WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura ilheus camara ilheus prefeitura ilheus



janeiro 2022
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
videos


:: 19/jan/2022 . 18:53

Eleições 2022: PSOL lança nomes ao governo da Bahia e ao Senado

Kleber Rosa ao lado de Guilherme Boulos | Foto: Divulgação

Um manifesto assinado por 80% dos membros dos diretórios municipais do PSOL-BA lançou nesta terça-feira (11) os pré-candidatos ao governo do Estado e ao Senado para concorrer nas eleições deste ano.

O pré-candidato ao governo do Estado é o membro do diretório nacional e secretário de Comunicação estadual do partido, Kleber Rosa, e o pré-candidato a vice é o militante do partido do município de Alagoinhas, Ronald Mansur.

Para concorrer ao Senado, o PSOL apresenta uma candidatura coletiva liderada por Tâmara Azevedo, membro dos diretórios estadual e nacional do partido. Participam também da chapa nomes como do geógrafo Professor Max, a presidente do diretório municipal de Itabuna, Tatta Lubito, e do ambientalista e ativista cultural, Zem Costa.

Leia aqui o manifesto na íntegra

 

SAC inicia entrega espontânea de documentos em postos da capital e interior

O SAC passa a entregar RG e Carteira Nacional de Habilitação (CNH), entre outros documentos e certidões, sem necessidade de se fazer agendamento prévio, em nove postos da rede, cujo atendimento é agendado. O novo procedimento entra em vigor a partir desta quarta-feira (19). Para receber os documentos, basta o cidadão se dirigir ao SAC em que foi solicitado, a partir da data prevista no protocolo.

Os postos aptos são Barra, Bela Vista, Shopping da Bahia e Salvador Shopping, na capital; Camaçari, Lauro de Freitas e Simões Filho, na Região Metropolitana (RMS); além de Conquista II e Feira II, no interior. Vale ressaltar que todos outros postos da Rede SAC na Bahia realizam atendimento 100% por ordem de chegada.

A diretora Operacional do SAC, Nilza Rios, acredita que o novo procedimento vai trazer mais celeridade ao atendimento. “É importante que este serviço seja no molde espontâneo, pois acelera o tempo de atendimento, sem impactar na dinâmica de trabalho da equipe, oferecendo mais agilidade e presteza ao cidadão”, disse.

Para outras informações, a Secretaria da Administração (Saeb) disponibiliza o site institucional do SAC e o call center: (71) 4020-5353 (ligação de celular) ou 0800 071 5353 (ligação de fixo).

Confira a lista dos postos SAC:

– SAC Barra: Segunda a sexta-feira, de 9h às 18h; e aos sábados, de 9h às 13h

– SAC Bela Vista: Segunda a sexta-feira, de 9h às 18h; e aos sábados, de 9h às 13h

– SAC Salvador Shopping: Segunda a sexta-feira, de 9h às 18h; e aos sábados, de 9h às 13h

– SAC Shopping da Bahia: Segunda a sexta-feira, de 9h às 18h; e aos sábados, de 9h às 13h

– SAC Camaçari: Segunda a sexta-feira, de 9h às 18h; e aos sábados, de 9h às 13h

– SAC Lauro de Freitas: Segunda a sexta-feira, de 10h às 19h; e aos sábados, de 10h às 14h

– SAC Simões Filho: Segunda a sexta-feira, de 8h às 15h

– SAC Conquista II: Segunda a sexta-feira, de 9h às 18h

– SAC Feira II: Segunda a sexta-feira, de 7h às 18h

Eleições 2022: Lula diz não ver problema em possível aliança com Alckmin; “eu não defini minha candidatura”

Líder nas pesquisas para as eleições presidenciais, Lula ainda não foi oficializado como pré-candidato pelo PT e, portanto, não tem um vice definido | Lula Marques/Agência PT

Ao ser perguntado sobre uma possível aliança com o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (sem partido), nas eleições, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse, nesta 4ª feira (19.jan), que não vê “problema nenhum” em fazer chapa com o ex-tucano. Apesar de admitir as divergências com Alckmin, o pestista afirmou que diferenças podem ser “colocadas de lado” para que se possa governar.

“Não terei nenhum problema em fazer chapa com o Alckmin para ganhar e governar esse país. Só não posso dizer ainda porque falta o Alckmin definir para qual partido ele vai, temos que ver se o partido vai fazer aliança com o PT”, disse Lula. “Nós temos divergências, temos. Por isso pertencemos a partidos diferentes. Temos visões de mundo diferentes, temos. Mas isso não impede a possibilidade de que as divergências sejam colocadas em um canto e as convergências em outro canto para poder governar”, ponderou.

Em entrevista coletiva com jornalistas independentes, Lula defendeu o ex-adversário político. Segundo o petista, Alckmin já se definiu como opositor ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e ao governador João Doria, pré-candidato à presidência pelo PSDB.

“Espero que Alckmin esteja junto, sendo vice ou não, porque me parece que ele já se definiu como oposição não só a Bolsonaro, como ao “dorismo” aqui em São Paulo. É importante lembrar que o PSDB do Doria não é o projeto social-democrata do Mário Covas, do Serra, criado no período da Constituinte”, afirmou.

Líder nas pesquisas para as eleições presidenciais, Lula ainda não foi oficializado como pré-candidato pelo PT e, portanto, não tem um vice definido. Ele reforçou isso durante a entrevista. “Eu não sei se vocês perceberam, só quem não tem falado do assunto é o Alckmin e eu. Todo mundo fala todo santo dia. Todo mundo dá palpite”, disse o ex-presidente. “Ele não tem partido hoje. E eu não defini minha candidatura. Então não pode ter candidato nem vice”, acrescentou.

Uma possível união de Lula com Alckmin tem desagradado alguns setores da esquerda. O ex-tucano vem sendo cortejado por partidos políticos como o Solidariedade, liderado por Paulinho da Força. Outro partido de olho no ex-governador é o PSB, de onde teriam começado as conversas para um acordo com PT.

Lula disse ainda que é preciso ter “tranquilidade” porque “o tempo vai se encarregar, e o tempo está chegando”. Segundo ele, é positivo que as pessoas que são contra a aliança se oponham e falem “enquanto a gente tem o direito de falar, porque houve momentos nesse país que a gente não podia”.





web