Neste domingo começa a primeira batalha de 5,5 milhões de candidatos por uma vaga na universidade. Às 13h (horário de Brasília) serão fechados os portões para a aplicação das primeiras provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

No próximo dia 11, os estudantes farão a segunda parte da avaliação. Em meio à expectativa, é preciso estar atento à mudança dos relógios para o horário de verão. Os ponteiros serão adiantados em uma hora à meia-noite deste sábado.

A dica para o dia da prova é que os candidatos não acordem muito tarde — um bom horário seria por volta de 9h30 (horário de Brasília) — e saiam de casa com antecedência, para evitar transtornos.

Com a mudança por causa do horário de verão, é bom ter outras formas de saber a hora certa, além do smartphone, com relógios mecânicos, por exemplo.

— É normal que os estudantes fiquem nervosos. Muitas pessoas se preparam o ano inteiro para isso. O que não pode acontecer é o nervosismo tomar conta e prejudicar a noite de sono — ressalta Felipe Rossi, coordenador do Colégio e curso de A a Z.

Os especialistas recomendam que este sábado seja usado para descansar. Segundo professores, não é indicado que os estudantes vejam conteúdos novos na véspera da prova.

— Nada de assunto novo! É mais importante descansar, porque é uma prova exigente fisicamente, a grande recomendação é essa. Se estiverem muito ansiosos, revisem algo muito simples, como um resumo — sugere Fellipe Rossi aos jovens.

Na prova deste domingo, os estudantes resolverão questões de Linguagens, Ciências Humanas e farão uma redação durante cinco horas e 30 minutos.

Já no outro domingo, será a vez das provas de Ciências da Natureza e Matemática, quando os estudantes terão cinco horas para resolver as questões.

O EXTRA reuniu, no quadro abaixo, as principais dicas para reduzir, ao máximo, a chance de que algo saia errado neste dia tão importante para os estudantes que sonham com uma vaga na universidade.