WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de ilheus



janeiro 2021
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
videos


:: 5/jan/2021 . 16:35

Locais de prova do Enem 2020 são divulgados hoje; saiba como acessar

Por: Uol

Os estudantes inscritos no Enem 2020 (Exame Nacional do Ensino Médio) podem acessar o Cartão de Confirmação de Inscrição a partir de hoje, pela Página do Participante. O cartão contém o número de inscrição, data e local onde a prova deve ser realizada. A edição do Enem 2020 conta com 5.783.357 inscrições confirmadas e está prevista para ocorrer nos dias 17 e 24 de janeiro deste ano, na versão impressa. Já a versão digital será aplicada nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.
A recomendação do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) aos estudantes é que o cartão seja levado nos dias de aplicação de prova, apesar de não ser obrigatório. O documento traz registros sobre atendimento especializado e tratamento pelo nome social dos estudantes.
Login único
Para ter acesso ao cartão de confirmação, os candidatos devem se cadastrar obrigatoriamente no portal do Governo Federal, no endereço eletrônico acesso.gov.br . Por meio dele será possível criar um login e senha únicos para ter os dados da inscrição. O cadastro é necessário apenas uma vez para que todos os serviços sejam liberados para os participantes.
O procedimento pelo site do governo federal acompanha a unificação dos serviços digitais dos órgãos públicos, alinhado com o Plano de Transformação Digital que tem sido implementado.
Reaplicação e resultado
O Enem é realizado desde 1998 para avaliar o desempenho escolar ao final da educação básica. A estrutura da prova conta com uma redação e 45 questões em cada prova das quatro áreas do conhecimento, que inclui linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.
Neste ano, os resultados serão emitidos a partir do dia 29 de março, após a reaplicação da prova nos dias 24 e 25 de fevereiro para as pessoas que podem ter sido afetadas por problemas de estrutura.
Durante a prova será obrigatório o uso de máscaras e os estudantes que estiverem com covid-19 ou outras doenças poderão participar da reaplicação do exame.
O pedido da reaplicação deve ser feito pela Página do Participante antes do Enem ser aplicado. Candidatos que apresentarem sintomas nas vésperas ou no dia da prova não devem comparecer presencialmente para fazer o Enem.

Saúde: Você vai ao banheiro para urinar mais de oito vezes em um dia ou acorda duas vezes ou mais à noite?

Se você vai ao banheiro para urinar mais de oito vezes em um dia ou acorda duas vezes ou mais à noite para esvaziar a bexiga poderá desenvolver em algum momento da vida a incontinência urinária, uma perda involuntária de líquido. De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, mais de 10 milhões de brasileiros sofrem com incontinência urinária e não conseguem controlar quando vão ao banheiro.

“Mulheres, homens, crianças e idosos sofrem de incontinência urinária, um problema que pode ser prevenido e tratado com diferentes abordagens, desde medicamentos, cirurgias e também com um tratamento bem menos invasivo considerado como primeira opção desde que bem indicado: os exercícios de fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico”, afirma o urologista Rogério Matos Araújo.

Segundo a Sociedade Internacional de Incontinência (ICS), o fenômeno acomete tanto os homens como as mulheres; porém, é muito mais comum no sexo feminino e torna-se mais frequente com o envelhecimento. A perda urinária determina, além do constrangimento, uma piora significativa na qualidade de vida em razão de promover o isolamento social, restrição ao trabalho, ao lazer e alteração do humor.

“Infelizmente muitas pessoas ficam em silêncio e não procuram tratamento. Há um tabu porque a região pélvica é uma região íntima, mas que necessita de cuidados como qualquer outra região do corpo”, acrescenta o urologista.

 

 

Quais são os tipos de incontinência urinária

Incontinência urinária de esforço: é a perda de urina que ocorre ao tossir, espirrar, caminhar, correr, pular. Ocorre quando os músculos do assoalho pélvico (músculos que cobrem a cavidade inferior da bacia e sustentam os órgãos que estão no abdômen) são forçados durante esforço físico e se tornam enfraquecidos ou alongados demais. Isso leva a perdas urinárias em episódios, podendo ocorrer em gotas ou em grande quantidade. Não existem medicamentos para esse tipo de incontinência urinária e as recomendações de tratamento estão na fisioterapia e na cirurgia.

Incontinência urinária de urgência: é a perda de urina associada a um desejo súbito e urgente de urinar, que ocorre porque o indivíduo não consegue chegar ao banheiro a tempo. É o que ocorre na bexiga hiperativa, uma situação na qual o músculo detrusor (músculo que forma a bexiga urinária) se contrai involuntariamente mesmo se a bexiga não estiver cheia. Muitas vezes a pessoa tem que urinar com muita frequência e em algumas vezes a urina escapa antes de chegar à toalete. Essa condição pode ser tratada de diversas maneiras, incluindo medicamentos, estímulos elétricos com equipamentos de fisioterapia, uso de toxina botulínica e implantes de estimuladores elétricos nas raízes nervosas.

Incontinência urinária mista: algumas pessoas têm os dois tipos de incontinência urinária, ou tem sintomas que podem ser dos dois tipos e chamamos esta condição de incontinência mista. Algumas vezes são necessários exames mais específicos, chamados exames urodinâmicos, que ajudam a ter um diagnóstico preciso para escolher o melhor tratamento.

Incontinência urinária paradoxal: ocorre quando a bexiga está extremamente cheia e a perda urinária ocorre por uma espécie de transbordamento; o problema nesse caso é a incapacidade de esvaziamento da bexiga, mas o sintoma é a perda de urina. É o que ocorre em pessoas que perdem a sensibilidade da bexiga e não percebem que ela está cheia. Ou ainda em pessoas com obstrução crônica, como nos homens com crescimento da próstata. Nesse caso o tratamento consiste em melhorar o esvaziamento da bexiga.

“A doença,  que acomete mais as mulheres, afeta cerca de metade da população feminina no mundo pelo menos uma vez na vida, com chances de repetição do quadro. A Sociedade Brasileira de Urologista estima que 50% das mulheres apresentam recorrência. Independente do sexo, se você acha que pode ter incontinência urinária, procure um urologista e faça uma consulta. A maioria dos casos tem solução que pode até ser muito simples”, conclui Araújo.











rl consultoria




web