O passeio ciclístico realizado pelos grupos Brutões e Guerreiros do Pedal promete ser um verdadeiro tour pelas regiões sul e centro-sul da Bahia. Partindo da cidade de Ilhéus no dia 8 de junho, feriado de Corpus Christi, os ciclistas vão percorrer 612 km e atravessar 10 municípios até chegar ao destino, o Parque Nacional da Chapada Diamantina.

O pedal é coordenado por Heli Macena, Everaldo Santos, José Paixão, Jurandyr Sant’Ana Júnior e Leonardo Rodrigues.

“Além de promover a saúde e o bem-estar de todos os participantes envolvidos, os passeios são ótimas oportunidades para que possamos conhecer a história em cada canto da Bahia e manter a conexão com a natureza, em suas mais variadas formas”, explicou Heli Macena.

O trajeto vai durar, em média, 40 horas, levando em consideração as paradas programadas. O percurso abrange as cidades de Uruçuca, Ubaitaba, Ubatã, Ipiaú, Jitaúna, Jequié, Iramaia, Itaetê, Mucugê e Lençóis.

Ciclismo ecológico – Um dos mais fascinantes parques naturais brasileiros, o Parque Nacional da Chapada Diamantina abriga uma variedade de ecossistemas, como Cerrado, Mata Atlântica e Caatinga. Os índios Maracás e Cariris dominaram a região antes da chegada dos primeiros bandeirantes, por volta de 1750.

O monte Tabor (Morrão), Calumbi (Morro do Camelo), o Pai Inácio e o Morro Branco do Paty desafiam o tempo e alimentam as lendas locais. As cidades que rodeiam o Parque Nacional abundam em prédios de arquitetura colonial, lembranças vivas da riqueza do ciclo do diamante que fez do Brasil o primeiro produtor mundial no início do século XX.

As trilhas abertas pelos garimpeiros são percorridas hoje por amadores de trekking vindos de várias partes do mundo.