Prof. Emenson Silva: Eleições 2020 em Ilhéus .

 

Muitas situações pairam sobre o cenário político nas eleições municipais em 2020. E o coronavírus foi o grande causador na mudança abrupta acerca do conceito e da forma de pensar e fazer política.
A COVID 19 mudou agendas, rotas, projetos pois devido a pandemia os candidatos evitarão aglomerações de pessoas, além de obrigá-los, a usar novas ferramentas para chegar ao eleitor. Em Ilhéus, oito candidatos estão na corrida ao palácio a saber: Marão ( PSD), Cacá (PP), Valderico (DEM), Cosme (PDT), Bernadete (PSOL), Reinaldo ( PTB), Roberto (SOLIDARIEDADE).

Desses candidatos acima, três despontam na opinião popular. O Prefeito Marão ( PSD), que busca a reeleição , que inegavelmente desenvolveu a infraestrutura da cidade, transformando Ilhéus, em um grande canteiro de obras nunca visto antes em parceria com o Governo Estadual, é obra para todo lado, lembrando que algumas delas antes era um sonho , hoje realidade como ponte Ilhéus / Pontal, Projeto Orla Sul e tanto outros, de fato, Marão se apresenta como a melhor opção . Cacá Colchões (PP), busca o retorno ao Poder, uma vez que já foi vice-prefeito e hoje representante do alcaide político da região Jabes Ribeiro (ex prefeito),este possui um grupo político consolidado, que estão na sede da busca do poder e acredito que este, polarize novamente com o prefeito Marão, devido a estrutura do grupo e a forma que fazem política há décadas na cidade, posso está equivocado, uma vez que é uma mera e singela análise. Do outro lado da ponta, temos o candidato Valderico (DEM), jovem da elite Ilheense, busca um caminho para se firmar no jogo político, mas ainda conta com a inexperiência política e tem a autossuficiência como sua grande marca, assim terá dificuldades para a consolidação de um grupo político coeso.

Diante de toda essa análise, posso considerar que, nas eleições municipais 2020, a participação ativa da população será de suma importância, esperamos que o eleitor tenha consciência de que quando ele vai escolher alguém , vai ser o líder que vai governar sua cidade por mais quatro anos. Então, é importante escolher um candidato que goste antes de tudo de gente e que respeite as regras do jogo. O eleitor terá papel importante em todos os processos desta eleição.

Assim, tenho a ousadia de perguntar , Ilhéus , entrou em caos político e administrativo nesses últimos anos? Houveram greves ? Houveram manifestações populares que paralisaram a máquina pública ? Houve cassação de prefeito? . Por outro lado, devemos responder de acordo com nossa consciência cidadã , houve melhora na infraestrutura da cidade? Houve reajuste salarial?Em meio a pandemia contratados tiveram seus contratos cessados ou acordados? Não constituiremos uma sociedade melhor sem analisarmos o seu passado, é preciso conhecer a história para entendermos o nosso tempo e seus respectivos atores.

Assim, é preciso buscar o caminho do progresso sempre e não do caos, temos candidatos experientes , mas também temos inexperientes ou novatos e estes por sua vez, acabam criando dificuldades para si mesmo.Jovens ou neófitos da política local que estão presos as velhas práticas que não conseguem fugir do discurso tradicional e impor um tom realmente novo, muitos que querem mudar a política , não passam de meras narrativas, “falam mais dos mesmos”.