POR: BNEWS

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi condenado ao pagamento de R$ 2 mil em custas processuais e honorários advocatícios, após ter pedido de indenização por danos morais negados pela Justiça de São Paulo.

Em ação movida contra o apresentador Marcelo Tas, ele pediu o pagamento de R$ 20 mil por ter sido chamado de racista e homofóbico durante uma entrevista em 2017.

No entanto, a Justiça paulista negou o pedido do presidente, que pode recorrer da decisão. “O debate político tem que ser livre. Sem apelação para processos”, afirmou Tas. A Presidência da República não se manifestou sobre e derrota de Bolsonaro.