Por: O tabuleiro

Depois de receber uma lista tríplice com os nomes mais votados pela população por meio do programa de rádio do jornalista Vila Nova e o portal O Tabuleiro, o governador Rui Costa sugeriu que a nova ponte do Pontal seja batizada de Jorge Amado. A escolha do chefe do executivo baiano, no entanto, ainda será submetida à aprovação dos deputados estaduais em votação na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA).

Os outros dois nomes mais votados e encaminhados ao governador foram Altamiro Viana, profissional de comunicação que marcou época em Ilhéus e região, e Gabriela, uma das obras mais importantes do escritor baiano.

Um dos idealizadores da enquete, o deputado estadual Eduardo Salles salienta a importância da participação popular na sugestão dos nomes à primeira ponte estaiada da Bahia. “Nosso objetivo era dar voz aos moradores de Ilhéus e região para que o governador pudesse escolher”, explica o parlamentar.

Nesta quarta-feira (5/2) Eduardo Salles protocolou na ALBA o projeto de lei para batizar a ponte com o nome do escritor nascido em Ilhéus. O documento foi subscrito pelo deputado Rosemberg Pinto, que tem representação política no município e participou da sugestão da enquete.

“Reconheço a importância de homenagear o saudoso Altamiro Viana e outras personalidades do sul da Bahia, mas Jorge Amado é um nome reconhecido internacionalmente e que retratou em sua obra a cultura, a economia e a política de Ilhéus do início do século passado, projetando o município para o mundo”, justifica Eduardo Salles.

“Parabenizo o governador e o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, por, mesmo com as dificuldades financeiras enfrentadas pela crise econômica, entregarem uma obra fundamental à mobilidade de Ilhéus e todo o sul da Bahia”, acrescenta o deputado.

A nova ponte do Pontal deve ser entregue pelo governo estadual ainda no primeiro semestre de 2020.