Profissionais da saúde entraram em contato com o site para denunciar cobrança indevida por parte do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde de Itabuna (SINTESI). De acordo com os relatos, a questão surgiu após a aprovação do reajuste salarial anual da Convenção Coletiva de Trabalho, realizada em 29 de agosto de 2023, segundo documento enviado às empresas, no dia 17 de novembro. No entanto, os funcionários alegam ter tido conhecimento do documento apenas em 20 de novembro.

No documento enviado aos funcionários, afirmam que durante a convenção, foi mencionada a possibilidade de desconto da contribuição sindical, do valor de 4% do salário de outubro, que seria aplicado aos empregados. Aqueles que se opusessem ao desconto deveriam procurar o órgão para receber instruções. Os trabalhadores alegam ter comparecido ao sindicato em 21 de novembro, apresentando uma carta de próprio punho manifestando a oposição ao desconto. Embora tenham entregue a carta, receberam, em 28 de novembro, a seguinte resposta do sindicato:

“Afirmamos ter recebido oposições ao desconto da taxa assistencial dos trabalhadores, contudo, as mesmas não foram acatadas por terem sido protocoladas na entidade sindical em prazo posterior ao período de oposição estabelecido na convenção coletiva de trabalho.”

Diante desse impasse, os profissionais da saúde agora buscam medidas para reverter a situação. Este espaço fica disponível para o SINTESI se manifestar sobre o assunto.