WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura ilheus camara ilheus prefeitura ilheus



outubro 2018
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
videos


:: 25/out/2018 . 10:04

ENEM: Dicas para fazer uma boa pontuação na prova de redação

Mais de 5,5 milhões de estudantes devem realizar as provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) este ano. Com as datas se aproximando, a ansiedade dos candidatos cresce e a preparação vai chegando à reta final. Mais que das 180 questões aplicadas nos dois dias de prova, é da redação a fama de calcanhar de Aquiles de muitos estudantes em busca do sonho de entrar na faculdade.

O professor de Língua Portuguesa Ronan Colombi Gava lista algumas dicas para quem quer se sair bem e, por que não, garantir nota 1000 na tão temida redação que, este ano, vai ser aplicada no dia 4 de novembro.

“O gênero textual pedido pelo Enem é o dissertativo-argumentativo, que exige a defesa de um ponto de vista por meio de argumentação consistente. O corretor vai analisar o texto a partir de cinco competências (valendo 200 pontos cada uma) e é muito importante que elas deem o norte para a produção textual”, explica.

Competência 1

Avalia se o texto foi escrito respeitando as regras gramaticais (ortografia, acentuação, concordâncias etc), analisando o conhecimento do candidato sobre as regras básicas da Língua Portuguesa. “Leitura e análise linguística de textos são muito mais eficientes para dominar esta competência do que a simples memorização de regras”, comenta o especialista.

Competência 2

Analisa se o candidato produziu um texto fiel ao tema, ou seja, se escreveu sobre o assunto proposto sem perder o foco, e sua capacidade de defender seu ponto de vista com argumentação consistente. “Neste caso, é importante saber que o texto deve conter a problematização do tema e a apresentação da tese (primeiro parágrafo), a argumentação baseada no ponto de vista a ser defendido (segundo e terceiro parágrafos) e a conclusão com proposta de intervenção que respeite os direitos humanos (quarto parágrafo)”, explica Gava.

Competência 3

Está ligada à coerência textual, que é a capacidade de organizar as ideias de forma que as orações tenham relações lógicas entre si, assim como os períodos e os parágrafos. “É fundamental que os argumentos utilizados sejam coerentes com a tese e tenham relação entre si. Além disso, é importante garantir que a conclusão tenha ideias que ‘conversem’ com as apresentadas nos parágrafos anteriores”, diz o professor.

IBAHIA

Estudante de medicina morre após ser picada por formiga

Uma estudante de medicina, de 24 anos, morreu após ter sido picada por uma formiga na casa onde morava em Salvador. Michelle Teixeira do Valle, natural da cidade da cidade de Pilão Arcado (BA) e filha de um ex-vereador do município, chegou a ser socorrida para o Hospital da Bahia na segunda-feira (22), mas não acabou resistindo. Ela fazia o curso de graduação na capital baiana.

De acordo com do hospital, a paciente foi vítima de uma picada de inseto que evoluiu para um choque circulatório e uma parada cardiorrespiratória. Ela chegou à instituição de saúde sem reflexos no tronco e em estado extremamente grave. A morte cerebral da jovem foi decretada desta terça-feira (23) e a família autorizou a doação de órgãos de Michelle.

Nas redes sociais, os amigos lamentaram a morte da estudante. “O mundo seria muito melhor c vc (sic). O céu recebe uma linda estrela”, comentou um.  “Vá com Deus. Não há explicação. A morte é só a morte mesmo, dura de aceitar.Deve existir algo além da vida”, escreveu outro.

Ibahia

 

ITABUNA: AULAS PODEM ULTRAPASSAR O CARNAVAL POR CAUSA DA GREVE DOS PROFESSORES

A greve dos professores em Itabuna chegou hoje a 51 dias e, pelas contas do sindicato da categoria, a reposição de aulas deve arrastar-se até após o Carnaval, quando o movimento for encerrado. Segundo a presidente do SIMPI, Carminha Oliveira, um segundo ofício foi encaminhado à Prefeitura, pedindo negociação direta com o prefeito Fernando Gomes.

As referidas negociações foram suspensas no último dia 17 e um primeiro pedido para conversar com o gestor foi feito dia 18. “Um dos temas que queremos que o governo assegure é um calendário unificado; as unidades não podem ter três ou quatro calendários internos. É preciso definir um prazo de retorno com o encerramento da greve”, afirma a professora/sindicalista, referindo-se a escolas em que alguns profissionais comparecem durante a paralisação.

Ela lembra que além dos dias que durar a greve, serão computados aqueles sem aula durante a greve dos caminhoneiros, outras paralisações anteriores e as datas em que os educadores foram à Câmara, para discutir a proposta de mudança de regime dos servidores. “Mas esperamos que o prefeito sente com a categoria e negocie diretamente, porque ele desautorizou a secretária de Educação”, reforça.

Impasse por reajuste

Os professores reivindicam reajuste salarial de 6,81% e aceitam parcelar em três vezes (2% de junho a agosto; 2% de setembro a novembro; 2,81% em dezembro), além do pagamento atrasado dos professores em desvio de função.

Mas o governo chegou a 2,8%. “Esse é o mesmo percentual dado aos demais servidores, que não são regidos pela lei federal do Piso”, critica Carminha Oliveira.





web