WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

sufotur secom bahia



janeiro 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
videos


:: 18/jan/2024 . 15:01

Bafauê: Pedro Sampaio regrava o sucesso “vai no cavalinho” junto com Gasparzinho

Ontem, a praia do Porto da Barra em Salvador testemunhou um encontro inusitado entre dois astros da música brasileira. Pedro Sampaio, renomado DJ e produtor musical, foi flagrado desfrutando de momentos de lazer na famosa praia da cidade. Durante sua estadia, ele teve a oportunidade de se encontrar com Bryan, o vocalista da banda Gasparzinho.

A descontração do momento ganhou destaque nas redes sociais quando Pedro Sampaio compartilhou em seus stories o encontro. Enquanto trocavam ideias, Pedro não pôde deixar de mencionar a icônica música “Vai no Cavalinho” da banda Gasparzinho.

Relembrando os sucessos do passado, Pedro expressou seu desejo de colocar sua própria marca na música e gravar uma versão especial para o Carnaval. “Vai no Cavalinho” é uma canção que marcou época, e a colaboração entre Pedro Sampaio e Bryan promete trazer um novo formato para a música.

 

Acompanhe:

Bebeto Galvão participa de lançamento do Carnaval Ouro Negro e solicita apoio do Estado para blocos afro de Ilhéus

O vice-prefeito de Ilhéus, Bebeto Galvão, prestigiou na noite da última terça-feira (16) o lançamento do Carnaval Ouro Negro, no Pelourinho, Centro Histórico de Salvador. Sob o tema “50 anos dos blocos afro. Nossa energia é ancestral”, o evento reuniu deputados e autoridades do governo baiano.

Ao lado do governador Jerônimo Rodrigues e do vice-governador Geraldo Júnior, Bebeto destacou a importância do fomento às diversas manifestações culturais.

“Os blocos afro, mais do que desfilarem no carnaval, são espaços de educação, cultura, afirmação da identidade, memória e ancestralidade. Além de apoiá-los, o Governo do Estado decidiu que após os festejos se reunirá com os seus respectivos representantes para estabelecer parcerias e alavancar os projetos”.

Na ocasião, Bebeto solicitou ao secretário Bruno Monteiro apoio para os blocos afro de Ilhéus, município que depois de Salvador concentra número significativo de blocos organizados, com trabalhos sociais e forte luta do movimento negro pela promoção da igualdade.

“Destaco ainda a importante conquista alcançada pela capoeira, com o Oscar da Capoeira concedido ao querido amigo Tonho Matéria”, completou. Nesta edição, o Estado dobrou para R$ 15 milhões o valor destinado aos grupos de matrizes africanas e formados por povos tradicionais. O investimento é o maior da história do edital.





web