WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de ilheus



dezembro 2020
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
videos


:: 21/dez/2020 . 15:55

Covid: Comissão Europeia aprova vacina da Pfizer contra o novo coronavírus

A Comissão Europeia aprovou na tarde desta segunda-feira (21) o uso da vacina desenvolvida pela Pfizer/BioNTech contra o novo coronavírus. Com isso, os 27 países membros da União Europeia (UE) poderão iniciar a vacinação da população nos próximos dias.

Mais cedo, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) também deu recomendação positiva para o imunizante.

Segundo a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, a expectativa é que a vacinação comece em todos os 27 países nos dias 27, 28 e 29 de dezembro.

Alemanha, Áustria e Itália já disseram que planejam iniciar a vacinação a partir de 27 de dezembro, enquanto a Europa tenta acompanhar os Estados Unidos e o Reino Unido, que já começaram a vacinação.

Os preparativos para a distribuição da vacina ocorrem no momento em que a identificação de uma nova variante altamente infecciosa do coronavírus no Reino Unido provocou caos na região, levando países a suspenderem os laços de transporte com o território britânico e transtornando o comércio na iminência do feriado de Natal.

A pandemia, que já matou cerca de 470 mil europeus, está ganhando ímpeto nos meses frios e arrasando economias. Muitos governos impuseram restrições mais rigorosas às famílias para tentar conter uma segunda onda de infecções e evitar sobrecarregar o sistema de saúde.

Estudantes de medicina, médicos aposentados, farmacêuticos e militares estão sendo recrutados para uma campanha europeia de vacinação de escala inédita.

Devido a uma abordagem de aceleração gradativa, profissionais de saúde e moradores de casas de repouso serão priorizados e a maioria dos esquemas nacionais não chegará ao público em geral até o final do primeiro trimestre de 2021, na melhor das hipóteses.

O objetivo dos 27 países da UE é atingir uma cobertura de 70% de seus 450 milhões de habitantes.

No sábado, a agência reguladora de medicamentos da Suíça autorizou o uso da vacina para pessoas com mais de 16 anos.

OMS: Mutação do coronavírus é mais contagiosa e ainda não mostra maior gravidade

Crédito :CNN

Uma nova mutação da Covid-19 observada no Reino Unido acendeu outra preocupação para com a doença no mundo, e já fez com que ao menos 27 países proibissem voos originados do epicentro na região da Europa.

Um dos pontos principais, segundo a epidemiologista da Organização Mundial da Saúde (OMS), Maria Van Kerkhove, é que ainda não é possível prever nenhum impacto nas vacinas desenvolvidas contra a doença.

Apesar da variante ser 70% mais contagiosa do que a cepa original, não foi constatado se a cepa apresenta aumento na severidade da doença, informou Van Kerkhove. “Conforme falamos neste momento, há estudos sobre isso em curso”.

Até o momento, ao menos outros quatro países identificaram casos ligados à nova variante: Austrália, Dinamarca, Holanda e Bélgica.

No Reino Unido, a variante pode ter surgido em meados de setembro no sudoeste do país. Desde esse período, foi observado um aumento de 1.1 para 1.5 na taxa de transmissibilidade. “O vírus apresenta mutações o tempo inteiro. Mas o que é interessante desta cepa específica é que é uma combinação de mutações: é mais de uma”, disse a epidemiologista.

Apesar da nova variante ainda estar sob estudo e análises, Van Kerkhove alegou que os cuidados para qualquer cepa da Covid-19 permanecem os mesmos: uso de máscara, distanciamento social e a prevenção contra aglomerações.











rl consultoria




web