WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de ilheus



março 2021
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
videos


:: 18/mar/2021 . 22:12

Prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, morre aos 72 anos por complicações da Covid-19

Crédito: G1

O prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), de 72 anos, morreu por volta das 21h desta quinta-feira (18), devido a complicações da Covid-19. Ele estava internado há quase três meses no Hospital Sírio Libanês em São Paulo, para tratamento do coronavírus.

Na última sexta-feira (12), Herzem precisou ser intubado após apresentar uma piora no estado de saúde, que era considerado grave.

Ele foi diagnosticado com Covid-19 em 7 de dezembro de 2020. Pouco mais de sete dias depois, ele foi internado em Vitória da Conquista, no Hospital Samur, com complicações pulmonares causadas pela doença. Em 26 de dezembro, ele foi transferido para o Hospital Sírio Libanês.

A informação da morte nesta quinta-feira foi informada através de postagem nas redes sociais feita pela assessoria de Herzem.

É com mais profundo pesar que informamos o falecimento do Prefeito de Vitória da Conquista, Sr. Herzem Gusmão, ocorrido na noite desta quinta (18), por volta das 21h, no Hospital Sírio Libanês. Informações do velório serão passadas pela Secretaria de Comunicação, SECOM. A família agradece todas as orações pela vida de Herzem.

Herzem deixa mulher, três filhos e um neto.

Por causa da internação de Herzem Gusmão, em 1º de janeiro a vice-prefeita Sheila Lemos (DEM), eleita no pleito de 2020, tomou posse do cargo de prefeita de Vitória da Conquista. Uma semana depois, Herzem tomou posse do cargo em cerimônia virtual.

ILHÉUS: EMPRESAS DE ÔNIBUS PRECISAM CUMPRIR CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO, AVALIA ENILDA MENDONÇA

Na tarde de ontem (quarta-feira, 17) a Câmara de Vereadores realizou uma sessão especial para tratar sobre o transporte público coletivo em Ilhéus.

A discussão aconteceu on-line, com presença de vereadores, deputados estaduais, representantes do executivo municipal e especialistas em mobilidade urbana. A audiência foi proposta pelo líder do Partido dos Trabalhadores no legislativo, vereador Augustão.

Entre os destaques da reunião está a fala da vereadora Professora Enilda, também do Partido dos Trabalhadores.

Segundo a vereadora, “as empresas de ônibus precisam cumprir o contrato de prestão de serviço”, e por sua vez, a Prefeitura precisa tomar as medidas administrativas diante o não cumprimento do documento.

A vereadora Enilda relembra que os problemas com o transporte público em Ilhéus vem antes da pandemia do novo coronavírus, apontando que as empresas sequer cumprem as contrapartidas previstas em decretos que autorizam o reajuste da passagem de ônibus e a prática ilegal de colocar apenas um funcionário “motocobra” dentro dos veículos.

“O que a gente tem é uma coleção de normas municipais não cumpridas pelas empresas”, disse Enilda.

A vereadora ainda alertou para os transtornos causados pelas empresas em relação aos moradores da zona rural de Ilhéus. “Estamos com essa população ilhada (…) um ônibus pela manhã e pela tarde não. Muita gente perdeu o emprego porque não tem como voltar pra casa”, relatou.

Enilda também demonstrou preocupação em relação ao início do ano letivo, na próxima semana, onde mais de 20 mil estudantes da rede municipal terão que circular pela cidade.

“Se hoje os ônibus estão que nem sardinha, sem distanciamento, sem garantia de segurança, imagine quando todas essas familias estiverem circulando pra pegar material para seus filhos nas escolas”, disse a vereadora.

A partir da proxima segunda-feira, uma comissão formada por representações da Câmara de Vereadores, Prefeitura de Ilhéus, empresas concessionárias, entidades do turismo e do comércio, universidade e sociedade civil organizada inicia um trabalho de análise do contrato que a Prefeitura tem com as empresas Viametro e São Miguel.

Auxílio emergencial: vídeo traz explicações para atualizar aplicativo

A Caixa Econômica divulgou um vídeo com explicações sobre como atualizar o aplicativo Caixa Tem, utilizado pelos beneficiários do auxílio emergencial, Poupança Social Digital e também do pagamento do Saque Emergencial do FGTS.

A renovação de dados é feita pelo celular e facilita a vida dos usuários em tempos de pandemia.

Confira o passo a passo do recadastramento no vídeo

Vale lembrar que existe um calendário para fazer a atualização conforme o mês de nascimento.

Mês de aniversário Data de atualização

Janeiro = 14 de março

Fevereiro = 16 de março

Março = 18 de março

Abril = 20 de março

Maio = 22 de março

Junho = 23 de março

Julho = 24 de março

Agosto = 25 de março

Setembro = 26 de março

Outubro = 29 de março

Novembro = 30 de março

Dezembro = 31 de março

Governo do Estado volta a pagar conta de água de cerca de 860 mil baianos por três meses

Assim como aconteceu em 2020, cerca de 860 mil baianos terão novamente a conta de água e esgoto paga pelo Estado da Bahia por um período de três meses em função da pandemia, o que representa um desembolso total de mais de R$ 17 milhões. A medida é válida para os clientes da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) com Cadastro Social e consumo de até 25 metros cúbicos de água por mês. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, nesta quinta-feira (18), durante transmissão ao vivo em suas redes sociais e que também contemplou ações para prorrogação do pagamento de IPVA de veículos do transporte escolar.

“A medida começa a valer cinco dias após a sanção do Governo do Estado, mas antes disso, o projeto deve ser aprovado na Alba. É mais uma ajuda indireta às pessoas de baixa renda, contribuindo para que o eventual recurso financeiro que tenham em mãos, elas possam utilizar para a subsistência da família”, explicou o governador Rui Costa.

O objetivo do pagamento de conta da Embasa é, mais uma vez, aliviar a situação financeira das famílias mais vulneráveis, em meio à nova fase emergencial da crise sanitária. Em abril de 2020, o governo baiano já havia tomado decisão semelhante e também quitou por três meses as contas de água deste mesmo perfil de consumidor. A nova medida será válida após aprovação de projeto de Lei a ser enviado nos próximos dias para a Assembleia Legislativa.

O pagamento das contas de água é mais uma ação do Programa Estado Solidário, que inclui medidas de apoio à sociedade baiana em decorrência da crise provocada pela pandemia. “Com o recrudescimento da pandemia, precisamos agir novamente de forma rápida para apoiar a população baiana nesse momento tão difícil. Que em breve a situação melhore com a vacinação em massa dos baianos, especialmente após a chegada dos lotes da vacina Sputink V”, acrescentou o governador. Os tributos referentes a essas contas de água também serão pagos pelo Estado.

IPVA transporte escolar

Os proprietários de veículos de transporte escolar e turístico e de autoescolas terão o pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2020 e 2021 prorrogado por dois anos como forma de atenuar as dificuldades destes segmentos em função da pandemia do coronavírus. De acordo com decreto a ser assinado pelo governador Rui Costa, o IPVA de 2020 fica prorrogado para julho de 2022, e o de 2021, para julho de 2023.

Os beneficiários terão a opção de pagar em cota única, com desconto de 5%, ou parcelar o imposto devido em três vezes.

A cota única para pagamento do IPVA 2020 vencerá no dia 29 de julho de 2022. No caso de parcelamento, as datas de pagamento estão fixadas em 29 de julho, 31 de agosto e 30 de setembro de 2022.

Já a cota única para pagamento do IPVA 2021 fica prorrogada para 31 de julho de 2023. Quem parcelar terá as datas de 29 de julho, 31 de agosto e 29 de setembro de 2023 para efetuar os pagamentos.

A medida não inclui a taxa de licenciamento anual, cujos prazos de pagamento permanecem inalterados e deverão ser observados para efeito de expedição do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV).

Estado Solidário

O programa Estado Solidário, lançado na última terça (16) pelo governo baiano, contempla medidas para apoiar a população durante a pandemia na Bahia em quatro diferentes áreas: Educação, Tributos, Água e Esgoto e Microcrédito. Na área da Educação, uma bolsa no valor de R$ 150 será oferecida a 292.987 alunos cadastrados no CadÚnico para fortalecer o vínculo com a escola e combater o abandono escolar. A iniciativa, somada ao vale-alimentação e o Mais Estudo, programa que garante R$ 100 de bolsa para estudantes que dão monitoria aos colegas em Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica, totaliza em mais de R$ 410 milhões que serão destinados para assistência estudantil em 2021.

Na área tributária, os contribuintes do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) de setores e municípios atingidos por medidas como o toque de recolher e o fechamento do comércio não essencial terão o pagamento da antecipação tributária com vencimento nos meses de março e abril prorrogado por três meses. Ao final desse prazo, o recolhimento ainda será feito de forma parcelada em três vezes iguais. Também será concedida manutenção por 30 dias da validade de certidões negativas de tributos estaduais.

Na área de microcrédito, por meio da Desenbahia, serão disponibilizados R$ 100 milhões em linha de crédito especial destinada a 25 mil microempreendedores formais e informais de todo o estado. O programa de financiamento destina-se a financiar capital fixo e de giro, com valores entre R$ 500 e R$ 21 mil e juros de 2% ao mês. O crédito deverá alcançar microempreendedores das áreas de produção, comércio ou prestação de serviços, e tem como objetivos o crescimento e a consolidação dos empreendimentos de pequeno porte, com base em investimentos de pequeno valor, de forma ágil e desburocratizada, estimulando a geração de ocupação e renda.











rl consultoria




web