A informação de que 70% dos profissionais de enfermagem da UPA da Conquista foram afastados por suspeita de contaminação por Coronavírus não é verdadeira.

Nossa equipe do Léo Novais Notícias entrou em contato com o secretário Magela e com a coordenadora da alta complexidade, Érica, que vieram a  negar a informação, disseram que se trata de uma fake News.

A informação ainda chegou a relatar que os servidores foram colocados em quarentena por terem dividido o ambiente de trabalho com o médico Luiz Roberto, a primeira vítima da Covid-19 na cidade.