O pré-candidato a prefeito e secretário de educação, esporte, lazer e cultura da cidade de Una, Rogério Borges, participou, nesta sexta-feira (30), de um encontro com a secretária estadual de políticas para as mulheres, Elisângela Araújo.

Rogério Borges falou da importância da valorização e garantia dos direitos para as mulheres.

Foi uma excelente oportunidade para tratar de políticas públicas de valorização das mulheres em nossa sociedade. Nas gestões do Prefeito Tiago Birschner, o Município de Una vem avançando nesse quesito.

Precisamos fortalecer a ideia que o lugar da mulher é onde ela quiser, as  estimulando à conquistar mais espaço na política e em qualquer área. Como no esporte feminino que também vem avançando muito em nosso município com o envolvimento cada vez maior das mulheres e com a prática de diversas modalidades. Além disso, precisamos de mais políticas públicas que promovam a igualdade de gênero por meio da educação, da valorização da mulher e da fiscalização das leis vigentes.

Agradeço aos amigos Zenilton e João Geraldo (COOPAFEBA) pelo convite. Eventos como estes são importantes para fortalecer cada vez mais a participação feminina na política e nas tomadas de decisões, disse Rogério.

Elisângela foi candidata a deputada federal pelo Partido dos Trabalhadores na última eleição e obteve mais de 73 mil votos. Ela é natural da zona rural de Valente (Território da atual cidade de São Domingos), agricultora familiar, foi presidenta do sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras da agricultura familiar de São Domingos, diretora estadual da Central Única dos/as Trabalhadores/as e dirigente da executiva nacional da CUT. Em 2005, Elisângela foi eleita a primeira coordenadora-geral da FETRAF (Federação dos/as trabalhadores/as da agricultura familiar do Brasil), tendo também atuação dentro do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional e no Fórum Baiano da agricultura familiar, atualmente ela é secretária nacional agrária do PT e também foi uma das coordenadoras do GT de desenvolvimento agrário do governo de transição do presidente Lula.( informações: RedeGN)