WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia





setembro 2021
D S T Q Q S S
« ago    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
videos


:: 9/set/2021 . 20:08

Famosos: Tiago Leifert fora do comando do BBB; o apresentador deixará a Globo

Tiago Leifert vai deixar a TV Globo após o “The Voice Brasil”, anunciou a emissora nesta quinta-feira (9). “Tiago Leifert irá se despedir da Globo, após 15 anos de uma parceria feliz e bem-sucedida”, informou a empresa, por meio de comunicado.

Ele vai apresentar o “The Voice” até 23 de dezembro. Os novos apresentadores das próximas edições do “BBB” e do “‘Voice” ainda serão definidos.

Leifert nasceu em São Paulo no dia 22 de maio de 1980. Ele entrou na Globo em 2008 e já comandou programas como “Central da Copa”, “Globo Esporte”, “The Voice Brasil” e “The Voice Kids Brasil”. Desde 2017, apresentava o “Big Brother Brasil”.

Em junho de 2021, com a saída de Faustão, ele assumiu as tardes de domingo da TV Globo até a estreia de Luciano Huck. Leifert comandou o “Super dança dos famosos”, que foi vencido por Paolla Oliveira e Leandro Azevedo.

Leia o comunicado na íntegra:

“O começo foi em 2004 como apresentador e editor na Rede Vanguarda, afiliada da Globo no interior de São Paulo. Depois, Tiago Leifert chegou ao SportTV, em 2006, como repórter e logo virou editor-chefe do “Globo Esporte”, apresentador e foi o responsável pela mudança no formato do jornal. Com um estilo único, chamou atenção e foi convidado para alçar novos voos como apresentador da versão brasileira do “The Voice”, em 2012. Em 2015, assumiu mais um novo projeto na emissora, desta vez, o matinal “É de Casa”. Esteve à frente, ainda, da “Central da Copa”, em 2010, 2014 e 2018, e participou do crescimento da franquia “Voice”, apresentando a primeira temporada da versão “Kids”. Em 2016, trouxe sua paixão pelos games e pelo universo geek para a TV Globo, com o “Zero 1”. E, em 2017, assumiu um de seus maiores desafios: comandar o “Big Brother Brasil”.

Apresentando as últimas cinco edições do BBB, Tiago deixou sua marca não apenas com seus bordões como “fogo no parquinho” e “textão não decide paredão”, mas também com edições históricas – uma delas garantiu o recorde mundial de votação popular em um reality show. Por diversas vezes substituiu colegas em seus programas e, mais recentemente, encarou a missão de comandar as tardes de domingo durante uma licença médica de Fausto Silva e, depois, no “Super Dança dos Famosos”. Mas será à frente daquele que foi seu primeiro projeto no entretenimento na emissora – o “The Voice Brasil” – que Tiago Leifert irá se despedir da Globo, após 15 anos de uma parceria feliz e bem-sucedida.

O apresentador amadureceu a vontade, que já havia manifestado no ano passado, de parar e preferiu não renovar seu contrato com a empresa, mas deixa as portas abertas para futuras parcerias: “A ideia de parar surgiu no meio do ano passado e venho conversando com calma com a Globo desde então, esperando o momento ideal. E é agora! A sensação é a de sair da casa dos pais para encarar o mundo. Eu cresci aqui, como pessoa e como profissional. Aliás, faz 20 anos que saí de casa para estudar nos EUA com a missão de um dia trabalhar na Globo. Eu consegui muito mais do que imaginava, e estou no momento perfeito, pessoal e profissionalmente, para encerrar esse capítulo que durou duas décadas. Tudo deu certo, foi lindo demais. Saio maduro, sem pressa, feliz e pronto para o mundo que está à minha frente. Aqui dentro construí uma história linda no esporte, onde pude criar novos estilos e narrativas, fazer parte de três Copas do Mundo e uma Olimpíada. No entretenimento, pude estar presente na implementação de quatro formatos e estar à frente de 16 temporadas de realities, uma paixão do Brasil e também minha. Mais lindo ainda foi comandar o ‘Big Brother Brasil’, um fenômeno apaixonante, do qual sempre fui fã, e que teve edições recentes consideradas históricas. Eu tenho um caso de amor com a Globo. E por isso saio com a absoluta certeza de que posso me dar esse tempo e de que vou continuar sendo bem-vindo aqui a qualquer momento. Meu muito obrigado a todos que estiveram comigo. E em especial ao público, que sempre me acolheu”.

Tiago Leifert apresentará a décima temporada do “The Voice Brasil” na TV Globo até o dia 23 de dezembro. Os novos apresentadores de 2022 do “Big Brother Brasil” e do “The Voice Brasil” ainda serão definidos.”

Política: Carta de Bolsonaro foi escrita com a ajuda de Temer

Nesta 5ª feira, antes das 7h manhã, o presidente Bolsonaro enviou um avião a São Paulo para buscar Temer, que trazia consigo uma proposta de texto | Alan Santos/PR/SBT News

A carta à Nação publicada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na tarde desta 5ª feira (9.set) contou com a ajuda do ex-presidente Michel Temer (MDB).

Na noite de 4ª feira, Bolsonaro ligou para Temer para pedir uma avaliação da situação do país após as manifestações de 7 de Setembro. Ouviu que estava péssima. Pediu conselhos. Temer aceitou ajudar, mas orientou que seria preciso fazer um movimento sob a forma de um documento. Imediatamente após a ligação, começou a rascunhar uma carta, com a ajuda do seu amigo e marqueteiro Elsinho Mouco, o mesmo que escreveu o discurso em que Temer disse que não renunciaria. O ex-presidente sempre foi afeito a cartas.

Nesta 5ª feira, antes das 7h manhã, Bolsonaro enviou um avião a São Paulo para buscar Temer, que trazia consigo uma proposta de texto. Almoçaram juntos na presença de outras pessoas. Depois, o presidentese reuniu reservadamente com seu antecessor e com o advogado-geral da União, Bruno Bianco, enquanto ministros esperavam do lado de fora. Analisaram a carta. Bianco sugeriu algumas alterações. Bolsonaro incluiu outras. E, por volta das 16h30, a carta foi publicada em sites oficiais do governo federal.

Reação

Em grupos bolsonaristas, a carta foi recebida de forma negativa. “É preferível renunciar do que escrever isso” e “A covardia e a traição, os piores defeitos em um homem” foram algumas das mensagens publicadas.

Bahia: Governador participa de seminário virtual sobre tecnologia promovido pela Embaixada da China

Nesta quinta-feira (9), o governador Rui Costa participou de um seminário virtual sobre tecnologia, desenvolvido pela Embaixada da República Popular da China no Brasil e pelo Consulado-Geral da República Popular da China no Rio de Janeiro. Com o tema “Rumo ao futuro digital e desenvolvimento impulsionado por serviços”, o encontro online debateu o desenvolvimento de tecnologias que possam ajudar áreas como Saúde, Educação e Segurança.

“Venho aqui dar o meu testemunho extremamente positivo sobre a relação da Bahia com a China e dizer que as possibilidades são muito grandes no uso de tecnologia para o desenvolvimento da saúde e da educação, no avanço de cidades inteligentes, na busca por uma segurança pública cada vez melhor, usando ferramentas tecnológicas. A tecnologia é o caminho para melhorar o conforto do ser humano e aumentar a segurança e o acesso das pessoas à ferramentas educacionais. Além disso, possibilita que o poder público garanta saúde a longas distâncias e em locais com escassez de profissionais altamente especializados”, afirmou o governador.

Rui lembrou que a Bahia já tem uma parceria muito frutífera com empresas chinesas e é responsável por um dos mais bem sucedidos programas de parcerias público-privadas (PPPs) e concessões do país, com investimentos totais superiores a R$ 10 bilhões. “Aqui, temos em andamento projetos de grande porte, como a ponte Salvador-Itaparica, que conta com R$ 8 bilhões e terá quase 13 quilômetros de extensão. Temos ainda um investimento de R$ 2 bilhões em mobilidade urbana da BYD, que é o monotrilho. Acabamos de contratar o monitoramento por vídeo em cerca de 80 novas cidades, com o uso de tecnologia voltada para a área de segurança pública, com inteligência artificial buscando fazer reconhecimento facial”.

A cônsul-geral da China no Rio de Janeiro, Tian Min, falou sobre a importância da boa relação mantida entre governos, para atração de investimentos. “O Estado da Bahia tem mantido um acordo de amizade e cooperação com o governo chinês. O governador Rui Costa já foi pessoalmente à China e promoveu ainda mais essa parceria pragmática bilateral, e tem todo o nosso apoio. Nesse momento, as duas partes vêm se esforçando para desenvolver diversos projetos e o governo chinês apoia as empresas chinesas respeitando as regras de mercado para desenvolver esses projetos na Bahia”.





web