falha geológica na região. De acordo com ele, os últimos registros de abalos no sul da Bahia aconteceram no continente, nas cidades de Itapé, Ibicaraí e Floresta Azul, com magnitude pequena. No estado, eventos desta natureza são mais comuns no Recôncavo Baiano. O último deles com magnitude maior aconteceu em novembro do ano passado, em Amargosa, com 3.5 graus na escala Richter.

Ainda segundo Menezes, a região Nordeste do país tem atividade sismológica considerável. “São áreas geologicamente ativas. Há falhas geológicas ainda em acomodação. Entre Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte e Pernambuco, a gente tem frequência de tremores”, disse.

A efeito de curiosidade, os tremores campeões de magnitude registrados na região aconteceram na década de 80. O maior deles ocorreu em 1980, na cidade de Pacajus (CE), com 5,3 graus. Os outros dois foram em João Câmara (RN), com 5,1 (1986) e 5,0 graus (1989).

Só na Bahia, a UFRN tem 15 estações para monitoramento de atividade sismográfica, algumas delas em parceria com a Rede Sismográfica Brasileira (RSBR). Em todo o país, são quase 100 equipamentos do tipo. As estações são operadas pelo Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP), Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (Obsis/UnB), Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis/UFRN) e Observatório Nacional (ON).

Fonte: Bahia notícias

Ilhéus: Coeso emite homenagem de falecimento à Pedro Alves

Grupo Coeso emitiu, nesta terça-feira (29), nota de homagem a Pedro Alves que faleceu na manhã de ontem.

LOGO AGORA PEDRO?

Hoje, por volta do meio dia fomos pego de surpresa com a triste notícia do passamento do nosso amigo e irmão Coesiano Pedro Alves. E como todos os mortais diante de uma perda irreparável, a reação coesiana foi imediata e diversificada: uns em prantos, outros tristes, lamentos, murmúrios e a pergunta:

Logo agora Pedro? Logo agora que a sua luta começa a dar os primeiros
sinais de frutificação?

Logo agora Pedro: Que o porto sul depois de longos dez anos de insistência e persistência de um sonho que você sonhou, semeou já anuncia os primeiros empregos para pais de famílias e jovens desempregados da nossa região?

Logo agora Pedro: que a gente precisa da sua experiência, da sua força, da sua alegria e daquela conversa de “pé de ouvido” quando você percebia que algo não ia bem com algum de nós?

Logo agora Pedro? Por que você nos deixou?
Mas, de repente, numa grande viagem no ônibus espacial do pensamento atravessamos o túnel do tempo e aterrissamos na China no período 551 a.C. – 479 a.C e ouvimos o grande Mestre
Pensador e Filósofo CONFÚCIO a nos ensinar, a nos confortar, creiam! Apontava em direção ao corpo inerte do nosso Pedro do Coeso e dizia: “Quando você nasceu todos sorriam e só você chorava.

Faça de tudo, pois quando você morrer todos irão chorar e você sorrirá”. Isso bastou para que a nossa tristeza se acomodasse, porque se Pedro sorria é porque cumprira o seu ciclo e durante a sua passagem por entre nós só fez o bem e entre a nossa tristeza e o sorriso de Pedro, o conforto e a resignação se apossaram de nós, coesianos.

De volta ao hoje, depois de ouvir Confúcio, aí, num cenário “magicamente” inexplicável e intensamente iluminado, como se ouvissemos a voz de DEUS emergindo de dentro de nós, em forma de sussurros trazidos por uma brisa leve a soar e ressoar pelos derredores dos nos nossos
ouvidos adentrando as nossas almas apascentadas, mais uma lição do nosso SOBERANO na singeleza da sua Sabedoria a nos dizer:

“Eu não tirei Pedro de Vocês. Ele cumpriu e muito bem a sua tarefa. Eu o trouxe para mim, para a minha dimensão, onde os espíritos iluminados habitam. A sua ausência estará sempre preenchida na lembrança de cada um de vocês, porque, a sua presença, ali, em cada lembrança, permanecerá altivamente forte e real.

Pedro do Coeso agora é saudade, porque só sente saudade de quem se gosta, de quem se ama.

Por entre o olhar de Confúcio e a Sábia Sagrada Sabedoria do Soberano Senhor, o COESO, nos simples versos de um Coesiano, homenageia ao nosso já saudoso Pedro do Coeso:

“Saudade eu penso,
Não é dor, nem sofrimento,
É um sentimento
Que a gente não sabe explicar,
Se é dor, não dói,
Por ser “presença da ausência”,
De quem se gosta e foi ali prá demorar
Ou a certeza de quem a gente ama
Foi-se embora para nunca mais voltar
Saudade eu sei,
Não se confunde com tristeza,
É reencontro
Com que a gente não vê mais
É um vazio
Que se preenche com lembranças
De bons momentos
Vividos tempos atrás
Não machuca, nos conforta, não maltrata,
No entanto, às vezes nos faz chorar.
Saudade:
É pra sentir e não se mata,
Porque se morta, não é saudade,
É penar.

Descansa em paz Pedro!
Você é nossa saudade mais gostosa de Sentir.
O nosso abraço, as nossas condolências à família enlutada, na qual o COESO se inclui.

Tiroteio interrompe live de banda no Rio de Janeiro e seguidores assistem tudo

Crédito: Aratu on

O grupo de pagode Aglomerou teve a live interrompida por causa de um tiroteio, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, na tarde deste domingo (26/7). Os disparos e a entrada da polícia na casa aconteceram durante a transmissão no Youtube.

Nas imagens, é possível ouvir ordens para que todos se abaixem e os músicos parem de cantar.

Depois do acontecido, o grupo gravou um vídeo para os fãs. “Estamos bem, está tudo bem. Estava acontecendo uma operação policial numa casa bem perto aqui do espaço. ocorreu esse fato, mas está todo mundo bem. não tem problema nenhum com quem estava na live. a gente vai remarcar porque a gente está sem clima”, disse um músico.

Uruçuca: Vereador Nilton Ribeiro solicita melhorias para duas quadras poliesportivas

Na manhã desta sexta-feira (24), o vereador Nilton Ribeiro, popularmente conhecido como Niltinho enfermeiro, esteve reunido com o Prefeito Moacyr Leite solicitando reforma de duas quadras poliesportivas, uma localizada na praça José de Olivio, e a outra na Urbis.

Segundo o vereador Nilton Ribeiro, as reformas já começarão na próxima terça-feira (28).

Precisamos valorizar e incentivar nossos jovens a praticar seus esportes, assegurando o bem estar de todos. Queremos que quando tudo isso passar, nossos jovens tenham uma quadra de esportes digna para suas atividades físicas, disse o vereador.

CORONAVÍRUS: Veja como anda a situação da Bahia

O Brasil tem, até o momento, 2.227.514 casos confirmados de Coronavírus, com 82.771  mortes. Foram 67.860 casos novos e 1.294 mortes só nas últimas 24 horas.

Já na Bahia, testes já apontaram a contaminação de 133.245 pessoas até o momento. Destas, 2.988 morreram. Em relação ao boletim divulgado ontem, foram 6.401 novos casos e 52 óbitos.

Os casos confirmados ocorreram em 407 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (37,67%). Ao todo, 116.246 pessoas estão recuperadas na Bahia.

No estado, dos 2660 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 1675 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 63%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 1112 leitos exclusivos para o coronavírus, 803 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 72%.

 

Fonte: Bahia Notícias

 

Una: Prefeito assina novo decreto; fica liberado o acesso à cidade, entre outras medidas

Prefeitura de Una estabelece novo decreto, visando ações que terão como objetivo conter o avanço do Coronavírus na cidade.

Dentre as medidas tomadas, é possível citar:

-Permanência do toque de recolher das 19h às 07h;
-Não há mais restrição de entrada e saída da cidade, mas, continuará cumprindo com as medidas sanitárias, municiando a vigilância epidemiológica para o monitoramento de novos casos. Pode acontecer de visitantes serem monitorando durante sua estadia na cidade.
-Barreiras só funcionarão das 07h às 19h;
-Fortalecimento do combate ao CORONAVÍRUS internamente, com ações específicas nos Bairros e Distritos.

O prefeito Tiago de Dejair divulgou as novas medidas ontem (21), por meio de uma Live no Facebook. Confira:

 

🔵 Revisão das medidas de combate ao coronavírus e renovação do Decreto • 21/07

Posted by Tiago de Dejair on Tuesday, July 21, 2020

 

DECRETO N°527 de 21 de Julho 2020.🖐️🚫 Prorrogação de Restrição de Circulação Noturna e altera outras condições…

Posted by Prefeitura de Una on Wednesday, July 22, 2020

 

 

Educação: Retorno das aulas? Previsões de ACM Neto pra este momento!

Crédito: Bahia Notícias

O prefeito de Salvador, ACM Neto, sinalizou a expectativa que neste sábado (18) a capital baiana atinja um percentual abaixo de 75% de ocupação dos leitos de UTI adulto exclusivos para a Covid-19.

A implantação de novos leitos nesta sexta-feira (17) vai gerar essa redução, o que provocaria o início da fase 1 da reabertura das atividades.

Com esse cronograma, ACM Neto estimou que, em setembro, é possível que haja o retorno das aulas presenciais em Salvador.

 











rl consultoria




web