O Conselho Superior de Pesquisa e Extensão (CONSEPE) retirou da pauta a discussão sobre a implantação do bônus para estudantes na UESC . A reunião aconteceria nesta quinta-feira, 31, no auditório da Torre. O projeto que prevê bonificação de até 20% , sob a nota do ENEM, para alunos de escolas públicas ou privadas da região cacaueira, terá que esperar mais um pouco para ser debatido pelo conselho.

O que causa espanto é que três dos oitos objetivos contidos no Regimento Interno da UESC, cita que a universidade se propõe a estimular o desenvolvimento regional. São eles:

1. Capacitar profissionais nas diversas áreas e em estreita relação com as necessidades regionais.

2 .Atuar como força propulsora do desenvolvimento regional

3. Identificar os problemas regionais nos âmbitos social e natural, apontando alternativas e soluções

A atitude do Consepe, em retirar de pauta um assunto tão importante para a região, fere o regimento interno da universidade.

Não estamos buscando atender as necessidades regionais, tão pouco procurando alternativas para as desigualdades existentes entre os alunos da nossa localidade e de outras regiões do país.

Hoje, estudantes da região cacaueira concorrem em “pé de igualdade” com estudantes de todo país. O que estamos pedindo é que as nossas vagas, fiquem para os nossos estudantes.

Muitas universidades já implantaram as cotas regionais para estimular a capacitação profissional da região.
A prática é permitida pelo Ministério da Educação que garante que as universidades têm autonomia para oferecer o benefício. Quando a UESC vai se manifestar e debater o assunto de fato ?