O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) esteve em Praia Grande, no litoral de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (30), e causou aglomeração na faixa de areia do Canto do Forte. Depois, durante a tarde, Bolsonaro esteve no enterro de um policial militar que morreu ao tentar salvar crianças de afogamento.

Em Praia Grande, as praias estão liberadas, inclusive nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro. A administração municipal decidiu manter as praias abertas após o governo do estado anunciar que não se responsabiliza pela fiscalização nos municípios da Baixada Santista. Durante a visita, o presidente não usava máscara de proteção, medida obrigatória na cidade.

Quando chegou à praia, Bolsonaro foi recebido por banhistas aglomerados que o aguardavam. Muitos estavam sem máscaras de proteção. No local, o presidente cumprimentou a população, tirou fotos, abraçou crianças e idosos, sem fazer o uso de máscara e desrespeitando o distanciamento social.