WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

camara de ilheus



agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul   set »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
videos


:: 24/ago/2020 . 8:28

ITABUNA: GRÁVIDA COM COVID TEM ATENDIMENTO NEGADO E CRIANÇA MORRE

Crédito da matéria: iPolitica

Como se não bastasse a pandemia que assola o mundo inteiro, Itabuna é, mais uma vez, palco de um episódio lamentavel. A jovem Rayssa Vilanova, de 18 anos, passou por um total descaso neste domingo (23) ao solicitar socorro no Hospital Manoel Novaes.

De acordo com familiares, Rayssa, que testou positivo para a Covid-19 e grávida de cinco meses, amanheceu com um forte sangramento neste domingo. Ao buscar socorro na Maternidade Ester Gomes, foi orientada a ir para casa ou buscar atendimento no Hospital Manoel Novaes, caso piorasse a situação. A jovem que estava com falta de ar e foi levada para o Novaes, onde informaram que só poderiam atender casos particulares, mesmo com o forte sangramento.

Ainda de acordo com informações de familiares, um delegado que estava na Unidade hospitalar tentou intervir no caso mas não obteve sucesso.

A jovem, indignada juntamente com seus familiares, retornaram para casa. Ao chegarem próximo a sua residência, com o bebê “encaixado”, foi feita a remoção da criança, onde constataram que a já estava sem vida.

A família retornou ao Manoel Novaes, junto com a criança, e mais uma vez o atendimento foi negado em primeiro momento. O delegado retornou ao local, onde conseguiu que a jovem fosse atendida por uma pediatra, por conta dos fortes sangramentos.

Em contato com a direção do Hospital, a Diretora Geral, Fabiane Chaves, informou que na segunda-feira, 23, a Comunicação da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, vai se pronunciar sobre o caso.

Música: Rapper baiano lança música abordando questões raciais

O Rapper baiano Jaii Anjo, lança nesta sexta-feira (28), mais uma música de trabalho, que estará disponível nas plataformas digitais Youtube e Sua Música. A canção fala das questões raciais, dando ênfase ao racismo institucionalizado.

No youtube, a canção será lançada no canal Alta Frequência, que é um estúdio virtual com caráter social e que possibilita à artistas a gravação de seus trabalhos com a mesma qualidade sonora de uma forma mais acessível.

“Esse canal é um estúdio do amigo Lu Show e, que através de uma parceria, firmada também com o compositor e cantor Negresco, tem um cunho social. Através desta plataforma, muitos artistas conseguem produzir seus álbuns de forma mais profissional. Pra mim é uma honra fazer parte da família Alta Frequência”, declara Jaii Anjo.

Fire Man, fala sobre as lutas dos negros, que apesar de toda dificuldade encontrada na sociedade, é capaz de chegar ao topo. “O objetivo desta canção é apresentar nosso protesto, contra toda forma de opressão ao povo negro”, declara Jaii Anjo.

Ao longo da música o artista cita nomes de grandes revolucionários na luta contra o racismo em todo mundo, a exemplo de Malcom X, Mandela, Dandara, Marielle Franco, Mahatma Gandhi, mesclados com trechos de discursos de um dos maiores líderes negros da história da humanidade, Martin Luther King.

Fire Man, além de informar para a sociedade as referências da luta contra o racismo mostra iniciativas que incentivam a força dos negros. Quem escutar a música, também irá encontrar referências de empoderamento, solidariedade e acima de tudo o desejo de transformações através do protesto musical. “Essa música é um impacto social e estrutural, espero que muita gente se sinta representada e se emocione com essa composição”, conclui o rapper.

SOBRE JAII ANJO

Morador do Engenho Velho de Brotas, bairro bastante reconhecido em função de ser um polo musical e onde funcionou uma casa de engenho na época da escravidão, Jaii Anjo se inspirou neste contexto e vem daí a vontade de usar a música como ferramenta de transformações sociais e combate ao racismo.

O artista está na estrada musical do pagode baiano há quase duas décadas, atuando como músico, compositor e baccking vocal, com passagem em diversas bandas, tais como: Mega Demais, Pagode dos Artistas, dentre outras.

Depois de anos de estrada nessas funções, junto com irmão, primo e amigos, em meados de 2010, lança no mercado a Banda SOMDUBAUM, atuando como produtor artístico e musical.

Jaii Anjo, sempre teve um projeto pessoal de trabalhar com elementos do Hip Hop em suas canções e em 2020 iniciou sua carreira solo, atuando como Rapper, utilizando a música como ferramenta de defesa das questões sociais, e como forma de combate a todo tipo de discriminação.

Ilhéus: Reunião com MP discute ações para conter avanço da maré no litoral norte

Representantes do Executivo Municipal, Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA), da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) e das comunidades dos bairros São Domingos e São Miguel se reuniram na sexta-feira (21), no Centro Administrativo da Conquista, para traçar ações estratégicas voltadas à mitigação dos efeitos causados pelo avanço da maré no litoral norte da cidade.

Durante a reunião, a promotora de Justiça Regional do Meio Ambiente, Aline Valéria Salvador, destacou a responsabilidade e os procedimentos concernentes à situação dos bairros. Segundo pontuou, o porto não é ilegal, porque atendeu as normativas da época de sua construção, no entanto, a empresa responsável pelo terminal não possui direito adquirido de impactar e foi requisitada a fornecer prognóstico seguro em relação aos danos causados aos meios biótico, abiótico e socioeconômico.

“O que a gente pode enxergar é que tem alguém com uma sensibilidade maior que os [governos] anteriores e conseguiu enxergar que a comunidade do São Miguel está sofrendo. A Prefeitura se abriu para o diálogo e a Codeba também veio escutar”, enfatizou Matheus Lobo, morador do São Miguel.

A Marinha do Brasil doou 180 bags para evitar que novas perdas ocorram em situações de marés altas. “A Marinha é uma instituição que trabalha com responsabilidade social. Vamos conjugar esforços para que a situação seja resolvida. A população quer uma resposta e a obrigação dos poderes municipal, estadual e federal é fazer a sua parte em benefício da sociedade”, ressaltou o comandante Giovani Andrade, delegado da Capitania dos Portos de Ilhéus.

O Município propôs auxílio na elaboração e assinatura da representação junto à sociedade organizada para que as devidas providências sejam adotadas e para que seja avaliada a aplicação ou não de medidas impositivas. “Muito importante a Prefeitura ter aberto esse canal, estar dando apoio e voz pra gente. Fico muito agradecido. Pela primeira vez na história dessa luta de mais de quarenta anos, a Codeba pôde dar as caras, ser confrontada e sair com a certeza de que ela será responsabilizada pelos danos material, ambiental e psicológico que tem causado”, disse o presidente da Associação de Moradores do São Domingos.

A Prefeitura mantém o maquinário nas localidades e analisará a viabilidade de adquirir mais pedras para formar barreiras nos pontos mais críticos. Um Comitê Deliberativo já foi instituído para tratar sobre as ações de contenção. “Estamos tentando todas as possibilidades para diminuir o sofrimento dos moradores. Junto ao Ministério Público e à Codeba pretendemos buscar uma solução definitiva”, sublinhou Mozart Aragão, secretário municipal de Meio Ambiente.

A promotora lembrou que dois licenciamentos ambientais tramitam no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), referentes à situação atual e à expansão do Porto de Ilhéus e reiterou que somente com o acompanhamento de condicionantes sérias vai ser possível reparar os danos causados e realizar as devidas indenizações. “Irei transmitir os pontos debatidos à direção da empresa. Estamos aqui para ajudar a construir algo melhor para toda a sociedade”, afirmou Rogério Dias, gerente do Porto de Ilhéus, que participou da reunião representando a Codeba.





web